24 agosto 2010

Varrendo as folhas

Olá a todos, sei que estou sumido faz uns 10 dias mas é que foi uma combinação de saco cheio com muito trabalho para fazer. Quando aqui estava sossegado não tinha vontade de postar e quando estava com vontade de postar havia muita coisa para fazer no trabalho. Agora deu para conciliar vontade com tempo livre :)
Nessa semana de correria teve um dia em que eu não tomei café em casa para não chegar muito atrasado no trabalho então depois que eu cheguei e coloquei as coisas em ordem eu fui até a lanchonete tomar meu café da manhã. Não foi a 1a vez que fiz isso e por enquanto não será a última mas quem sabe logo poderei ir na lanchonete quando eu quiser ou quando der saudades de tomar café lá e não porque precisei deixar de tomar café em casa por causa do TOC.  Nesse dia em específico estava agitado devido aos vários compromissos aqui e o TOC parece que resolveu me perseguir com mais vontade e eu pulava todas as rachaduras do caminhho do meu prédio até a lanchonete e algumas vezes eu voltava para pisar novamente nos quadrados que já havia pisado. Como sempre passei pelo tiozinho que fica varrendo as folhas da calçada porém dessa vez estava com a cabeça em outro lugar e não prestei a atenção que ele havia parado de varrer para eu passar. Pulei algumas rachaduras e voltei várias vezes para pisar nos quadrados até que consegui seguir em frente e quando dei conta vi que o tiozinho estava parado, com a vassoura na mão, esperando eu terminar meu vai-e-vem para poder continuar a varrer. O olhar dele era de dúvida e sua expressão era um ponto de interrogação misturado com um ar de espanto. Não tentei explicar o inexplicável, não estava com paciência, tempo e nem vontade de fazê-lo. 30 anos de TOC me levaram de uma pessoa tímida, que tinha vergonha de seus atos, passando por alguém que passou a encarar seu problema de frente até alguém que cansou de se explicar e cada um pense o que quiser.
Apesar disso, durante o café a imagem dele varrendo as folhas secas que caíam das árvores para que o caminho ficasse mais limpo e bonito não me saia da cabeça. Ele não tinha TOC mas todos os dias fazia as mesmas coisas, varria as folhas que caíam, juntava elas em um canto e depois recolhia.
De um certo modo eu também "varria" todos os dias para debaixo do tapete os vestígios dos meus rituais para que as pessoas não vissem que eu tenho TOC, varria meu cansaço, meu desânimo para debaixo do tapete para que as pessoas ao meu redor não se cansassem de mim. Varria meu descontentamento para debaixo do tapete e colocava um sorriso no rosto só que esquecia de recolher tudo debaixo do tapete e jogá-los fora. Com isso eu ia acumulando cada vez mais lixo debaixo do meu tapete e aos olhos dos outros eu estava melhorando mas interiormente eu estava ficando sobrecarregado com tanto peso.
Resolvi botar todo esse lixo para fora contando aqui meus "causos", sendo assertivo e expondo para as pessoas o meu modo de pensar, os meus sentimentos sem agressividade e sem aceitar fazer algo que não me agrada somente para agradar a outra pessoa.
Aconselho a todos a fazerem o mesmo. Não é preciso esbravejar e jogar tudo para o alto, basta expor de modo educado seu ponto de vista, seus sentimentos e suas vontades e parar de se esconder ou varrer para debaixo do tapete tudo o que vc considera como "defeito" seu.
O espaço de comentário está aberto para vcs jogarem fora tudo o que lhes incomoda.

Um comentário:

  1. Oi Júnior...td bem?
    Eu estou bem melhor sim...claro que não deixei de fazer muita coisa,como por exemplo agora mesmo,fui caminhar e acho que peguei umas mil e uma folhinhas...rsrsrs
    E outra coisa...o médico me passou o Haloperidol(10 gotas)eu tomo (11) pq (10 é par)rsrsrs aí se eu tomar(10) algo de ruim vai acontecer,entende?!?
    Isso aí né...mas na parte do desanimo e da depre,eu estou bem melhor sim...mais animada...e acredito que estou fazendo assim como vc disse aí em cima...deixando de varrer a sujeira pra baixo do tapete...mostrando quem sou de verdade...tem uma música da Shakira que,algumas frases rs parece q são minhas(Algo pude entender
    De tanto que tropiezo
    Ya sé como caer)
    (No pretendo parar
    ¿Dime quién camina
    Cuando se puede volar?)
    rsrsrs é bacana a música...e é isso aí mesmo que vc disse(escreveu),nós não podemos nos omitir(é assim q fala?)só para agradar...eu me sinto bem melhor depois que tirei a mascara...mesmo recebendo críticas,mas à quem eu amo,eu contei e tenho certeza de que mesmo não tocando no assunto meu marido me ajuda mto...hoje faz 12 anos q estamos juntos...e se Deus quiser,e mudar meu jeito tbém rs essa data se repetirá mto...pois eu sou tremendamente enrolada...não sei se tem a ver com o TOC,mas costumo esconder as coisas que faço,mesmo que elas sejam coisas bobas...depois eu sempre magoo,e saio magoada...sei lá viu...rs surtei um pouco demais né?!?
    É que tem dias bons e ruins...graças a Deus os meus estão bem...agora me vou pros meus croches...é tanta coisa pra fazer q nem tempo tenho(pra voltar e arrumar um tapete q ta torto quinhentas vezes eu tenho rsrsrs)
    Bjs e ótima quarta!!!

    ResponderExcluir