26 setembro 2013

O TOC está envelhecendo

Vamos ficando mais velhos e tudo vai piorando, as qualidades vão piorando, os defeitos vão se acentuando e o TOC vai envelhecendo junto e ficando mais ranzinza e rabugento do que ele é. Mês que vem faço aniversário (aniversário de nascimento e não aniversário do TOC) e a cada ano vejo que vai ficando mais difícil de lidar com o TOC e de eliminá-lo da minha vida para sempre. Não sei se tem um prazo máximo para nos livrarmos do TOC antes que ele se apegue para sempre a nós, tipo um feitiço ou uma poção que vc toma e lhe transforma em algo desagradável e se vc não tomar o antídoto a tempo ficará assim para sempre mas não desisto de tentar me livrar dele.
Algumas vezes eu disse que tenho uma relação de amizade com o TOC e sei que existem pessoas que não concordam com isso e que se arrepiam só de chamar o TOC de "meu" (né Eterna? rs) mas tantos anos dormindo com o inimigo me fizeram íntimo dele. Isso se confirmou quando começei a fazer terapia pois a própria psicóloga me questinou porque eu me sabotava tanto nos exercícios para controlar o TOC. Não consegui dar uma resposta e não sei se tenho medo de viver sem o TOC ou se não irei mais me reconhecer sem o TOC.
A pessoa que sou fez com que eu desenvolvesse TOC ou o TOC me fez a pessoa que sou hoje e sem ele eu não seria eu mesmo? Como mudar de identidade de uma hora para outra sem traumas? Todos conhecem o Miguelito portador de TOC mas iria conhecer também o Junior que não tem TOC?
Com certeza não quero viver com o TOC de quase 14 anos atrás pois esse me tomava muito tempo, me desgastava demais mas o TOC que convivo depois que começei a tomar medicamento não é tão cruel assim. As vezes ele ataca mais forte, como qualquer outra doença mas na maioria das vezes é suportável. Não sei se isso é bom ou ruim pois não me dá aquela força, aquela raiva de lutar com tudo contra o TOC. Pelo contrário, as vezes me pego com o pensamento de time que está ganhando não se mexe.
O parasita nunca mata o seu hospedeiro, ele suga ele ao máximo mas nunca a ponto de matá-lo pois se ele matar o seu hospedeiro como sobreviverá? O TOC faz a mesma coisa, ele te suga ao máximo, quase tira todas as suas forças mas nunca vai te fazer chegar a ponto de morrer pois senão ele também deixa de existir. Com esse pensamento sabemos que por mais que a gente sofra com o TOC nunca vai morrer de TOC então muitas vezes nos acomodamos. Eu estou acomodado com meu TOC, estou na zona de conforto e como portadores de TOC não gostam de mudanças, nem mudar para melhor eu quero.
Estou primeiro me preparando psicologicamente para viver sem o TOC e quando estiver preparado começarei os exercícios para eliminar os rituais aos poucos e uma vez sem executar os rituais começarei ignorar os pensamentos até que eles não me afetem mais. Sei que nunca vou conseguir me livrar dos pensamentos pois não temos como evitar de pensar no que não queremos mas se os pensamentos não me afetarem mais e se eu não executar mais nenhum ritual por causa dos pensamentos, terei uma qualidade de vida 90% melhor do que tenho. Nada na vida é perfeito então uma redução de 90% no TOC ao invés de 100% já me fará feliz.
Em outro post vou explicar melhor no que consiste esses exercícios para diminuir o TOC e como eles funcionam em nosso cérebro.

211 comentários:

  1. Respostas
    1. Eh Eterna, eternamente mais rápida que as demais pessoas :). Fico feliz que continua comentando os post e ajudando as pessoas.
      Beijos

      Excluir
    2. Oi, Miguel! Tantas coisas em mim são eternas... Algumas dúvidas, algumas coisas... algumas culpas... Mas, tudo cada vez mais suave, graças a Deus, pois tbm a fé e a vontade de lutar por mim, de vencer e ajudar quem eu puder tbm são eternos! :) Beijos, querido!

      Excluir
  2. Eu inaugurei os comentários, mas antes mesmo de ler! Agora vou comentar pra valer! :)
    Este post é bem sugestivo e a imagem me fez refletir sobre eu mesma e o TOC em mim (é, realmente MEU TOC não chega a me causar arrepios, mas me deixa um pouco indignada). Pois bem, ao ler o título e observar a imagem, não pude deixar de pensar em mim, o TOC e as minhas mãos tão exaustivamente lavadas e, olhando para elas, tantas vezes concluo que "o TOC está me envelhecendo"! E, mesmo sendo menina, o q poderia mexer com minha vaidade feminina, nesses momentos o que mais me dói não é o resultado do que o TOC fez com minhas mãos, mas é saber pq minhas mãos ficaram assim... Ta, elas não estão igual as da imagem, mas eu vejo a diferença e observá-las apenas me fazem me dar conta há quanto tempo me submeto às ações q as fizeram ficar assim! E os motivos pelos quais estou sempre lavando as mãos estão relacionadas a uma série de implicações, razões sem razão, motivos muito além de uma exagerada necessidade de higienização por medo de contaminação, não é por isso! Ta... mas estamos falando sobre o TOC envelhecendo... mas vc já viu q o quanto ele se recicla ao longo do tempo em que nos acompanha? Claro q sim, principalmente q ele está conosco há tantos anos! Já reparou q ele mesmo, por mais horrível q sempre seja, nunca é o msm, sempre muda, remuda, nos confunde, nos enlouquece e vive mudando e a gente rebolando pra não surtar, fazendo as vontades desse cruel transtorno e ele é chega tão sorrateiro em nossas vidas q qdo nos damos conta q há algo errado, nós já estamos envolvidos e junto com o alívio de descobrir q há um diagnóstico e qual é o a diagnóstico, vem a percepção sobre a necessidade de lutar contra ele... um transtorno q todos só veem os resultados, por isso aos olhos do outro o q fazemos soa tão sem sentido, pq as demais pessoas não conhecem os pensamentos q nos atingem, não conseguem ver ou ouvir nossa luta, pq ela é silenciosa, dolorida e invisível! E o TOC se estabelece como um fiel inimigo! Nós não o convidamos, mas ele veio! Nós o mandamos embora, mas ele não vai!
    Junior, muita gente vai ler e estranhar vc dizendo essas coisas de talvez não saber se saberia viver sem o TOC, mas vão compreender, pois vc explicou bem! Mas é que tem muitas pessoas que sabem muito bem como elas eram e como eram suas vidas até o TOC aparecer! Mas, nós que temos ele desde muito novos, q lutamos com ele desde cedo, desde criança até, não sabemos dizer quem somos, como é nossa personalidade, pq sabemos q fomos nos moldando e muitas características do nosso jeito estão relacionadas com o TOC. É o que o Miguel questiona sobre nossa personalidade ter sido moldada pelo TOC!
    Mas, quero te dizer, amigo, q por mais q pareça às vezes q em tudo em nós há TOC, é fruto do TOC, quero dizer-te que não é assim! O q nós somos, nosso desenvolvimento foi afetado pelo TOC, mas precisamos saber q nossa essência vem de Deus, tudo o q somos vem Dele e eu sei q independente do TOC estar em vc feito acessório, vc é uma pessoa maravilhosa e qdo vc se livrar dele, a pessoa maravilhosa q vc é ainda estará aí, com o coração cheio de sentimentos bons! Dá pra mexer em time q está ganhando se existirem condições de melhorar o jogo! As mudanças devem ser consideradas, principalmente qdo para melhor! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. elas não estão igual = elas não estão iguais...
      Não posso deixar de me corrigir! :) Não levem a mal...

      Excluir
  3. Amém!! Somos tds vencedores! Deus é por nós sempre.

    Vcs me aconselham a tb procurar um psiquiatra (ja estou na psicologa)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Eu acredito que a psicóloga sugere a busca pelo psiquiatra se jugar necessário e isso deve ser de acordo com os seus relatos, logo é interessante que busque não esconder os fatos dela, pois com certeza ela te ajudará muito! Tem coisas que de início a gente não consegue desabafar, mas sempre é possível contar os fatos ainda que não entre em detalhes! Aos poucos, vc vai sentindo mais confiança em relatar! De todo modo, a psicóloga te orientará sobre a necessidade de um psiquiatra, vc pode questioná-la sobre a opinião dela! Ah, eu tô palpitando msm sem experiência com profissionais, mas aprendi muitas coisas nesses anos com TOC, aqui no blog... Enfim... Fique com Deus! :)

      Excluir
    2. jugar não, puxa, julgar! Eu tô demais! rs. Não gosto de fazer correções posteriores, me desculpem se soar chato!

      Excluir
  4. Nossa...encontrar esse blog foi um bálsamo. Tenho 27 anos e sou portadora do TOC há...não sei. Acho que desde sempre. Se intensificou aos 13 anos. Nem sei por onde começar mas estou sofrendo muito! Tenho medo de ficar demente por causa da doença. Minhas mãos estão velhas de tanto lavar, já possuo fios brancos de cabelo e estou muito mais velha do que minha avó quando faleceu. Minha vida amorosa não dá certo porque saboto todos os meus relacionamentos e não aguento mais ouvir as pessoas desmerecendo a minha doença como ss fosse algo idiota, frescura, coisa de demônios.
    Uma das coisas que tenho e não sei se é comum no TOC é que criei um mundo. Dentro de minha mente eu tenho um personagem. Sou eu, mas diferente. Nesse mundo que criei eu sou amada, querida, não tenho TOC, sou feliz. É como se fosse um filme. Mas não sei se isso é normal. Será que sou autista? Alguém mais tem isso?
    Eu sofro tantas outras coisas e além de tudo sou evangélica, oq intensifica ao cubo minhas culpas.
    Gente...eu perdi a adolescência e também estou perdendo a juventude por causa dessa maldita doença...eu não escolhi ter isso. Eu não escolhi ter essa praga de TOC sexual que me faz pensar em sexo como se eu fosse uma estrela pornô status depravação 1000. Não escolhi ter o TOC religioso que blasfema o Deus que eu amo. Eu só queria ser curada e amada. Nenhum homem me quer e sou tão infeliz! Não me acho boa o bastante e me culpo muito. Saboto qualquer chance de conhecer alguém. E esse mundo que criei é extremamente pecaminoso! Socorro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonima, vc precisa tentar ficar calma. Eu, no momento, nao sou a pessoa mais indicada pra te pedir isso, mas e verdade, vc precisa tentar se acalmar. Eu estou sofrendo muito com pensamentos obsessivos, q sao ideias q agarram na minha cabeça um dia e nao me deixam mais. Isso doi muito. Os meus planos, meus projetos, td parece enfraquecer, e so me da vontade de sumir, de entrar em coma e nao acordar mais.
      Eu ja relatei a minha hiztoria aqui, e tenho tido comentarios amigos, principalmenbte da eterna. :)
      As vezes minha fe esmorece, mas eu sei q Deus tem maravilhas pra tds nos. Eu to sofrendo mto de solidao, de falta de amor. Amor q nunca tive, e verdade. :/ Eu agora inventei q nai existe alguem pra mim nesse mundo, q vou ficar sozinha pra sempre. Assim como vc, tenjo medo de ficar demente com isso e nunca mais voltar ao normal.

      Excluir
    2. Oi anônima, entendo essa sua aflição, tb tenho toc religioso mesmo amando meu Deus e penso muito em sexo, o que me faz sentir em pecado. Mas Deus sabe que esses pensamentos não são nossos e sim do toc. VC Pensaria essas mesmas coisas se não tivesse toc? Não se preocupe que vc não vai ficar demente, tenho toc a muitos anos e ainda não estou demente (pelo menos acho que não rs).
      Aqui vc vai encontrar pessoas que te entende pois todos temos a mesma doença.
      Beijos e fique com Deus

      Excluir
    3. Continuando: procure ajuda profissional, tente desabafar la e fazer tds os exercicios passados. Mantenha a calma, eu sei q e difixil mas tente. Tenho dias de puro sofrimento e angustia, outros de um pouco de oxigenio, como ja disse aqui. PutZ, sofrer de obsessoes e mto ruim. Ao mesmo tempo estamos no mundo, vendo as coisas acontecerem e as pessoas passando pra la e pra ca, mas tb o nosso mundinho, a nossa visao esta embaçada, nao nos deixando viver em paz.

      Precisamos ter fé!!

      Excluir
    4. Oi outra anônima (nossa são tantas anônimas rs), o toc e assim mesmo, como se a gente estivesse numa montanha russa. Hora estamos bem mas de repente descemos e ficamos mal. Acredite, existe alguém nesse mundo que gosta de vc, eu sem te conhecer já gosto de vc só pelo fato de vc tb ter toc como eu e ter coragem de expor isso aqui :)
      Beijos e fique a vontade para conversar e mandar email

      Excluir
    5. Oi, Anônimas! Pois é, Anônima 1 (a que me mencionou), estou aqui... para incentivar vcs... Vamos ter fé! :)

      Excluir
    6. Realmente vc precisa ter calma, paciência e não se desesperar! Não é proibido sentir-se aflita e Deus conhece vc e seu coração! Não se condene por pensamentos sobre os quais vc não tem controle! Não se sinta indigna de ter alguém que a ame, mas acontece que por causa do TOC, vc está machucada, sente-se culpada e nem vc mesma consegue perceber o valor que tem e, desse jeito, se vc não acredita q pode e merece, como vc vai perceber e estar aberta para receber e retribuir o sentimento de alguém? Vc não deve se limitar pelo que muitas pessoas julgam sobre o TOC. Para muitos, é fácil dizer q se fosse com eles, eles resistiram, extinguiriam os pensamentos, mas sabemos que as coisas não são simples e precisamos acreditar e confiar no amor do Pai! Não se apegue ao estado que as suas mãos se encontram, esse é o tipo de coisa difícil de encarar, mas dói qdo eu penso q eh assim por causa do TOC, qdo eu penso q não se limita ao puro e simples ritual de lavar as mãos, dói lembrar q por trás do resultado eu já sofri... E nossa luta tem q ser contra ele, contra o TOC! Simplesmente não dá para nós ficarmos nos martirizando pelo que fizemos com nossas mão, com nossa aparência, não dá pra sentir culpa... O culpado é o TOC! Eu prefiro me concentrar em vencê-lo, pois sei q se eu ficar mirando os estragos q ele fez, q estão além do que se pode ver, eu vou ficar parada, estagnada... e isso não pode acontecer! A gente precisa seguir em frente! Eu penso q é o mais coerente, mesmo qdo eu não sei exatamente o q tem lá na frente, mesmo qdo não compreendo exatamente o porquê estou passando por uma situação, eu simplesmente me apego a Deus e sigo... Eu faço o q está ao meu alcance e é isso q está ao meu alcance: seguir em frente! Busque sua cura interior, cuide-se exteriormente tbm, pois isso vai ajudar na sua auto-estima! Ame-se, busque sua felicidade. Não a condicione a presença de alguém (já falei isso para a Anônima 1), faça por vc e no tempo que Deus determinar vc vai encontrar alguém especial que compreenderá vc!

      Excluir
    7. Oi anonima, acho q estamos no minimo em barcos parecidos. Eu tenho esse problema de nao me sentir amada e queriada, e achar q isso nunca vai acontecer comigo. Isso ta me deixando mto triste... :(
      Eu ainda piorei as coisas con uma espécie de generalizaçao q ja relatei pit aqui. Funciona dessa forma: e como se NENHUMA mulher no mundo fosse merecedora do amor e do deaejo de um homem. Eu consigo entender e aceitar o q e uma mulher se apaixonar por un homem, mas nao um homem se apaixonar por uma mulher. Horrivel isso. Eu mei q desnaturalizei e deslegitimizei os relacionamentos amorosos. E como se a mulher fosse um ser naturalmente inferior, mais burro, menos digno, etc.
      Eu NAO AGUENTO MAIS esse monstro alojado na minha cabeça!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    8. Ainda desenvolvj u toc de ter medo de me interessar por mulheres. Putz, eu nem gosto, de verdade. Pode ser a maior modelo do mundo, eu nao tenho vontade!! E nem me imagino. Nao me sinto confortavel em braços de mulher, nao gosto de perfune de mulher, nem quase de voz de mulher! Pensei q tv enlouquecendo, mas li q esse toc realmente existe, q pessoas tb se sentem aflitas por essa obsessao e causa mta dor. Essa porcaria so me deixa qdo a adrenalina ta mto alta ou qdo to dormindo.

      Excluir
    9. Oi anonima, acho q estamos no minimo em barcos parecidos. Eu tenho esse problema de nao me sentir amada e queriada, e achar q isso nunca vai acontecer comigo. Isso ta me deixando mto triste... :(
      Eu ainda piorei as coisas con uma espécie de generalizaçao q ja relatei pit aqui. Funciona dessa forma: e como se NENHUMA mulher no mundo fosse merecedora do amor e do deaejo de um homem. Eu consigo entender e aceitar o q e uma mulher se apaixonar por un homem, mas nao um homem se apaixonar por uma mulher. Horrivel isso. Eu mei q desnaturalizei e deslegitimizei os relacionamentos amorosos. E como se a mulher fosse um ser naturalmente inferior, mais burro, menos digno, etc.
      Eu NAO AGUENTO MAIS esse monstro alojado na minha cabeça!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    10. É anônima, vc esta errada em relação às mulheres, na verdade não é vc que esta errada, é o toc que esta errado. Ele sempre esta errado, ele sempre coloca idéias erradas em nossas mentes. Mulheres são seres abençoados, superiores aos homens. Na verdade elas são bem próximas dos anjos, a diferença é que elas não tem asas. O toc sempre é eh ao contrário do que pensamos então se vc tem toc que faz ter medo de gostar de mulheres é porque vc jamais vai ser lésbica. O dia que alguém se apaixonar por vc, o que não é difícil, vai provar o quanto vc esta errada em relação às mulheres.
      Beijos e deixe os pensamentos virem e finja que não é com vc.

      Excluir
    11. Nossa, Mig-Mig, gostei da reverência às mulheres: "são seres abençoados, superiores aos homens... são próximas dos anjos..." :)

      Excluir
    12. Obrigada, Miguelito e Eterna. Vcs ja dao amigos do coraçao. Vcs e tds aqui sao uma bençao de Deus, com certeza. Eu sei q rstou errada e o toc fica impondo essas coisas, so deixo elas pra la em momentos de extrema felicidade ou quabdo durmo. Meu Deus, q dor imensa q é viver assim! Ai a minha cabeça fica numa eterna argumentaçao com o toc, justificando as coisas, explicando, etc. Como eu vou deixar esses pensamentos virem e fingir q nao e cmg, Miguelito? Vou contar pra vcs a historia: eu sofri desse toc do começo de dezembro passado ate o começo de março, dps houve um periodo em q eu considero uma vitoria. Eu estava la, cheia de planos novamente, pensando no presente e no futuro, gostando de uma pessoa, malhando, etc. Ai no comecinho de junho ele voltou e ficou ate agora... eu nao sei mais o q fazer. Acho q esse toc veio da nao realizaçao de um grande sonho q tenho, q e ser amada por alguem, mas parece w simplesmente esse alguem nao existe... eu tenho mto medo de ficar sozinha pra sempre, choro a toa, me magoo a toa. Pra mim o problema e q sempre me vi como um modelo de resiliencia, mas ninguem aguenta td sozinha.
      Ai sobre esse toc parece q eu to tentando me justificar, mas ele realmente nao condiz com a realidade. Como ja disse aqui, eu acho, um abraço de homem e um carinho a mais pra mim, eu me sinto envolvida. Um abraço de mulher, por mais linda e maravilhosa q seja, e so um abraço. E e assim q eu me sinto,mas o toc me da repulsa. Nao e nojo das pessoas nao, pq eu tenho varios amigos e amigas gays, e amo e respeito tds eles. Nao vejo isso como transtorno nem nada, e simplesmente a natureza da pessoa, e normal sim. Brigo mto por tds eles e nao admito palavras de ofensa.
      Mas de coraçao, o q eu vejo neles e mto diferente desse toc. Eles nao ficam conversando consigo mesmos e nao tem esse sentimebto nwgativo q vem junto.

      Bem, acho q consegui me expressar um pouco. Ainda nem contei a natureza da minha obsessao pra psicologa, pq acho tao nojento (pra mim) q simplesmente nao consigo.

      Gente, mais uma vez obrigada pelo carinho, e q Deus, nosso Senhor, abençoe mto vcs. Fico mto grata msm. Tem horas em q da vontade de pular, de ser atropelada, de comprar veneno... mas ai lembro q soh importante pra Deus e pra minha familia. E q Ele ainda tem maravilhas pra mim!!

      Excluir
    13. Oi, querida! Amiga, nós temos que criar um nick para vc, apesar de que só de ler suas palavras já é possível te reconhecer entre os anônimos... claro, se não tiver problema para vc! O Miguel diz que às vezes até criar um codinome pode ser difícil para quem tem TOC! Temos TOC, mas não somos TOC! Nossa vida não pode se limitar a ele! Puxa, isso que vc sente está claro q é pelo TOC! Claro q vc não vai reconhecer esses sentimentos tão opressores nos seus amigos q são gays, pq trata-se da opção deles, costumo pensar q trata-se de percepção, pois acho q quem é gay, simplesmente se dá conta dessa realidade em algum momento, não acho que seja uma escolha e claro que devemos respeitar o outro em qualquer circunstância! Mas, isso não vem ao caso, o q estou tentando dizer é que está claro q vc não vai ver seus amigos se martirizando pelos sentimentos deles... Vc já sabe q vc sofre pq o TOC tenta te fazer acreditar que vc é alguém que decididamente não é! Puxa, toma coragem, conta isso para sua psicóloga, menina, ela vai te ajudar! Isso não deve ser nenhuma novidade pra ela, um portador de TOC com ideias de homossexualidade! Vc só tem a ganhar, não tem q ter vergonha! Escreva, leia para ela... Tipo, escreva uma palavra chave e ela vai te ajudar a se abrir!
      E vc nada de pensar bobagens de desistir da sua vida! Puxa, vc é forte! Vc tem a chance de lutar por vc! E vc pode não ter se dado conta, mas com certeza está ajudando outras pessoas! Lembre de Deus e do quanto ele te ama e que vc é importante para mim, para o Mig-Mig e para o blog! :)

      Excluir
    14. Olá boa noite.

      Obs: Primeiro eu sou portador de TOC que nem vocês, depois eu explico como é no meu caso.

      Bom vou tentar dar algumas dicas para amenização do problema de algumas (alguns) de vocês:

      Uma coisa constante em quem tem TOC é voltar muito ao passado, sempre se lembrando do tempo que nao tinha TOC, ou do tempo que sofreu muito e talvez isso não seja bom. Uma das coisas que devemos fazer é esquecer do passado ou pelo menos tentar nao se lembrar dos momentos ruins que passaram. Existe uma frase de André Luis que é a seguinte: Sempre é tempo de recomeçar, ou seja, recomece de agora ! Mesmo com o TOC, esqueça o passado e foque no presente, com certeza melhoras acontecerão.

      Outra coisa é a comparação de vidas, não devemos olhar ao outro e imaginar: Ele é muito mais feliz que eu porque não tem TOC, primeira coisa a felicidade não existe e é momentânea. As pessoas tem outros problemas diferentes do seu ou não e o ser humano nunca esta satisfeito com o que tem, embora eles possuam momentos mais tranquilos que nós. Não devemos comparar o tempo todo as nossas vidas com as pessoas, cada qual tem seu merecimento !

      E a ultima coisa é, não adianta o que fizermos contra o TOC, se não soubermos controlar a ansiedade nada adiantará. Porque o TOC nada mais é que um sadomasoquismo mental o livre arbítrio sempre quer mais dor, nós buscamos a ansiedade o tempo inteiro através dos pensamentos. Então precisamos achar uma forma de relaxar, como: Tendo calma, respirando fundo (pois isso ajuda muito ao controle da ansiedade) e usando as medicações (homeopáticas/alopáticas). Os pensamentos infelizmente nenhum remédio do mundo vai tirar eles das nossas cabeças a não ser nós mesmos, entaum é de extrema importancia que pelo menos medo nós não tenhamos.

      Boa noite, abraços !

      Excluir
    15. Oi Diego, vc poderia compartilhar o seu problema?

      Excluir
  5. Obrigado Anônima e Miguelito!
    Eu tomava Luvox mas ele quase acabou com meus rins. Fiz uma cirurgia semana passada pra recuperá-los. Eu deveria me tratar mas não o faço porque os efeitos dos remédios são terríveis e os inteligentes psiquiatras por onde passei jamais pensam em me dar uma licença médica pra eu me adaptar ao medicamento. Aí tomo, sou obrigada a trabalhar e chegando lá ajo como uma louca dopada. Eu fui pro hospital sábado com sintomas de infarto mas chegando lá os exames indicaram que tudo estava normal. O médico disse que era angústia e pânico. Descartou infarto só pq eu tenho 27 anos. Aí qndo eu fizer 40 eles vão dizer q eu deveria ter prevenido né? Essa doença faz meus namorados me odiarem. Eu sinto tanto a falta de um deles mas ele já tem outra, ja seguiu a vida dele e eu não consigo esquecê-lo ou parar de lamentar o aperto que o fiz passar. Eu tenho 27 e pareço tem 84, seja fisicamente ou mentalmente, de tão cansada.
    Mas vcs não me disseram: é comum de quem tem TOC criar seu mundo? Ou eu sou autista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cheguei a tomar luvox por 1 mês apenas, que bom que não tomei por mais tempo. Mas como foi essa cirurgia? Olha e comum sim a gente criar um mundo a parte, principalmente quando achamos que somos a única pessoa no mundo que tem isso. Vc não eh altista, eu vivia no meu próprio mundo quando era criança, eu até conversava e discutia com esse meu outro "eu" rs.
      Conversar eu não converso mais mas ainda discuto com meu toc como se ele fosse uma pessoa.
      Beijos

      Excluir
    2. Miguelito, o Luvox expele as substâncias pelos rins. Como eu já tive insuficiência renal na infância, qualquer antiinflamatório ou remédio que expele algo pelos rins torna-se danoso. Pois eu fiz cirurgia para pedras nos rins. Só q não era só isso. Meu rim estava inchadaço! Quase parando de trabalhar. Se vc ler a bula do Luvox vais ver esse detalhe dos rins.
      Que alívio saber que não sou autista! Mas tenho estado muito angustiada. Sinto dor no peito mas não é ar preso. Fui ao médico e o eletro deu normal. Fico com medo de morrer do nada, estou lutando contra a depressão e já faz 3 dias q essa dor no peito vai e volta. Estou sem rumo, Mig-Mig...

      Excluir
    3. Mig-Mig... rs... Um anjo querido! :)

      Excluir
    4. Anônima, não vale a pena sofrer por alguém que nos deixou por sermos o que somos e por que elas não entendem o que temos. As pessoas as quias se vale a pena sofrer por elas são aquelas que em momento algum nos abandonam e provam o amor verdadeiro.

      Já basta o TOC. Não o alimente com algo ou alguém que não faça bem a você.

      Excluir
    5. É isso aí, R.I.C., não tem sentido ficar sofrendo por pessoas que não conseguem conviver conosco do jeito que nós somos! Ora essa, tem pessoas que tem um relacionamento e suportam defeitos gigantescos da outra pessoa, pois querem tentar manter a relação! Pq raios a gente vai se sujeitar a aceitar q nos condenem por algo que temos que não é nem um defeito, é um transtorno do qual não somos culpados por tê-lo? E, eu já te falei, é preciso amar-se primeiramente, se valorizar, aí seremos capazes de receber o que outro tem a nos oferecer! Acontece tbm que às vezes a gente se culpa tanto, fica refletindo os danos causados pelo TOC, vamos baixando a auto-estima, vai-se criando um complexo de inferioridade, sentimos que não merecemos ser amados, ser felizes... mas, todo o exagero é por conta do TOC! Eu não posso afirmar no seu caso, mas vc diz q seus namorados a odiavam por causa das suas atitudes relacionadas ao TOC. Mas, vc já pensou q vc pode está sendo muito severa consigo? O TOC faz isso! Nós, muitas vezes, somos nossos próprios carrascos! Precisamos ser mais bacanas conosco! Mais legais! Mais amigos! Vamos tentar! :)

      Excluir
  6. Realmente, eterna, e mto facil falar qdo nao se tem toc. Td e mto simples, e so querer q as coisas acontecem. So Deus sabe o qto e difixil pra nos lutar contra esse monatro horroroso. :( Desejamos, oramos, pedimos, imploramos, e nada. Esse inferno nao sai de nossas cabeças. Ja pensei ate .em besteira, pra acabar com o sofrimento de vez. Nossa...

    ResponderExcluir
  7. "Vencer os outros não chega a ser uma grande vitória.
    Vitorioso é aquele que consegue vencer a si mesmo, combatendo seus vícios e controlando suas paixões.
    A vitória sobre nós mesmos é muito mais difícil.
    Ela requer mais coragem, mais disciplina e mais decisão.
    Mas se você não conseguir na primeira vez, tente de novo.
    O simples fato de tentar de novo já será sua primeira vitória".

    Anônimo, nós sabemos o quanto é difícil controlar e vencer um transtorno, tanto q somos capazes de compreender as outras pessoas que sofrem com outros tipos de transtorno e acabamos por entender os conflitos das outras pessoas no geral. Acabamos nos tornando muito compreensivos e buscamos ser solidários! O que quero dizer é que nós sabemos o que passamos e, acima de tudo e de todos, Deus sabe exatamente o que se passa com cada um de nós! Não pense que Deus ignora nosso sofrimento, a msg que eu transcrevi aqui fala exatamente isso: "O simples fato de tentar de novo já será sua primeira vitória"! E não é assim? Apesar de tudo o que enfrentamos, a gente não permanece disposto a lutar? Mesmo quando dói, a gente mantém a esperança, pq a gente nunca deixou de querer ficar melhor, nunca deixamos de acreditar... Pode ser difícil, mas não é impossível e vc não deve deixar de lutar, de acreditar... Todos temos problemas, muitas pessoas tem doenças crônicas, físicas ou mentais e se todas desistissem de viver, imagina só... existem problemas mais graves que outros, mas Deus sabe até onde suportamos! Nós precisamos simplesmente confiar! Eu garanto que dá certo! Hoje eu sou muito menos refém do TOC do que antes! E a minha conquista é resultado do meu esforço diário, do meu esforço nas pequenas coisas, nos pequenos instantes, sempre muito apegada a Deus, confiante, entregue... Sem me apegar às circunstâncias humanas. Entendendo e colocando em prática que preciso seguir em frente. Qdo o TOC tenta me frear com suas ideias, eu luto para me convencer a ignorá-lo. Mesmo que não consiga em todas as vezes, com o tempo vai-se percebendo que vc melhorou! Hoje, eu me sinto muito vitoriosa e disposta a lutar cada vez mais e conseguir alcançar tudo de bom que ainda está por vir! Deus é Pai! Jesus, em sua infinita misericórdia nos abençoou com seu Espírito Santo, nós temos o seu consolo, a sua proteção, a sua graça. Vamos nos animar! O TOC é cruel demais e às vezes tenta massacrar tudo o que cultivamos de bom, inclusive manipular a nossa fé, a nossa crença que vamos nos livrar dele, mas nós precisamos lutar com muita força de vontade para deixar sobressair dentro de nós a luz, os bons pensamentos! Não são apenas palavras! Eu falo muito sério e com verdade! Acho q as adversidades vão nos fazendo ficar mais fortes! Nossa natureza humana quer vacilar e não é pecado chorar, sentir-se triste... Mas, sempre, após um momento de intensa dor, qdo nos afligimos, Deus nos enche com um fôlego que não nos permite nos desesperar e nem desistir! Confie e lute por vc! Deus te ama! :)

    ResponderExcluir
  8. É dificil crer em Deus ,quando o toc lhe faz pensar que Ele não existe,antes era um conforto saber que não estava sozinha ,que Deus estava comigo nessa luta diária,hoje mim sinto tão sozinha,por que procuro Deus e minha mente diz que ele não existe,isso é desesperador,mim sinto sem chão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dinha, vou repetir uma frase que o Miguel escreveu hoje em uma comentário logo acima: "O toc sempre é ao contrário do que pensamos"... O TOC age sobre o que temos de mais frágil, sobre o que temos de mais belo, sobre o que mais queremos e precisamos cultivar... ele está sempre tentando destruir! Eu sei que vc acredita e confia em Deus, Dinha, pq vc O busca... o que atrapalha tudo é o TOC! Vc precisa trabalhar sobre isso e eu sei q vc vai conseguir! Não se desespere, sua fé está dentro de vc e não se sinta mal, pois Deus sabe a razão dos seus sentimentos!

      Excluir
    2. Sei exatamente o que se passa com você, Dinha, pois tenho o mesmo toc há alguns anos e realmente é horrível, pois o ser que você mais quer confiar e relaxar, a sua mente diz que não existe!! E o pior é que ultimamente surgiram outros tocs, por conta da ansiedade com outros problemas... Não aguento mais...

      Excluir
    3. Lucas, eu gostaria de fazer mais por vcs, por vc e pela Dinha que sofrem com esse TOC sobre a crença em Deus! Se adianta alguma coisa, tornarei a repetir as palavras do Miguel, que o TOC sempre é o contrário do que acreditamos! Vc sofre não pq não crê, mas pq o TOC te põe em dúvida... Vc sofre pq ele te diz o contrário do que vc realmente pensa! Eu sei q não tô dizendo nenhuma novidade, mas é que o TOC nos engana nos detalhes, nas coisas pequenas e devemos lutar contra ele na essência da ideia! Imagino o qto sofrem com duas coisas distintas dentro de si: dois pensamentos se chocando e a gente no meio do duelo, mas lembre q vc tem consciência de qual pensamento é seu e qual é fruto do TOC! Sei que uma coisa leva a outra e a gente desenvolve outro TOC por culpa de um outro e ansiedade só aumenta... Mas, quero que siga lutando, tenha esperança, vc vai conseguir! Vc e a Dinha tem conversado pelo face? Acredito q vcs podem se ajudar muito! Vcs já relataram sobre isso para o (a) psicólogo (a)? Ele pode ajudar a encontrar a essência deste TOC e ajudá-los a achar o caminho para uma solução! :)

      Excluir
  9. O TOC é como um dementador do filme do Harry Potter... O dementador age sobre o maior medo da pessoa, confrontando-a assustadoramente com esse medo e suga-lhe a alegria... É isso que o TOC tenta fazer conosco. Quantas vezes eu não ouvi de dentro de mim uma frase que dizia que não conseguiria ser feliz, mas apesar da voz vir de dentro de mim, não era uma crença minha, pois eu sempre quis ser feliz, mas o TOC tenta sabotar tudo, pois acho q a condição de sobrevivência dele depende do nosso estado, ele precisa que estejamos tão tristes e desesperados, para q existamos apenas para ele, para que mantenhamos uma relação doentia de intimidade com ele que nos é fiel, mas é um inimigo fiel! A msg de hj: "Tenha esperança e não pare "AGORA" esse tempo vai passar, grandes dificuldades é sinônimo de vitória extraordinária, Deus vai romper qualquer muralha posta pelo teu inimigo, não desanime!". Sei que cada um tem suas fragilidades, mas todos aqui estamos lutando contra as inúmeras e diferentes faces do TOC. Que cada vez mais possamos nos ajudar mutuamente! E convido a todos que sempre leem, mas nunca comentam, a comentarem... Vcs vão se sentir infinitamente melhores pelo simples fato de relatar uma experiência e vão ter a chance de ajudar muita gente! Nesse ponto o TOC tbm tenta nos limitar, ele tenta nos limitar em quase tudo! Por exemplo, há algum tempo, eu não me sentia capaz de relatar um TOC meu, pq eu não conseguia conceber a ideia de me tornar exemplo, tipo eu buscava exemplos na internet, inclusive foi assim que graças a Deus encontrei o blog, encontrava relatos de médicos sobre os tipos de TOC relatados por pacientes e eu não queria ver um TOC meu como exemplo, não gostava da ideia de um dia vê-lo sendo usado e saber que aquele TOC tinha sido revelado por mim, era como se eu pensasse: meu TOC vai ser exposto! E, pode parecer egoísmo, já que eu queria ler sobre exemplos de TOC de outras pessoas, mas não queria falar sobre o meu, mas não me culpo e ninguém deve se culpar, pq possuímos particularidades devido ao TOC e não dá para nos julgar nesse sentido! Mas, qdo eu comecei a relatar sobre as formas como o TOC me atingia, puxa, eu fui me libertando e fiquei maravilhada com a chance de fazer algo bom pelas pessoas, pois esse é meu objetivo! Não tinha garantias de ficar boa por relatar, mas comecei a ver q podia fazer algo de bom... Enfim, para mim não tinha mais sentido guardar algo que só me fez mal! E eu mudei muito! Eu melhorei muito! Não é fácil ter TOC desde criança, ter consciência de algo tão sério ainda tão jovem, perceber que meu desenvolvimento foi condicionado pelo TOC, analisar minha trajetória e ver que o TOC está em praticamente tudo, mas eu digo que a luta compensa e vale a pena! Lute a cada instante pelos monstros que te atormentam, por menores que sejam! Não se rendam! A sensação de respirar com a certeza que vc está conquistando sua melhora é muito boa! Mesmo que vc tenha momentos críticos, sua essência sempre será a de um vencedor e vencedor é aquele que levanta e luta quantas vezes forem necessárias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É brabo ter pensamentos desagradaveis quase 24h por dia. E o tempo td...

      Excluir
    2. Eu sei, Anônimo, já perdi muito tempo tentando anular um pensamento com outro pensamento! Vc pode imaginar o quanto dá trabalho "despensar" um pensamento... Pois é, mas quem tem TOC pode tudo e eu já despensei muitos pensamentos substituindo um pensamento por outro pensamento mais adequado! Já fiquei tanto tempo parada, com o olhar fixo, até conseguir meu objetivo e quem via me perguntava que raio que eu tinha! Mas, eu cansei de fazer isso, sabe? E, para vencer, dá trabalho! Mas é super possível! Eu sei que não dá para evitar pensar certos pensamentos, mas dá para decidir o q fazer em seguida... Dá para treinar não supervalorizar os pensamentos... Dá para se convencer que os pensamentos não são reais, não é o que queremos... Com o tempo eles diminuem e vc consegue ignorar! :)

      Excluir
    3. Sou eu, la de cima, Eterna. rs
      Me ajuda mais um pouco. Como e esse processo de substituir os pensamentos? Vc fica olhando pro nada msm? Como vc consegue, menina? Parece impossível!! Realmente funciona? É q li q anular com outro cria o efeito paradoxal de reforçar o primeiro... Ou nao sao o msm processo?

      Como eu ja relatei, tive sucesso numa epoca desse ano, mas voltou td... Entao to em desespero pra ficar logo boa de vez!!

      Eterna, eu ate pensei em criar umnick pra facilutar as coisas, mas o simples fato de estar noblogja medeixa triste, pois tenho toc. Em outra epoca, nunca imaginaria escrever num blog assim. :(

      Excluir
  10. 11 anos fiz a pouco tempo e ja tenho depressão toc grave doença psicossomática e fobias. é dificil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com essa idade eu tbm já tinha TOC! Acho que já sabia que era TOC! Vc ainda é muito jovem, mas já é vitoriosa! Sua família sabe desses problemas? É difícil sim, mas vc vai ficar boa! Fique com Deus! Bjs.

      Excluir
    2. Realmente é muito difícil mas eu e muitas pessoas vencemos o toc com sua idade, algumas até mais novas. Tenho toc desde os 6 anos de idade e cheguei até onde estou então se eu consegui vc tb consegue

      Excluir
  11. Gostei muito deste blog. Ajudou me bastante... Continuem :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do blog! Geralmente todos gostam e sentem-se muito a vontade e compreendidos aqui! Eu faço as honras da casa, pq abriram uma brecha e eu me esbaldei! Que ótimo que te ajudou, esse é nosso objetivo! Nos ajude tbm! Continue comentando! :)

      Excluir
    2. É verdade, senti-me bastante à vontade aqui. E é bom ver que há quem nos compreenda. :) continuem com o excelente trabalho. Espero contribuir também. Foi a primeira vez que consegui comentar algo sobre este assunto. E agora espero continuar. Muito obrigada :)

      Excluir
    3. Contamos com sua colaboração! Sinta-se a vontade para abrir seu coração! Vai te fazer muito bem e vc ainda vai ter a chance de ajudar outras pessoas! Continue! :)

      Excluir
    4. Vou escrever aqui um pouco do que se passa comigo pois talvez me ajude a mim e possa também ajudar alguém que sinta o mesmo o que eu.
      Tenho actualmente 22 anos, e até há cerca de 3 anos não tinha notado qualquer sintoma de relevante. Provavelmente, já há mais tempo que isto tinha aparecido, mas só há cerca de 3 anos se manifestou em força. Tudo começou quando uma pessoa minha conhecida contraiu HIV. De início fiquei um pouco chocada mas aceitei bem... Mas passado uns tempos os pensamentos de TOC vieram e atingiram-me em força. Deixei de conseguir estar com essa pessoa, em qualquer lado que tocasse tinha medo de ficar com a doença, tinha que estar constantemente a lavar as mãos... Deixei de sair de casa e isolei-me bastante do mundo. Sabia que se saísse ia tentar de enfrentar mil e uma coisas que consideraria que me iam atormentar... Locais públicos para mim eram impensáveis... Hoje já se passaram três anos, e ainda não recorri à ajuda de nenhum profissional, nem contei a ninguém aquilo que sinto... Pura e simplesmente aprendi a conviver com isto... Se calhar não é a opção correcta, mas ultimamente tenho conseguido levar uma vida feliz, com bastantes preocupações mas feliz... Continuo a cumprir alguns rituais para me sentir bem comigo mesma, mas alguns já consigo evita-los e passar por cima deles sem deixar que isso me afecte bastante.
      Este blog também foi muito importante neste processo, ler todas estas histórias dá-me força para continuar... Sei que esta luta ainda está longe do fim, mas um passo de cada vez... E conseguir controlar um pouco os sintomas já me faz sentir bastante bem... Ainda não levo uma vida 100% normal, mas já não anda muito longe.
      O que me deixa ainda mais triste no meio de tudo isto, é a pessoa que está a enfrentar esse grave problema de saúde que é o HIV. Neste momento em que ela mais precisa de mim e do meu apoio, eu afastei-me... Pura e simplesmente ainda não consigo lidar com toda esta situação pelo o enorme mau estar que me provoca. Sinto que estou a ser egoísta mas sinceramente ainda não me sinto com forças para conseguir ajuda-la :(
      Obrigada por este espaço e por nos "ouvirem"... Continuem com o excelente trabalho... :)

      Excluir
  12. Olá pessoal! Ando meio sumido, mas o tempo anda tão escasso que não dá para vir aqui sempre e ler todos os comentários como gostaria de fazer. As vezes nossas obrigações são tantas que algumas coisas vão ficando para depois. Não acho ruim de estar ocupado, pois assim preencho mais a mente e dou menos espaço para o TOC.

    Como disse o Miguelito é chato viver com o TOC, mas tem momentos que estamos tão acostumados a ele que não conseguimos desapegar.
    Vi muitas pessoas novas por aqui, isso é bom, pois quanto mais compartilharmos mais nos ajudamos e damos forças a outros.

    Minha querida Eterna, não poderia deixar de citar você e suas singelas palavras sempre tão edificantes e reconfortantes para nosso espírito. Continue sempre assim, nos encendo de otimismo e perfumando nosso blog com sua presença que irradia a todos nós. Espero que esteja tudo as mil maravilhas contigo!

    Grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. R.I.C., querido R.I.C., vc faz falta no blog e eu estava prestes a perguntar por onde vc andava e tbm alguns companheiros que andam meio sumidos! Eu espero que a mente ocupada esteja te fazendo super bem! Não deixe de conferir as novidades do blog, mesmo qdo não puder comentar! Vc sabe que aqui cada comentário é sempre muito bem aproveitado, aqui nada passa desapercebido, todos os comentários são lidos... E, não vamos desistir de vencer esse TOC, não podemos nos acomodar!
      Nossa, R.I.C., suas palavras me deixaram simplesmente no céu! :) Fico tão feliz qdo vejo q consigo fazer algo de bom por vcs, ainda que com simples palavras, mas tem valor pq é tudo com muito carinho e do fundo do coração! E me anima a continuar! Estou bem sim! Hj eu achei q tinha acordado 'atacada', como diz o Miguel, pois me sentia um pouco desanimadinha, mas eu me tranquilizei pois essa sensação de vez em quando aparece e já a reconheço, logo me convenci q logo estaria sorrindo... oscilações de humor! Mas, tenho vivido uma fase vitoriosa! Estou me permitindo ser feliz, não me martirizar com culpas sem sentido, sem sofrer pelo que não posso controlar... E, de todo modo, o que quer que eu estivesse sentindo, sumiria diante das suas lindas e queridas palavras!
      Abraços e espero que tudo esteja maravilhosamente bem com vc tbm! Não some tanto tempo assim, já sabe que sentimos saudades! Precisamos dos seus comentários! Fique com Deus!
      Grande abraço! :)

      Excluir
    2. Olá Eterna, estou bem sim. Tem dias que me levanto como você e assim como descreveu, também já sei o que é, e faço de tudo para que isto não me domine e eu o controle. A correria no trabalho está muita e ela aumentou muito mais depois que dei a louca de fazer outra graduação. Tem dias que fico em tempo de pirar por conta de afazeres, mas não reclamo, pois isso ocupa o lado da minha mente onde o TOC está.

      Com relação as palavras são francas e verdadeiras, pois sempre que dava uma passadinha por aqui via que estava passando energias positivas para os demais companheiros. Então continue com sua garra para vencer tudo isso que nos torna comuns aqui no blog e que você continue a nos brindar com suas tenras palavras e sua doce presença neste blog,isto o deixa mais colorido e faz um bem enorme para todos ós que aqui passamos para ler.

      Miguelito, parabéns pelo post, pois você sempre ilustra muito bem as situações, as vezes quando leio os seus post é como se estivesse me vendo no espelho.

      Abraço!

      Excluir
    3. R.I.C., fico muito feliz em saber que está bem! A alegria de vcs é minha alegria tbm! É bom estar ocupado! Qdo precisamos cumprir nossas metas, precisamos atropelar o TOC e é sempre muito bom deixá-lo confuso. Eu estava pensando sobre isso. Não sei se demorei muito a perceber, mas achei a chave, a solução para acabar com o TOC. Percebi que precisamos fazer o contrário do que ele sugere/impõe. Se o TOC me diz que tenho que escolher uma coisa, eu então vou escolher a outra para contrariá-lo. Será? Tô em dúvida se a solução é boba demais pra ser verdade ou se pode virar um problema perseguir o TOC assim! Puxa... não sei! Mas, tbm por mais boba q pareça, vai tentar colocar em prática nas coisas mais sérias pra ver o trabalhão que dá, né? Mas, não custa tentar!
      Parabéns por iniciar outra graduação! É preciso muita força de vontade! Sucesso para vc!
      Tbm sentimos a franqueza e a sinceridade das suas palavras e os seus comentários sempre ajudam muito! Espero que continue! Obrigada mais uma vez! Estou me sentindo muito feliz, comovida e lisonjeada com o reconhecimento de vcs! Significa muito pra mim, queridos!
      A gente vive tanto tempo com o TOC a nos importunar, atrapalhar, que nos tornamos meio "macacos velhos", sabe? Com o tempo o TOC fica tão defasado que, nossa, ele se mostra tão sem graça e sem criatividade que a gente se cansa e se vê exclamando: "Nossa, TOC, de novo com essa?" rs, mais ou menos assim! E, eu estava novamente pensando, não dá mais pra ficar me lamentando, remoendo que queria que as coisas fossem diferentes, pq não posso mudar o que já aconteceu e não dá pra viver o amanhã antecipadamente. Se eu quiser algo diferente, eu preciso lutar para que as mudanças aconteçam a partir de agora! Não posso me concentrar em desejar mudanças que estão fora do meu alcance, acho que mesmo que eu pudesse voltar no tempo, talvez não conseguisse evitar ter tido o primeiro pensamento de TOC, evitar ter cedido ao TOC e pra quê entrar em parafuso sobre algo que simplesmente já aconteceu? E não pensem que tudo para mim é fácil, pq eu falo essas coisas! Com o tempo, vai tudo se tornando bem natural, mas é preciso acreditar que vc pode e vc precisa fazer por onde, precisa decidir ser feliz e precisa viver enquanto luta. Antes eu sentia q estava esperando o TOC ir embora para começar a viver, mas percebi que não fazia sentido, pois a luta faz parte da minha vida, mas a luta não pode ser a minha vida! Eu vivo para vencer o TOC, mas esse é apenas um dos meus objetivos! O TOC não é meu objetivo de vida, tampouco ele é a minha vida! Eu não me resumo ao TOC! Eu sou mais que isso! E todos nós somos! Mas, não se sintam mal se as coisas não soarem assim para todos vcs! O TOC mancha tudo, dói, a gente sente dor física com o TOC, mas percebam que por mais imperceptível que possa parecer, todos pelo simples fato de nos dispormos a enfrentar o TOC, já conquistamos uma vitória todos os dias!
      Bom, sobre o Miguelito acho que não tenho nem mais palavras! Sou eternamente grata pela sua iniciativa de criar o blog, de relatar suas vivências! Eu acho que não tem nada que ele não tenha compartilhado conosco, mesmo quando não entra em detalhes, mas sem reservas ele já abriu seu coração e sua vida para socorrer quem precisava, para ajudar, para que qualquer um possa se identificar e sentir acolhido! Vivas para o Miguelito (carinhosamente chamado por uma das anônimas de Mig-Mig, rs)! E vivas para nós que lutamos todos os dias e todos os minutos, muitas vezes até nos sonhos enquanto dormimos e que mesmo com o coração tão atribulado não deixamos de estender nossa mão para uma corrente com nossos amigos e irmãos contra o TOC! Fiquem com Deus! :)

      Excluir
  13. ETERNA, peço que me adicione no facebook pra podermos conversar melhor, por favor!
    https://www.facebook.com/lucas.marques.71271

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, Lucas, eu não tenho facebook! Eu tenho uma relaçãozinha complicada com a internet, vc nunca leu nenhum comentário meu a respeito?

      Excluir
  14. A ansiedade dói!
    Desde cedo eu detectei a presença dela em minha vida! Desde criança, qdo o natural seria que não compreendesse ainda o sentido dessa sensação, eu já podia afirmar que me sentia ansiosa! E a ansiedade é tão chata, tão dolorosa, tão ruim, tão agoniante, tão opressora que depois de tanto tempo eu passei a pagar o preço para evitá-la sempre que pudesse, sempre que estivesse ao meu alcance... Mesmo que para me livrar dela eu passasse por cima do meu orgulho, da minha sensatez, do meu amor- próprio. Corro o risco de estar exagerando, corro o risco de não estar sendo compreendida, corro o risco de estar falando em códigos, não estar sendo clara, mas é que eu preciso esperar mais um pouco antes de me atropelar e ceder de novo só para me livrar dessa ansiedade, por isso preciso escrever aqui... Eu estou aqui engolindo a minha ansiedade na tentativa de tomar uma atitude o mais acertada possível, pq se eu fizer o q sempre faço, eu me livro da ansiedade, mas e a minha dignidade como fica? De uns tempos pra cá, eu me convenci que orgulho não leva a nada e assim preferi me livrar da ansiedade e do orgulho juntos, mas acontece que eu preciso saber q se eu quiser eu posso esperar, eu posso me controlar... e percebo que a ansiedade vai se esvaindo, mas deve ser pq eu tô escrevendo aqui, se não fosse por isso, eu já teria tomado a mesma atitude de sempre e pronto: adeus ansiedade, adeus orgulho, adeus problema! Mas, se eu não me consertar eu sempre vou agir assim! E se eu não acreditar que eu sou capaz de cumprir meus planos, quem vai botar fé na minha promessa? Pois é, suportar uma dose de ansiedade é o objetivo do momento! Não posso me distrair na internet, pq seria querer aumentar a ansiedade, eu até tentei, mas achei melhor parar... As coisas se ajeitam! :)

    ResponderExcluir
  15. Lembrei disso, no outro assunto :"viagem insólita" você postou algo sobre isso. Queria add porque por aqui as respostas podem demorar, rsrs, nada contra o blog, nada disso. Deve ser minha ansiedade pra ler coisas parecidas com as minhas,sei lá... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Lucas, mas estou considerando a ideia de criar um face... Se acontecer, comunico a vcs! Acho que se eu criar um face, aí não vou fazer mais nada da vida, pois estou sempre no blog e se tiver um face vou viver só conversando com vcs, vc entende? Eu amo conversar com vcs! Mas é sério, eu priorizo muito o blog e com o face, acho q viveria para isso, eu não tô exagerando! Espero não ser compreendida de forma errada! Eu tbm fico ansiosa pelos novos comentários aqui no blog e sempre foi assim, a primeira página que eu abro sempre é a do blog, qdo um pensamento de TOC me pega na rua, meu sentido vem para o blog, pq sei q vcs existem e q posso contar com vcs! Ah, preciso esclarecer q a razão por não ter criado uma conta no face, não é pq não quero me dedicar ainda mais às trocas de experiências com os outros TOCados, pelo amor de Deus, não é isso! Eu não criei pensando q ficaria refém, vendo as atualizações das pessoas e sentindo necessidade de ir clicando, isso aumenta a ansiedade, não teria problema ir clicando se isso fosse fruto da minha vontade, mas é que eu faço isso nas páginas cheias de notícias da internet para não ficar ansiosa, mas isso me deixa mais ansiosa. Então, se eu criar um face, acho q vou add só vcs, meus amigos daqui! Sabe, com o tempo, depois de procurar muito por novos comentários, eu fui me dando conta que nós é que promovemos as novidades e então eu passei a comentar os comentários, a colocar mensagens, a abrir meu coração... Agora, nesse momento, me dou conta que estou quase completando um ano de participação no blog. Um ano que parei de ser uma "amiga oculta" e enviei e-mail para o Miguel clamando por um novo post e, a partir daí, ninguém me segurou, eu evoluí de amiga oculta a super-comentarista-parecendo dona do blog. Sabia que fui nomeada "ajudadora-mor" do blog? kkk. Ai, Lucas, eu entendo perfeitamente a necessidade e o conforto em ler relatos parecidos, muitas vezes idênticos ao que passamos, é uma alívio, um bálsamo! :)

      Excluir
    2. Te entendo sim Eterna, e espero que vença isso!!

      Excluir
    3. Eu tbm! :)
      Mas, não fico triste não, pq eu conheço meus limites! Qdo percebo que está me fazendo mal, simplesmente me esforço e fecho a página! Seria bom se com todos os tipos de TOC, pudéssemos fazer assim: ele está nos incomodando, clicamos em fechar e ficamos bem!

      Excluir
  16. Um dos transtornos que mais me apavoram é um que surgiu há uns 4 anos: Me veio a dúvida se eu era gay.
    Eu sempre fui seguro do que era e do que gostava (mulheres), nunca me interessei por homens e nunca pensei nada relacionado. Mas veio esse pensamento e fiquei desesperado. É como se a partir daquele momento que surgiu o pensamento, minhas certezas foram abaladas!!
    O pensamento foi ficando mais forte e minha angústia só crescia!
    Ficava olhando para os homens e achando que me sentia atraído. Assistia a filmes pornôs pra me convencer de que gostava só de mulheres, que iria sentir nojo dos homens, coisas do tipo. Por mais que eu tenha certeza da minha sexualidade, esses pensamentos estavam aqui.
    O tempo foi passando, eu aprendendo a lidar com eles, e eles enfraqueceram bastante. só que de uns 2 meses pra cá, por conta de preocupações excessivas com alguns problemas, fui bombardeado por vários TOCs, a grande maioria já se enfraqueceu, mas esse sobre o homossexualismo voltou e forte!
    Me imagino fazendo sexo com homens, fazendo sexo oral neles e PORRA!! SEI QUE ISSO NÃO É DE MIN, QUE NÃO GOSTO DISSO, MAS ESSES PENSAMENTOS ME FAZEM ACHAR QUE GOSTO!! Tem momentos que chego a achar que estou realmente virando um viado!! Não aguento mais isso!! Acho que o simples fato de ter medo que isso aconteça, deve aumentar o pensamento. E estou muito confuso, pois as vezes penso que isso é verdade, mas eu sei, eu sei que isso não é meu, não é de min.
    Sei que sinto atração é por mulheres, gosto é de peitos e bundas, não de um pênis!!!
    Esse assunto, é nojento, apesar de eu já até "me acostumar" digamos assim, a ele, sinto nojo e só quero voltar a ter minha mente normal, meus pensamentos só em mulheres, coisa que sempre quis e fiz, desde a minha pré-adolescência!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas meu velho, essa disgraça ta acontecendo comigo velho, e faz pouco tempo que começou, até pensamento de suicídio já me passou... Você tem ido a algum médico? Fazendo algum tratamento? manda um contato velho -- junior.toc@outlook.com

      Excluir
  17. Lucas, cara, agora todo mundo sabe: vc gosta de mulher!!! rs. Desculpe, mas não pude deixar de rir! Vc foi muito enfático! Imagino o qto te perturba e te faz sofrer esse TOC. Qualquer TOC é uma droga! Mas, é msm muito difícil lutar contra algo dentro de vc, q parece um pensamento seu, mas que não é seu, mas q está dentro de vc e como é q não é seu se é sua voz, se é sua mente pensando, como se convencer q a voz do TOC é idêntica à sua, mas q ela fala coisas contrárias ao q vc acredita, ao q vc quer, ao q vc gosta? É o TOC, claramente ele, tão fácil de concluir q é ele e tão difícil de se livrar dele! Mas, novamente preciso usar a mesma frase do Miguelito: "O toc sempre é ao contrário do que pensamos" e a minha frase de criança: "Deus, tudo o que eu disser no pensamento é mentira!", qdo não compreendia pq minha mente pensava coisas q eu não queria pensar. E a gente não tá entrando no mérito da opção sexual de ninguém. Estamos falando aqui da dúvida atormentando uma pessoas q tem sua opção definida, mas cujo transtorno faz o absurdo de forma cruel para confundir-lhe as ideias! Uma coisa é alguém se perceber homossexual e assumir isso, pois sabe q é o q é e pronto, vai buscar superar inclusive as opiniões alheias para encontrar-se e conseguir ser feliz! Outra coisa é alguém viver com uma ideia fixa que não condiz com sua realidade, mas da qual não consegue se livrar! E, claro, que preocupações, estresse são msm uma droga, pq algumas vezes acabam com toda a evolução e melhora que duramente conquistamos! Mas, o q fazer diante do nosso castelinho de areia destruído? Chorar olhando para o estrago pode aliviar, mas não resolve! Aí, precisamos reconstruir tudo! Só que agora fica mais fácil, pq já construímos o castelo uma vez e já sabemos como fazer! Lucas, não sei que tipo de exercício um profissional iria propor para ajudá-lo, mas busque manter o foco qdo esses pensamentos vierem! Lembre que qdo pensa assim está sob efeito do TOC e esteja preparado, pois ele nos pega inclusive nas horas mais indevidas! Lembre que vc não é o único a viver o dilema sobre sua sexualidade! Acho q quase nenhum TOCado passou sem essa! Relaxa, esse pensamento não vai te impedir de ser feliz, de namorar, de viver! Fique com Deus! obs: vc respondeu rápido o comentário, tá alerta, hein?! Que bom q além de me responder, vc relatou sobre esse TOC, muitas pessoas se identificam, vc está ajudando! Parabéns! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, eu te entendo perfeitamente... infelizmente. É mto difícil passar por isso e nao querer q sua vida acabe num minuto, pra resolver a dor. A Eterna até ja me reconhece pela minha escrita rs. Isso tb me doi mto, pq ao msm tempo em q o toc vem colocar um monte de porcaria na cabeça, eu me apaixono por homens, como sempre foi, tremendo as pernas, querendo ver a pessoa e td o mais. Entao pq o toc e assim?? Pq ele nos maltrata tanto?
      Parece q a gente ta tentando se justificar pra nao aceitar uma realidade q nao queremos, mas eu nao sinto isso, eu sinto um parasita dentro da minha cabeça.
      Como ja disse aqui, me sinto mto sozinha e parece q nao existe ninguem pra mim nesse mundo! Mesmo entre milhoes... q dor q isso causa... fico olhando os casais na rua e querendo so ser mais uma pessoa amada q alguem sente vontade de dar a mao pra passear..
      E Eterna, o q vc quis dizer com "quase nenhum tocado passou sem essa"? É tao comum assim??

      Excluir
    2. Outra coisa, Eterna: como manter o foco?? São pensamentos!! Eles se infiltram na nossa cabeça sozinhos!! Nao estou brigando com vc, viu? So dando enfase!! Seria injusto brigar con uma pessoa tao amiga como vc. :(
      É q e tao destrutivo ter pensamentos alojados sem nenhuma compulsao junta... Vc sabe pq eu nao contei pra psicologa ainda? Por vergonha, e claro, e por ver esse toc sendo um alien, q nao condiz com a minha realidadr!! Alem disso a fala calma e a cara de piedade da psicologa me irritam. Vai entender rs

      E brabo ter esses pensamentos e ao msm tempo ver um menino bonitinho na rua e olhar, ou querer ficar com algum, ou querer q ele olhe pra vc, como faz parte da minha vida...

      Excluir
    3. Oi, Anônima! Quando eu disse 'Acho q quase nenhum TOCado passou sem essa' é exatamente pq é comum sim esses pensamentos de homossexualidade. A ideia passa pela cabeça mesmo de quem não tem TOC, só que a diferença é que para alguns, mesmo com TOC, a ideia pode passar e não persistir e para outras, como no caso de vcs, a ideia ganha força e fica difícil se livrar dela msm sabendo q não condiz com a realidade de vcs. Aqui msm no blog em posts mais antigos, existem comentários em que as pessoas relatam sobre a ideia falsa de homossexualidade, além disso, existem outros aspectos relacionados à sexualidade q mexem com o imaginário de muita gente, onde mistura-se sexo com religião, o q faz a pessoa sofrer demasiadamente, pensamentos de pedofilia, aqui teve o relato de um rapaz q sofria horrores pq o TOC impunha esse tipo de pensamento nele. E, qdo eu digo para manter o foco, eu tô consciente disso q vc fala. Manter o foco não é sinônimo de evitar pensar, eu tenho TOC, eu sei q não se evita um pensamento, minha dica de tentar manter o foco diz respeito a se concentrar na realidade, a qdo o pensamento vier vc ser capaz de se convencer q o pensamento não reflete a realidade, não reflete o seu desejo, q o pensamento é fruto do TOC! Não sei se me compreende! E entendo seu sentimento! Espero q logo vc consiga relatar sobre isso para sua psicóloga, ela é a pessoa mais indicada para te ajudar! Boa sorte para vcs!

      Excluir
    4. No rodapé da página aqui do blog existe uma caixinha onde vc pode pesquisar. Se vcs se interessarem em ler relatos de outras pessoas sobre este tema q os está afligindo, digitem 'homossexual' e pesquisem e verão que não menti qdo falei o quão comum é esse pensamento para quem tem TOC! Em vários posts diferentes, vcs vão ver esse tema surgindo nos comentários! Pode ser que ajude!

      Excluir
    5. Mais uma vez obrigada, Eterna. Vc e um anjo de Deus. O toc doi mto, e infelizmente tds nos sabemos disso.
      Eu gostaria de dizer q tive uma pequena melhora ha uns dias, mas e bem sutil msm. :) bem, e melhor do q nada, ne?
      Algo q me machuca em relaçao ao blog: embora esse espaço seja abençoado pq podemos ajudar uns aos outros, o simples fato de estar aqui ja me deixa triste, pois tenho toc. :(

      Enfim, queria deixar uma dica tb: fazer planos pro futuro e se sentir importante pros outros nos ajuda um pouco a enfrentar a doença. So e brabo buscar a esperança bem la no fundo, la longe...
      Eu tenho o sonho de vir aqui um dia e dizer a vcs q VENCI o toc!!

      Uma grande liçao q aprendemos e transformar dor em amor, e e isso q estamos fazendo aqui. Ja lutamos tanto, o dia inteiro contra o toc e ainda procuramos levar alento ao proximo.

      Excluir
    6. Oi, Anônima! Não precisa agradecer! Vc disse q sou um anjo, lembrei da música:
      "Não é preciso mais adormecer
      Pra sonhar com um anjo descendo do céu
      Basta você perceber que sou mais que um amigo fiel
      Sou aquele que traz a alegria de Deus
      E a entrega direto ao seu coração
      E com você vou sorrir e chorar
      Lado a lado vamos caminhar
      Quando de ajuda você precisar
      Dou minha vida pra lhe resgatar
      Esse é o desejo de Deus
      De hoje em diante o seu anjo sou eu

      Sou muito mais que um amigo
      Sou um anjo, que o Senhor enviou
      Pode gritar para o mundo ouvir
      Sou um anjo que o Senhor enviou pra você

      Não tenho asas nem sei voar
      Mas o que o mundo não pode, eu posso lhe dar
      Vou lhe mostrar o caminho de DEUS
      Só ele pode te santificar
      Quando de ajuda você precisar
      Dou minha vida pra lhe resgatar
      Esse é o desejo de Deus
      De hoje em diante o seu anjo sou eu

      Sou muito mais que um amigo
      Sou um anjo, que o Senhor enviou
      Pode gritar para o mundo ouvir
      Sou um anjo, que o Senhor enviou

      Quando você se ferir, e do céu se afastar
      Eu lhe trarei para perto de DEUS
      Quando sentir solidão, vem comigo rezar
      E eu levarei suas preces a DEUS

      Nós somos mais que amigos
      Somos Anjos que o Senhor enviou
      Vamos gritar para o Mundo ouvir
      Somos Anjos que o Senhor enviou pra você!"

      Mas, eu sou apenas uma menina tentando ser feliz e eu não posso ser absolutamente feliz sabendo que existem tantas pessoas sofrendo com o TOC, sem tentar ajudar de alguma forma! Fico feliz com sua melhora, desejo de coração que a mantenha e que seja cada vez mais evidente!
      Compreendo sua tristeza em precisar de um espaço que discute sobre o TOC, claro q se pudéssemos escolheríamos não ter TOC! Não se sinta triste por precisar desse espaço, pois o TOC já nos faz sofrer por tantas coisas, não vamos deixar ele se intrometer nisso tbm, pq o TOC sempre tenta manchar tudo na nossa vida e ele faz isso sem que a gente se dê conta, então precisamos nos esforçar para impedir sua presença no que tiver ao nosso alcance!
      Obrigada pelas dicas e desejo que seu sonho se realize! Eu acredito q vc pode!
      Sem dúvida essa é a grande lição que tiramos da nossa experiência: o grande encontro com o objetivo de ampararmos uns aos outros! Fica bem! Torço por vc e por todos nós! :)

      Excluir
  18. E quando já sem forças e imersa nos medos causados pelos pensamentos — volto os olhos aos meus amigos e tenho um pouco de fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pqrecisamos disso msm. Acho q e inevitavel pensar pq temos esse mal, ne? Mas a questao e q nao temos resposta. Somos pessoas boas, e msm assim chega o toc pra nos derrubar. Pq? Nao temos o direito de ter uma vida saudavel?? Nao merecemos? Pq ter uma dor invisivel?
      Pq uma doença vem minar os nossos sonhos e planos de uma vida feliz?

      Excluir
    2. Aiya, oi! :)
      Seus olhos sempre encontrarão o amparo dos seus amigos aqui!

      Excluir
    3. Anônimo ou Anônima, é assim msm, nos questionamos sobre a razão de termos o transtorno da mesma forma q muitas pessoas diante de fatos difíceis de enfrentar questionam-se: "Por que isso aconteceu comigo?". Tantas vezes, pensamos q determinadas coisas nunca acontecerão conosco... Mas, o fato é q simplesmente não dá para ficar se questionando, pq é inútil, o q podemos fazer é decidir q queremos q as coisas sejam diferentes e buscar isso!
      Hj meu astral já oscilou tão ridiculamente rápido q nem vale a pena contar! Muitas vezes não se trata nem do TOC em si, mas ele sempre deixa as coisas mais intensas e complicadas! Vamos seguir em frente!

      Excluir
    4. Com certeza isso ajuda mto. É dificil e as vezes parece impossivel, mas ha como lutar e vencer. Deus tem o melhor esperando por nos!

      Excluir
    5. :)
      É verdade! Às vezes não compreendemos as tantas razões, os inúmeros porquês das coisas da vida... Nossas limitações humanas muitas vezes nos impelem à aflição, ao desespero, mas não podemos nos desesperar. Existem mistérios da vida e não são exclusivos de quem tem TOC, pq todos tem problemas a enfrentar... O importante é saber, em quaisquer circunstâncias, que o Tempo de Deus é diferente do nosso! E tudo no tempo certo se ajeita!

      Excluir
  19. oi já alguns dias ando acompanhando o blog quero primeiramente parabenizar pela iniciativa. Tenho toc deste criança, e com o tempo foi piorando só descobri no entanto que tinha isso em uma reportagem do SBT. Sofro muito é uma tortura e lendo os depoimentos de vocês tentei não dar corda e esperar os pensamentos passarem, mas não passam enquanto não faço o ritual não é questão de min mas de horas remoendo o mesmo, isso é normal? Tenho toc de pensamentos obsessivos, pra ser mais exata toc religioso repito as coisas com medo, pois tudo que faço me vem que a mente que é enfim o contrário de Deus, não consigo nem digitar o nome. Tenho medo de Deus me castigar, daquele lugar, já não leio, porque tenho que ler várias vezes a mesma coisa, não escrevo, tô indo mal na faculdade, e nem baixar um simples video posso, nesse momento estou tendo que baixar denovo o mesmo vídeo porque prometi a Deus fazer isso com medo dos pensamentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticia, você vai a algum psiquiatra ou toma alguma medicação?

      Excluir
  20. Como a Eterna falou que o Miguelito disse, é realmentedifícil criar um nick para quem tem TOC, tentei e não consegui portanto de hoje em diante sou o Anônimo 50! ok ?? Hoje cedo (na esteira), estava pensando e veio o "melô dos TOCados" na minha cabeça, é aquela música do Zezé assim:
    "Pare, até quando você quer mandar e mudar minha vida" . Vou lembrar dela sempre que "eles" vierem !!!! Rssss

    ResponderExcluir
  21. Eterna e Anônima que respondeu a minha última postagem, muito obrigado pelas palavras, e que bom que tem alguém que tem esse TOC desgraçado também!
    DESCULPEM PELA DEMORA EM RESPONDER, a vida tá ao mesmo tempo agitada e numa inércia!!!

    Estou sendo abalado por pensamentos que vão e voltam.... Por exemplo, me veio o pensamento há umas semanas atrás, que eu achava que andar nu era normal e que tinha que tirar minha roupa na frente das pessoas!!!!!! Que porra é essa?!?! O pensamento ficou tão forte em minha cabeça, que no trabalho, "tive a vontade" de tirar a roupa!!! Imaginem o absurdo!!!

    ESTOU COM MEDO, muito medo dessas merdas me transformarem e fazer isso e outros pensamentos virarem reais!! Como a ideia de que esse mundo não é real, que somos controlados por outras pessoas, em outras dimensões, como num jogo de vídeo game, onde até nossas próprias vontades são controladas por essas pessoas na outra dimensão!!!!

    Isso me apareceu só por que vi uma mini reportagem sobre um jogo de PlayStation!! E olha que eu nem jogo esses jogos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, nao precisa agradecer. Como vc ta? Melhorou um pouco? Me diz uma coisa: como vc se sentiu qdo tomou remedios? Deu uma amenizada nas obsessoes?
      Como eu disse ao Diego aqui, as vezes eu tenho lapsos dr brm estar, mas tb as vezes me sinto mal. Acho q tb to com depressao.
      Vc ta no tratamento atualmente?
      As vezes parece q a corda vai romper e eu nao vou aguentar mais essa vida de toc. :(

      Excluir
    2. Não estou muito bem... Estou sendo tomado por pensamentos e sensações que nem eu mesmo consigo definir direito. Coisas que me perturba muito, mas sei que isso é do toc, pois a uns 3 meses eu estava bem, mas ai veio uns tocs bem esquisitos e de lá pra cá não tive paz!
      Senti uma pequena melhora depois que comecei a tomar fluoxetina, estou tomando há 1 mês.
      Me sinto melhor quando estou no trabalho, com os colegas, onde consigo "esquecer" e ficar bem, me distrair. Mas só é ficar só que as coisas aparecem... NÃO ESTOU AGUENTANDO MAIS ISSO! SÓ QUERIA PAZ NA MINHA CABEÇA NOVAMENTE!
      Não estou fazendo TCC, pois as sessões custam caro, mas vou começar tratamento com psicóloga.
      Estou com a mente muito cansada disso, tem muitos dias que penso que estou ficando louco,,pois os pensamentos e as sensações são bem esquisitos!
      E você, como vai? Está tomando remédios também? Quer falar sobre os seus tocs?

      Excluir
    3. Oi Lucas... estou torcendo por vc. Eu te entendo tanto... mais do q gostaria. Eu nao tomo remedios pq nunca procurei um psiquiatra. Tenho medo de tomar remedios e ter varios efeitos colaterais, como jogar no lixo td o meu esforço na academia. :/
      Eu to na psicologa, mas como disse, nao disse td a ela ainda. E como se eu mantivesse a esperança de isso td sumir da minha cabeça de repente e nunca mais voltar.
      Assim como vc, eu me sinto um pouco melhor no trabalho, pq la eu sou excelente no q faço e tenho reconhecimento por isso. Como vc, tenho alguns momentos (poucos) em q esqueço os pensamentos obsessivos.
      Eu, alem de td, to me sentindo mto deprimida. Qqr coisa me magoa, me faz chorar. Qqr carinho, qqr sorriso e um pedaço do ceu. Acho q eu nao sou uma pessoa capaz de conquistar o amor de alguem, tenho mto medo de ficar sozinha. Os dias so se arrastam e eu so desejo dormir.
      Desejo mto a sua melhora, q nosso Senhor esteja com vc em cada momento de sua vida. Eu ainda tenho esperança de q Deus vai me mandar uma pessoa q me ame como sou e q nao me machuque, pra q a gente possa ser feliz juntos e fazer outras pessoas felizes tb.

      Excluir
    4. Augusto Rodrigues05 novembro, 2013

      Oi Lucas, tbm tenho pensamentos muito parecidos com os seus. vc precisa criar bases fortes em sua mente, é como se esses pensamentos q causam sentimentos horriveis fossem favelas na mente, vc precisa construir mansões. Jesus é o melhor caminho, Ele é a luz. Peça a Ele com a fé q vc tem pra ele aumentar sua fé e t ajudar contra essa doença e vários caminhos aparecerão !!! um caminho q acabei d encontrar foi esse blog.

      Excluir
  22. teste para saber se fui capaz de criar um usuário, se deu certo, eu era o anonimo 50!

    ResponderExcluir
  23. Me sentindo muito mal não consigo fazer nada hoje, tudo que faço tenho que fazer denovo porque acho que não perdi perdão a Deus, ai prefiro nem fazer nada, quero fazer minhas coisas, droga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ja pensou que Deus (inteligência suprema) sabe que você possui essa síndrome e portanto não vai ficar constrangido em você fazer seus afazeres sem precisar pedir perdão a ele por tudo?

      Ele percebe q vc esta sofrendo e abdica dos seus perdões eternos, mesmo sem ter um motivo aparente pra se perdoar.

      O que me intriga no TOC é a diferença de pensamentos de pessoa para pessoa, e que normalmente o que afetam vocês nao me afeta, e provavelmente o que me afeta não vai afetar vocês. Mas o que eu posso afirmar que o efeito dos pensamentos talvez seja o mesmo, pelo menos a sensação de semi desespero de achar que aquilo realmente vai acontecer e ansiedade aumentando de forma incontrolável.

      Acredite a melhor forma de acabar com isso é esquecendo, somente esquecendo os pensamentos se pode acabar com TOC, pq como mesmo disse não ha remédio no mundo que tire pensamentos do sua cabeça so você mesmo(a). O que o remédio faz é somente controlar a ansiedade, por isso é primordial apagar o passado negro (seja qualquer q seja) e recomeçar do zero, ignorando todos os pensamentos ate o seu cerebro se acostumar a normalidade e com isso você voltar a rotina de uma pessoa normal com muita paz !

      Excluir
    2. Mas como "esquecer", Diego? :(
      Olha o q o meu cerebro faz cmg: qdo eu tenho momentos de paz, ele diz: "ufa, nao to pensando!! Sou uma vitoriosa!", mas logo ai ele vem pensar de novo. Ceus, isso e uma dor infinita! As vezes acordo bem e um pouco de tempo passo sem pensar, outros dias me mata logo de manha. :(
      Como e possivel esquecer entao, se o proprio desejo de eaquecer nos faz lembrar?

      Vc conhece algum exercicio? Obrigada.

      Excluir
  24. Eu sofro muito com os pensamentos, principalmente a noite. Eu fico me revirando na cama, porque o Toc diz que se eu ficar de um lado da cama algo ruim vai acontecer. Aí eu viro para o outro lado e o Toc diz que era mentira e que eu estou dando ouvidos para algo ruim. Loucura! Também tenho uma mania de virar o lápis toda vez quando escrevo, porque 'se eu ficar segurando o lápis de uma forma, algo vai acontecer'. Você tem noção do que é ter que entregar um trabalho no dia seguinte e mal conseguir escrever? Horrível. E eu não sei se sou a única, mas também quando fico muito impressionada com alguma coisa, parece que a minha mente tenta colocar esse comportamento na minha cabeça, tenta me força a pensar igual, mesmo que seja um comportamento que eu repudie. Esses pensamentos são tão terríveis que eu chego a me questionar se eu tenho uma boa índole. Vocês já passaram por isso? Desculpe, Miguel, pelo desabafo, só que as vezes é tão angustiante. Sou evangélica e graças a Deus muita coisa melhorou. Um abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giuliana,

      Te entendo bem. Já passei por uma faze idêntica a sua. As crises e o medo de tudo eram terríveis. A época em que eu estava em crise foi a pior fase da minha vida. Um horror, um mundo de trevas, onde tudo era pintado de preto e não via nada, só sentia a maldita dor que o TOC me causava.

      Uma dica para melhorar é seguir tratamento com um médico que te entenda e que não vai ficar fazendo experiências com drogas em você, mas sim aquele que vai prescrever a receita certa. Continue a fazer as coisas que você gosta, não se a pegue a religião, pois ela nos ajuda muito com a culpa e a martirização a sensação de estar errado de ser sujo e pecador, se agarre sim no Superior, no que você acredita que está acima de todos nós, isso sim faz bem e nos ajuda e não aquilo que foi criado e instituído pelos homens. Falo estas coisas por experiência própria.

      Aos que se negam procura o médico, digo, procurem, pois os remédios podem ter algum efeito colateral, mas isso depende de organismo para organismo, porque cada um vai reagir de uma maneira. No fim deste mês farão dois anos que estou em tratamento com o psiquiatra e psicologo e melhorei muito. Melhorei uns 75% a 80% , mas ainda não estou imune aos pensamentos assombrosos e hediondos que aparecem, de vez em quando, o porém é que hoje consigo controla-los e não deixar que me dominem.

      Excluir
  25. Fui a um psicologo e ela disse-me que estaria com um transtorno obsecivo compulsivo mas o tema e complexo (Homossexualidade) , todos os dias sou bombardeado com testes, pensamentos, que nunca tive antes, estou sempre a pensar no assunto e comeco a ficar cansado e desgastado, ainda por cima tenho namorada e tenho imenso medo de a magoar neste processo todo eu amo-a mas as vezes estes pensamentos destroiem me a mente e os pensamentos ! O que devo fazer ?? Eu amo-a!

    Ps: Tenho relações sexuais com a minha namorada, normalmente ,mas sera que e um sinal positivo ? Tenho sempre medo de falhar por causa do assunto , tenho receio de nao me poder vir a excitar mais com mulheres O pior e que parece que nao tenho interesse por mais ninguem !

    ResponderExcluir
  26. Giuliana e Letícia,
    Eu tenho toc desde pequena e são muito parecidos com o de vocês- religiosidade e pensamentos desagradáveis- inclusive o do lado do travesseiro!
    Passo para desejar uma boa recuperação a nós todos; percebo que há só boa gente aqui e que se ajudam demais- começando com o Miguel.
    Beijos e fiquem com Deus!
    Andrea

    ResponderExcluir
  27. Andrea e Ric, obrigada pela força e RIC, nasci em um lar evangélico, e Graças a Deus ele tem me protegido desde criança. E o segredo é não se apegar a religião, é ter uma experiência com Deus. Isso sim! Eu vou ao médico e a medicação tem me ajudado muito, não 100%, mas 90% sim. Um abraço aos dois!

    ResponderExcluir
  28. Anônima que me respondeu no dia 15, muito obrigado novamente!
    Gostaria de falar mais sobre esse toc que temos em comum?
    Estou muito mal com ele, assim como quando ele apareceu, há uns 4 anos atrás. As vezes penso que ele realmente está se tornando verdade, por conta da sua intensidade, mas sei que isso não é de min, não faz parte da minha pessoa!!!
    Mas tá foda!!! Já percebi que os demais, assim como esse, que são ridículos e surreais, já foram embora ou diminuíram, mas esse sobre o homossexualismo, por eu ter muito medo e tentar com um certo ritual na própria mente, ainda continua aqui!! Não to aguentando mais!!1

    ResponderExcluir
  29. O QUE FAZER QUANDO ESSES TOCs DESGRAÇADOS NÃO SAEM DA SUA CABEÇA E LHE FORÇAM A ACREDITAR NELES?!?!?!?!?

    Não to aguentando mais tanta coisa louca na cabeça e principalmente esse pensamento sobre o homossexualismo, que parece ter voltado pior do que antes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas M.,

      Sei bem do que está falando e como isto é terrível e desgastante! Não sei se procede, mas você já parou para pensar se é uma pessoa muito preconceituosa com relação a pessoas que não se atraem pelo oposto? Se for, isto deve estar desencadeando todo este processo. Desencana meu camarada, você já deixou explicito que gosta de mulheres, então porque ficar com medo disto? Primeiramente acho que deveria fazer uma faxina mental e tentar se importar menos com isto e menos com as pessoas que têm está preferência.

      A partir do momento que você mostrar aos seus pensamentos que é que domina, creio que estas coisas irão te afligir menos. Sou da mesma vertente que você, gosto e sempre gostei de mulheres, tanto que sou casado com uma, e não estou falando que você deve ceder aos pensamentos do TOC, não!

      Cara, a exatamente dois anos atrás tive uma crise de TOC monstruosa que literalmente quase enlouqueci. Foi muito difícil sair dela, muito mesmo. Mas com o remédio adequado, fluoxetina o mesmo que você toma, fui melhorando gradualmente, além dele vi que a paciência, que as vezes é difcíl, no caso de que tem TOC é o melhor remédio, pois com ela você aprende a exercitar sua mente e o primeiro passo para isto é confrontar o pensamento que te arrebenta. Encare-o, enfrente-o, questione-o, não tente colocar outro pensamento por cima, não crie um ritual para ele sumir, não o corte, apenas deixe ele vir e o encare. É tipo aquele valentão do colégio que enquanto você corre e se esconde dele, mais ele te atormenta, mas a partir do momento que você começa a enfrenta-lo e mostrar que não tem medo dele ele começa a te deixar em paz e não mexe mais com você. Isto foi o que fiz e me ajudou e tem me ajudado bastante contra os diversos pensamentos escabrosos e incontroláveis que o TOC me proporcionava na época de crise. E mesmo agora que não estou em crise, ainda tenho pensamentos estranhos, mas não com a mesma força e frequencia de antes, eles ainda aparecem, mas hoje eu os encaro e quando eles chegam eu pergunto: Quer brigar? Então caí para dentro que eu te encho de porrada! Encaro eles e sei como fazer isto e não deixo que eles venham me dominar e estragar meu dia, a minha semana e a minha vida.

      Excluir
    2. Oi Lucas, R.I.C., Eterna, Mig e tds, primeiramente quero desejar um bom dia a tds. Sou eu, Lucas, a Anonima! Hj eu acordei com vontade de vir aqui tentar deixar um pouco de carinho pra vcs. Tenho andado distante justamente pq eu melhorei. Eu melhorei!!!!!!!! Ai, como eu msm ja disse antes, e mto dificil p mim estar aqui, pois quer dizer q preciso. Mas resolvi deixar esse pensamento egoista de lado e tentar fazer uma das coisas em q acredito: transformar dor em amor.
      Eu hj nao posso dizer q estou 100%, mas estou BEM MELHOR, graças a Deus, e so desejo o msm ou mais a tds vcs.
      E como se eu voltasse a vida agora, em coisas como "eu gosto de pao com ovo", "eu gosto de amarelo", "eu gosto desse programa de tv".... Parece q tinha perdido a memoria e agora to recuperando aos poucos, parece q minha identidade ta voltando. E assim q vc se sentiu, R.I.C.?? Parece q estou saindo de uma cortina de fumaça. Eu agora to com mta esperança de vencer, em tds os aspectos da minha vida!!
      Eu li em algum lugar daqui q o toc tb pode nos tornar pessoas melhores. Bem, eu acho q isso aconteceu cmg, pq me vejo hj como uma pessoa mto mais compreensiva e solidaria as dores dos outros.Tds nos sabemos q o toc doi mto, e q td o q precisamos e de amor e carinho.

      Excluir
    3. R.I.C., nao pude deixar de rir qdo vc comparou o toc ao valentao da escola. Mto bom! Mas como fazer pra enfrwntar ele, vc pode dar uma ajuda? Como vc fez?
      Nao e pior questionar os pensamentos, isso nao cria um novo ritual??

      Excluir
    4. Anonima, primeiramente com relação ao sentimento. Estou muito, muito muito melhor mesmo do que a exatos dois anos atrás. Minha melhora foi progressiva, dia a dia, semana a semana, mês a mês. E quando senti o alívio de muitos pensamentos, sensações e medos, foi como se eu tivesse saído de trás de uma cortina escura, tudo era mais claro e podia sentir uma sensação que a muito não experimentava, isso até me incomodava um pouco no inicio, pois parecia que o sufoco, a pressão que vinha de dentro tivessem deixado um vazio, mas na verdade não era isto, o fato é que estava tão acostumado viver em estado de alerta total que nem sabia como reagir.

      Não posso dizer que estou 100%, pois isto não é fato posso dizer que melhorei uns 75% a 80% em vista do que já estive e está sensação é muito boa. Ainda tenho muitos pensamentos escabrosos e que são pavorosos que não devem ser sabidos por ninguém de tão ruim que são (vocês TOCados como eu sabem o que digo), porém hoje consigo controla-los e não deixar que eles dominem minha mente e tirem minha paz como já fizeram. Sei que tudo isto é fruto da minha mente, da parte imaginativa, porém ao o lado racional que me permite saber que não sou o que esses pensamentos determinam e querem que eu seja ou faça.

      Não vou mentir, que não tenho medo de um dia ceder a eles e sucumbir novamente, mas para que isto aconteça sempre reúno coragem para enfrenta-los. Como eu disse a melhor maneira do valentão parar de atormentar é quando você mostra que não tem medo e que pode enfrenta-lo ele sempre vai pensar duas vezes antes de mexer com você até o momento que ele não vai tomar mais conhecimento de você porque não dá mais importância ao medo e as ameaças que ele te faz. Com o TOC é a mesma coisa, enfrente seus pensamentos, questione-se da seguinte maneira. Ei! Qual é alógica disto? tem fundamento eu pensar nisto que estou pensado? Por que devo me chatear por algo que sei que não é de minha natureza? o meu médico psiquiatra certa vez me disse que nossa condição frente ao TOC é como se estivéssemos andando e presenticemos algo a nos perseguir e nos criar medo, e ficamos com medo porque não viramos a cabeça para trás para ver se a sensação é verdadeira ou não. Quanto mais nos contemos em não olhar para trás, com mais medo ficamos. É assim que eu tenho feito para encarar meu TOC, olhando nos olhos dele e mostrando que sou mais forte que ele. Ele as vezes chega perto e quer me ameaçar, mas aprendo a mostrar a ele que controla as coisas.

      Excluir
    5. R.I.C., nao tenho palavras pra agradecer os seus comentarios. Vc parece ser uma pessoa mto legal e especial.
      Sem querer ser chata e abusar da sua boa vontade e paciencia, sera q vc pode falar mais sobre essas tecnicas q vc mencionou? Eu ja tentei de td...
      Vou dizer a verdade: eu preciso dar um jeito de vencer isso logo, e se possivel sem voltar na psicologa!! Tv ficando caro p mim e eu nao consegui chegar la no q eu queria dizer. Eu queria q simplesmente essa droga saisse da minha cabeca e ponto.

      Obrigada!!

      Excluir
  30. OI, pessoal quero agradecer pelos desabafos e comentários de cada um!!

    Tenho 30 anos e tenho TOC desde criança!
    Iniciou pegando e tocando nas coisas sempre em pares!
    Após isso vontade de xingar a Deus.
    E por ultimo, agora não desgrudo os olhos das partes sensuais das pessoas.

    Estou em tratamento com um psiquiatra já faz um mês e tomando o medicamento (OXALATO DE ESCITALOPRAM)
    aBRAÇOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Santos, muita força nessa luta. Tenha fé q Deus pode te curar.

      Excluir
  31. Vou escrever aqui um pouco do que se passa comigo pois talvez me ajude a mim e possa também ajudar alguém que sinta o mesmo o que eu.
    Tenho actualmente 22 anos, e até há cerca de 3 anos não tinha notado qualquer sintoma de relevante. Provavelmente, já há mais tempo que isto tinha aparecido, mas só há cerca de 3 anos se manifestou em força. Tudo começou quando uma pessoa minha conhecida contraiu HIV. De início fiquei um pouco chocada mas aceitei bem... Mas passado uns tempos os pensamentos de TOC vieram e atingiram-me em força. Deixei de conseguir estar com essa pessoa, em qualquer lado que tocasse tinha medo de ficar com a doença, tinha que estar constantemente a lavar as mãos... Deixei de sair de casa e isolei-me bastante do mundo. Sabia que se saísse ia tentar de enfrentar mil e uma coisas que consideraria que me iam atormentar... Locais públicos para mim eram impensáveis... Hoje já se passaram três anos, e ainda não recorri à ajuda de nenhum profissional, nem contei a ninguém aquilo que sinto... Pura e simplesmente aprendi a conviver com isto... Se calhar não é a opção correcta, mas ultimamente tenho conseguido levar uma vida feliz, com bastantes preocupações mas feliz... Continuo a cumprir alguns rituais para me sentir bem comigo mesma, mas alguns já consigo evita-los e passar por cima deles sem deixar que isso me afecte bastante.
    Este blog também foi muito importante neste processo, ler todas estas histórias dá-me força para continuar... Sei que esta luta ainda está longe do fim, mas um passo de cada vez... E conseguir controlar um pouco os sintomas já me faz sentir bastante bem... Ainda não levo uma vida 100% normal, mas já não anda muito longe.
    O que me deixa ainda mais triste no meio de tudo isto, é a pessoa que está a enfrentar esse grave problema de saúde que é o HIV. Neste momento em que ela mais precisa de mim e do meu apoio, eu afastei-me... Pura e simplesmente ainda não consigo lidar com toda esta situação pelo o enorme mau estar que me provoca. Sinto que estou a ser egoísta mas sinceramente ainda não me sinto com forças para conseguir ajuda-la :(
    Obrigada por este espaço e por nos "ouvirem"... Continuem com o excelente trabalho... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola amiga portuguesa! Compreendo a sua dor e, como todos aqui, sofro (ja sofri mais) de toc. Posso dizer q e mto doloroso admitir q sofremos de um transtorno psicologico e nao de uma doença fisica.
      O q posso te dizer e pra vc procurar ajuda profissional e buscar coragem pra dizer td o q puder nas consultas. Faça isso como um enfrentamento ao toc e a tds os seus males.
      Qdo vc se sentir segura e melhorar ainda mais, se vc conseguir tente conversar com essa pessoa e mostrar o seu carinho a ela. Tenho certeza q ela vai te entender, pois ela propria sofre de um mal terrivel.
      Eu entendo esse seu isolamento do mundo, pq eu me isolei tb, so q nao necessariamente dentro de casa. Me isolei em qqr lugar q estivesse. Esse ano foi mto dificil pra mim, sinto q foi quase q desperdiçado por causa do toc, mas ai tento pensar no q a Eterna falou uma vez, q temos q pensar no q conseguimos fazer apesar do toc. E isso ai, bola pra frente!! :)
      Espero ter ajudado pelo menos um pouquinho.

      Fiquem tds com Deus! Tenho certeza de q Ele ainda tem mtas bençaos pra derramar sobre tds nos. Amem!!

      Excluir
    2. Eheheh Notou-se muito que sou portuguesa? :D
      Muito obrigada pelas suas palavras... Ajudou e muito... É bom saber que existem pessoas que nos compreendem. Sei que não é pelas melhores razões que nos compreendem (pois é sinal que estão a passar um mau bocado também)... Mas sabe bem que nos "oiçam" e não nos censurem... :)
      Muito obrigada pelas suas palavras... E é como você disse... Bola para a frente! Temos que acreditar que melhores dias virão... :)
      Espero que todos fiquem bem dentro do possível, claro... E temos que ser mais fortes que tudo isto que nos está a acontecer e pensar que para a frente é que é caminho... :) :)

      Força a todos! :)

      Excluir
    3. Deu pra notar q e portuguesa sim, pq vc usa estruturas q nao sao naturais do portugues do Brasil. :)
      Essa compreensao, essa amizade, temos q usar td isso a nosso favor e ter mta, mas MUITA fe pra prosseguir.
      E mto dificil, mas temos q pensar q viemos ao mundo pra sermos felizes e estar bem com aqueles q amamos.
      Fica com Deus!!

      Excluir
  32. R.I.C., obrigado pela resposta!
    Em relação ao preconceito, não tenho. Sou amigo de gays e lésbicas e nunca tive preconceito. Mas esse pensamento é uma coisa que realmente me incomoda e me dá medo, e sei que por isso tende a aumentar e me deixar preocupado!! Suas palavras e "técnicas" para vencer o TOC são sábias, espero poder saber usá-las... Tá foda!!!


    Anônima, fico feliz por estar se livrando desse desgraçado, rsrs, espero chegar logo na mesma situação que você, pois to quase ficando louco!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ver que essa batalha já esteve mais longe do fim.
      Temos que tentar ser positivos e tentar tirar o positivo das coisas.
      Com muito esforço, mas acredito que todos vamos acabar por vencer.
      Isto só nos mostra o quão forte nós somos, pois so nos sabemos o que é suportar isto.
      Muita força

      Excluir
  33. Me assusta, não só esse pensamento, mas todos os outros!! E tenho uns bem absurdos!!!
    To cansado disso!!!
    São coisas sem sentido e sem lógica, mas que penetram na minha mente, e não consigo me livrar!! Assim que surge um pensamento, na hora começo a pensar que é verdadeiro, mesmo sabendo que não é!! Doença desgraçada!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é cara, sei que isso é uma porcaria. Teve uma época em que eu estava achando que era esquizofrênico e que tudo era mentira. Que as pessoas que viviam comigo e outras ciosas eram fruto da imaginação e ficava com medo de tudo ser uma farsa. Foram dias horríveis, porém eu sabia que tudo era coisa da minha cabeça e que ficava dando vazão àqueles pensamentos, assim continuei posicionado e enfrentando.... eles invadindo a minha mente e eu pelejando batendo de frente... Até que um dia foram ficando fracos até acabarem.... Foi custoso, mas tive que ter muita, muita paciência e força de vontade para não entregar os pontos... Atribuo muito isso ao medicamento adequado, ao meu psiquiatra, a minha psicologa e também a força de vontade... Como disse não tenho 100% de contro le sobre o TOC e os pensamentos, mas cada dia é uma nova batalha para que eles não venham com força e me dominem, espero continuar tendo forças para enfrentar e obtendo vitórias sobre as batalhas e espero que todos vcs também consigam.

      Excluir
    2. R.I.C., mas uma vez mto obrigada pelo carinho e atençao. Obrigada tb por partilhar o q houve c vc ha um tempo. E realmente mto duro vc querer uma coisa, sentir uma coisa e sua cabeça te bombardear com outra. É como se a gente fosse a gente mas o toc insistisse q somos outra pessoa. Estou la tb, amigos, pra enfrentar esse monstro e vencer. Eu sou mto maior do q ele, e infinitamente maior e Deus Pai.

      Excluir
  34. oi gente !
    eu me sinto melhor pois voltei a minha dose de remedeio, ha uns 15 dias, mas hj parece q voltou um pouquinho, nao como antes, mas de leve. o fato é qjue eu me sinto estranha, o que eu penso é como o mundo e estranho, como as coisas acontecem, fico me questionando e repondendo....isso e assim por causa disso, as coisas existem pq o homem construiu, como todos vivem..essas coisas que as vezez parecem que se encaixam e horas não...espero que todos melhoremos, que nos sentimos bem,,esppero que tenha dado um arecaída pq estou para menstruar...acho q isso acontece quando estamos nesse período né? um bom final de semana a todos@

    ResponderExcluir
  35. Passo para deixar um recado de que Deus está conosco; nos perdoa e nos ajuda. Tenhamos fé! Sei o quanto é difícil mas agarro-me ao provérbio do grão de mostarda; por maiores os pensamentos Deus é ainda maior. Gigi, pioro terrivelmente na TPM. Terrivelmente. Perguntei à ginecologista e ela disse-me que é esperado qq transtorno psíquico de base piorar antes de vir. Lucas, o toc é ilógico- não creio que tenhas preconceito com homossexuais, nada disso. É da doença. O Toc pega no que temos medo- talvez seja um medo seu mas há muitos depoimentos e tocs de homossexualidade, então lembre-se que é uma das manifestações da doença. Há pessoas no mundo todo que possuem este mesmo toc. É louco mesmo- atenha-se que é apenas um sintoma do Toc.
    Fiquem com Deus.
    Beijos,
    Andrea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii! Me identifiquei, meus sintomas pioram significamente na tpm :/

      Excluir
  36. Andrea! obrigada por suas palavras! Já não basta o toc tem que ter TPM tb! vou te contar hein..então, eu me sinto melhor, não me sinto ansiosa, mas tenho a sensação de que preciso entender o mundo..me sinto estranha! Agora, eu não sei se eu sinto isso por causa dos pensamentos ou essa sensação que acaba de fazendo pensar nos pensamentos!!! Credoooooooooooooo!!!! mas enfim, vamos lá que eu preciso trabalhar! um beijo pra todos! sexta tem consulta, espero até lá ter voltando 100% pro eixo! bjo Andréa!!!

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde pessoal , escrevo de Portugal
    E preciso de uma certa ajuda, eu fui num psicologo aqui em portugal e ele disse que sofria de transtorno Obsesivo compulsivo , em que o tema e o homossexualismo, o pior e que este tema apareceu quando eu uma vez numa ´'brincadeirinha'' com a minha namorada lesionei o penis e apartir dai parece que as ereções não são mais as mesmas... Nem quando quero ter ! Agora fui bombardeado com a questão serei gay ? Nada contra mas tenho 21 anos e nunca pensei em rapazes e de um momento para o outro sou bombardeado com pensamentos que quase me querem fazer acreditar que sim.., Sofro porque tenho namorada e temos relações, mas chegou a um ponto que as vezes fico sem cabeça para fazer nada , por favor o que vocês acham ?? Estou a ficar maluco!!!!

    ResponderExcluir
  38. Amigo português, para sua questão relativa à funcionalidade procure um médico urologista, creio que ele te ajudará melhor nesta questão. vc ainda é novo, porém as vezes essas coisas acontecem conosco homens em certas fazes, ficar com menos vontade, enquanto a maioria do tempo é o contrário a vontade é grande. Acho que isso não quer dizer que seja gay, o TOC, provoca este tipo de pensamento, não só em vc, mas em vários outros portadores, sejam eles homens ou mulheres.
    Vá ao médico urologista primeiro e veja o que ele tem a te dizer, diga a ele deste seu acidente, pode ter causado este problema e talvez o medo que você tem de perder a libido pela sua parceira possa estar desencadeando os pensamentos obsessivos. Depois disto vá a outro psicologo e que sá a um médico psiquiatra.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  39. R.I.C eu consigo ter relações, mas penso sempre que da proxima vez ja nao vou funcionar!
    E agora a minha cabeça diz me que sou homo e assim estou a dar em maluco e a sofrer pela minha namorada , libido já não tenho quase nenhuma, chegou a um ponto que so me apetece dar ''bala'' na cabeça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso meu amigo português, não pense em tal fim. O que isto vai te adiantar? Você está tomando algum medicamento para o TOC? Eles nos refream um pouco a vontade. Mas por fim, caso não e tiver com coisas na cabeça vá ao médico Urologista ele pode lhe esclarecer melhor o que está acontecendo com relação a vontade e outras coisas relacionadas. É o médico específico para essas coisas com o homem, não tenha vergonha em procurar um. ´a coisa mais natural do mundo, eu mesmo já fui varias vezes para desencanar de coisas, que só depois fui descobrir que eram colocadas pelo TOC em minha cabeça. Sempre ia achando que tinha de uma doença grave ou qualquer outro tipo de disfunção. O médico sempre me acalmava. Faça isso por você e pela sua namorada. Vai valer a pena.

      Abraço!

      Excluir
  40. Me perturba terrivelmente como minutos podem estragar dias bons.
    Tem coisas que por conta do toc eu não posso ler, que me fazem ter medo de que caso eu as leia os pensamentos sobre determinada temática voltem e que eu seja a única e exclusiva culpada, e que de certa maneira deveria desejar porque eu fui e li.


    Bizarrice. Eu sei. Mas explica isso pro meu emocional?

    Tem coisas que por exemplo, noticia, textos que eu prefiro hoje em dia não ler por medo de desencadear pensamentos, porém há anos atrás quando eu desconhecia ter toc eu lia sem problema algum. Seria curiosidade adolescente ou eu estava cedendo ao pensamento que eu não reconhecia como toc.


    Tem dias que eu não dou bola alguma pra fatos do passado. Tem momentos que eu fico remoendo e me coloco na posição de vilã suprema da história.

    É chato, é triste e dói.


    ResponderExcluir
  41. É verdade Aiya, eu já estava com saudades de vc mas por outro lado feliz que vc não aparecia para falar que o TOC estava te aprisionando e pressionando vc. NAda melhor do que um dia após o outro então espero que hoje vc esteja melhor do que ontem e amanhã esteja melhor do que hoje :) A melhor coisa é vc saber que esses pensamentos não são sua culpa e que vc deve tentar ignorá-los até que vc fique melhor. Por pior que seu dia esteja sendo lembre-se que depois da chuva e tempestade sempre vem o sol.
    Beijos

    ResponderExcluir
  42. É verdade Aiya, eu já estava com saudades de vc mas por outro lado feliz que vc não aparecia para falar que o TOC estava te aprisionando e pressionando vc. NAda melhor do que um dia após o outro então espero que hoje vc esteja melhor do que ontem e amanhã esteja melhor do que hoje :) A melhor coisa é vc saber que esses pensamentos não são sua culpa e que vc deve tentar ignorá-los até que vc fique melhor. Por pior que seu dia esteja sendo lembre-se que depois da chuva e tempestade sempre vem o sol.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miguelito,
      Como você está?
      Bom, eu sumi mais por conta da fadiga do trabalho, mas outubro é um mês relativamente difícil para mim - é o mês em que o toc mais relacionado a uma temática que me machuca mais faz "aniversário", então isso meio que piora. A típica coisa de nós "tocados" que sabemos dizer "dia, local, hora, se fazia sol ou chuva" ? O pior é que em momentos, porque tem dias que eu até consigo passar ok, eu me torno a vilã da minha própria vida, e pego fatos isolados, os junto e os torno uma somatória que significa que eu sou a própria culpada dos meus pensamentos que vem a minha mente.

      Conscientemente e coerentemente eu sei que não; mas por exemplo, quando adolescente eu me recordo de haver lido em sites que continham contos eróticos e blá,blá,blá. Curiosidade de meninada. Ok. Mas tem dias que meu toc que tem cunho religioso e sexual me tortura e quase me faz aceitar que eu sou a culpada.

      Escrever o parágrafo acima foi difícil, mas é terapêutico poder "falar" sem o sentimento de ser julgada e é quase o "fala em voz alta, te escuta e te perdoa". Aproveito aqui, para dizer que seu blog e sua coragem são um oásis no meio do sofrimento e do sentimento de estar sozinho em meio a uma multidão.

      Ultimamente tenho tentado técnicas de relaxamento, tais como música e aromaterapia; tento dar um pouquinho de paz para a minha alma cansada. Mas tem noites que antes de dormir eu fico imaginando como seria ter uma amnésia e não recordar-me de nada.

      De coração obrigada por suas palavras amigo!

      Abração, boa semana!

      Excluir
  43. Augusto Rodrigues05 novembro, 2013

    Olá pessoal, me chamo Augusto, 18 anos e tenho TOC. Gostaria de participar do grupo para ajudar e ser ajudado.Pelo que vejo há pessoas que frequentam o blog constantemente.Gostaria de participar também.

    Abraços !!!

    ResponderExcluir
  44. Augusto Rodrigues05 novembro, 2013

    O TOC é muito cruel e traz muitas dores, porém DEUS extrai coisas boas até deste mal. Sempre acreditei em Deus, porém colocava coisas deste mundo em seu lugar, era enganado pelo mal, e mesmo que em poucos meses (desde maio deste ano) já me sinto renovado, outra pessoa. E advinha quem foi uma das fontes para essa renovação? o bendito (ou maldito, sei lá) TOC. Existiu também outros problemas que me levaram a procurar Deus com mais fé, como tristeza e desânimo (em outras oportunidades gostaria de falar mais), porém parece que tudo está relacionado ao TOC, é tudo relacionado a uma cadeia de transtornos e desequilibrios.......... e foi isso a catapulta que me atirou pra DEUS............resumindo, o TOC tbm tem vantagens !!!

    Gostaria de postar mais, eu sinto que posso ajudar em muitas coisas !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Augusto Rodrigues18 novembro, 2013

      Olá Aparecida. Também tenho algumas coisas do tipo, pequenas premonições e algumas coisas que penso e acontece. Isso pode ser sim um dom que Deus dos deu, porém o inimigo quer nos bloquear ou usar esse dom para o mal. Muitas vezes uma das maiores fontes de ansiedade que sinto é relacionada as essas coisas "sobrenaturais", tipo eu fico com medo de meus pensamentos fazerem alguma coisa ruim com alguém !!! E tanto é q já ocorreu algumas coisas negativas q passaram na minha mente q aconteceu. O que me da grande alívio é pensar no q Deus gostaria d me dizer sobre isso, e com certeza é q eu n tenho culpa do q aconteceu, pq eu n queria aquilo, e pensei aquilo por conta do TOC, eu fico imaginado Deus me falando -Calma meu filho, calma. Creio q o fortalecimento espiritual nos dá um caminho certo e um clareamento na mente. Graças a Deus um dia toda dor acabará e viveremos eternamente com Jesus.

      Abraços.

      Excluir
    2. Sim, Aparecida, o mal constantemente atira em nossas mentes pensamentos ruins, e quem tem TOC acaba se confundindo mais, pois uma parte inconsciente nossa insiste em acreditar. Mas o sangue de Jesus tem poder para nos libertar. Amém.
      Abraços.

      Excluir
  45. Augusto Rodrigues05 novembro, 2013

    Amigos, não deixem que o TOC seja uma arma a disposição do mal para nos atacar,e sim uma ferramenta de Deus para nos alcançar.

    ResponderExcluir
  46. Miguelito e todos que acompanham o Blog, vou contar minha luta contra o toc..
    Tenho 17 anos e meu toc começou aos 7 anos de idade..
    foi uma luta ardua, rituais e obsessões, eu sofri muito mesmo assim como todos que tem toc.
    no começo desse ano eu piorei drasticamente.. então comecei tratamento com terapia e medicamentos, mas tive uma melhora muito rapida e mesmo nao sendo recomendado, eu parei de tomar os remedios por conta propria, e ja faz uns 6 meses que estou 90% melhor do toc, eu lutei com todas minhas forças para melhorar tudo isso..
    eu refleti muito nesse post..
    "não sei se tenho medo de viver sem o TOC ou se não irei mais me reconhecer sem o TOC.
    A pessoa que sou fez com que eu desenvolvesse TOC ou o TOC me fez a pessoa que sou hoje e sem ele eu não seria eu mesmo?"
    realmente é dificil responder essas questoes..
    Pessoal, tudo de bom para todos nós..
    Grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  47. Olá galera!!
    Estava uns dias longe do blog por conta principalmente do trabalho, mas aqui estou!
    RI.I.C., obrigado pelas palavras!
    Amigo português, não sei se leu anteriormente, mas passo por algo parecido com o seu toc (homossexualidade), então se quiser, podemos conversar mais sobre isso, pois é muito difícil de encontrar alguém que exponha esse toc.

    Galera, estou me sentindo um pouco melhor com essa nova medicação, fluoxetina, 60 mg por dia. Mas não estou tendo essa melhora toda, acho que por causa da ansiedade. Minha psiquiatra me receitou o lexotan para ansiedade. Tenho 3 dias com ele... vamos ver...

    E como estão todos??
    Eterna, cadê você?!?!!?!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou aqui, querido! Sempre estive! Nunca os deixei! Diariamente os acompanhei! Estou feliz que esteja melhor e estou sentindo que vc terá ótimos resultados diante do que relatou! Conte comigo! Em minhas preces, lembro de vcs, meus grandes amigos, tão necessários e que me fazem sentir tbm necessária!

      Excluir
    2. Sabe, é o seguinte. Os sentimentos, as reações, as percepções, quase todas as coisas para quem tem TOC parecem sempre decisivas, intensas, enfim... E, eu, de repente me deparei com um sentimento de atonitez, um típico estado de apatia diante do TOC, que simplesmente me fez sentir que estava saturada do TOC, sabe? Passei a vida caminhando com o TOC me pressionando, me impelindo, me empurrando, me apressando e chega um momento que vc dá um 'pause' repentino e não vê sentindo no ritmo atropelado em que está caminhando e vc para de repente pra ver se o TOC se atrapalha e tropeça ao esbarrar em vc q interrompeu os passos repentinamente por alguns instantes. E vc não quer mais correr, só caminhar lentamente no seu ritmo... E eu me senti cansada de me importar com ele e por um tempo senti como se não tivesse mais nem o que falar sobre ele, como se fosse um assunto já sem possibilidades de desenvolvimento da minha parte! Segui, mas não completamente satisfeita, pois não se manteve em mim uma sensação natural, mas uma sensação de repouso, mas com as marcas deixadas pelo TOC, tipo uma vingancinha dele por tê-lo feito de bobo ao fazê-lo esbarrar em mim na interrupção do ritmo acelerado. E, eu escrevo tudo isso, sem o mínimo medo de não ser compreendida, pq aqui é meu lugarzinho especial! O lugar que me permite abrir meu coração sem reservas, sem cuidados para não revelar demais quem eu realmente sou... O lugar que eu nunca abandonei, que eu fiquei feliz em me reservar um pouco, relembrando meus tempos de 'amiga oculta' e, observá-los, observar o desenrolar de suas conservas e ver vcs fazendo tão bem uns aos outros, recepcionando os novos que aqui chegaram... E, atenção, reparei que existem outras pessoas sumidas, pessoas q estavam interagindo bem e andam meio sumidas... Voltem!!!

      Excluir
    3. (aff, escrevi absurdamente demais. Foi preciso dividir em 3 partes)

      E, confesso, que houve momentos em que quis escrever, especialmente qdo precisa-se fugir, né? Mas, sobretudo, para cuidar de vcs! Me desculpem a ausência, caso mais pessoas tenham sentido! E, como não dá pra separar meus sentimentos, como não consigo discernir o que é por causa do TOC e o que não é, o tempo foi passando! E o TOC foi me dando motivos para esperar mais um pouco antes de voltar, como esperar sentirem minha falta, esperar para não quebrar meu recorde de afastamento, rs, esperar... Ou seja, o TOC fez o que faz de melhor ou de pior, como queiram, ele deu um jeito de fazer o q sempre faz. Ele se intrometeu de novo! Ele se intrometeu em uma decisão que era minha e a transformou em algo dele, distorcendo tudo! A decisão de ficar um pouco reservada era minha, mas esperar pela ocorrência de fatores que determinassem a hora de voltar, isso é coisa do TOC! Ele está sempre tentando condicionar tudo o que bem entende! E, eu tbm me ocupei com outras coisas na minha vida, mas eu posso afirmar que não me impediria de estar mais presente! Eu priorizo muito estar aqui, vcs sabem! A intensidade é uma marca minha, talvez muito provavelmente por causa do TOC, observem q eu era oculta ao blog e depois do primeiro comentário, eu simplesmente levei muito a sério, rs. Mas, as ideias que eu tenho por causa do TOC influenciam em muitas coisas e essa foi uma delas, mas assim eu não tô sofrendo e nem estava antes, sabem? Essa lucidez me garantiu a chance de respeitar um pouco o meu ritmo! E, ao me reservar, não pensem que simplesmente me senti livre do TOC, eu só me senti cansada dele! Mas, ele realmente deixa um vazio qdo vc emerge um pouco da correnteza na qual estava se afogando! Acho q é isso mais ou menos q o Miguel às vezes descreve. Pq tipo assim vc está acostumada a um ritmo ansioso e louco e agitado e tal e, qdo vc dá esse 'pause', vc meio q sente uma serenidade da qual vc fica alerta, na expectativa, procurando o q há de errado... E se assusta qdo simplesmente se dá conta q tudo vai bem! AAAhhh, eu A-M-O a sensação de bem estar e meu ímpeto é agradecer a DEUS! Sabe, estou misturando as sensações e sentimentos pelos quais eu passo! Acho mesmo que nós precisamos nos encontrar e verbalizar essas coisas pelas quais passamos! Seria incrível! Acho q todos nós iríamos rir bastante! Eu me sinto realmente realizada e alegre em interagir com vcs. Levo muito a sério tudo o que escrevo, pq sei que palavras podem ser marcantes especialmente para quem TOC! Já vi aqui pessoas com a mesma preocupação q eu já tive de evitar falar algo com alguém que não possui TOC por receio da pessoa ficar com aquele pensamento fixo, mas sabemos q não é assim, q essa característica é típica de quem tem TOC, quer dizer, uma pessoa sem TOC não vai se sentir transtornada-obsessiva-compulsiva com algo que falarmos!

      Excluir
    4. olha a terceira parte aí, gente :)

      Eu desejo de todo coração que todos tenham um excelente feriado, final de semana e sucesso na luta todos os dias! Quero dizer que se Deus quiser estarei aqui hj, amanhã e nossos próximos dias, buscando reservar um tempo para estar aqui respondendo e animando vcs e ao mesmo tempo me animando! Depois vou reler atenciosamente os últimos comentários e dar minha opinião! Fiquem com Deus! Espero que não tenham se chateado com minhas justificativas, com o tamanho da resposta e espero q ainda me compreendam como sempre compreenderam e tenham paciência ao lerem palavras q possam parecer sem sentido, mas vcs sabem q tudo faz um sentido diferente para nós e que eu tenho necessidade de explicar as coisas como são e não poderia deixar de tentar descrever! Nós somos fortes e guerreiros, acreditem! Nos esforçamos sobremaneira para traduzir em palavras sentimentos q tantas vezes se mostram indecifráveis e difíceis de compreender! Preciso encerrar, pois estou escrevendo a cada instante novas ideias e isso se deve única e exclusivamente a uma coisa: CULPA. Culpa por ter revelado meus motivos q agora me fazem sentir muito boba, culpa por parecer que estou me dando muita importância, culpa simplesmente pq sinto culpa (vcs sabiam q eu praticamente não sinto culpa atualmente? Mas, nem sempre foi assim! Ah, mas é outra história e acho q até repetida, pq já falei sobre isso com certeza, mas depois posso falar de novo se existir alguém culpado lendo isso). Beijos! Adoro vcs! :)

      Excluir
    5. Sabem, eu estive aqui mais cedo digitando umas ideias e sabem o que aconteceu? O computador desconectou e o que eu tinha escrito sumiu e eu fiquei com 'preguiça' de reescrever... Ah, eu achei que eu não ia pular essa parte, mas não consigo deixar de contar esse detalhe, trata-se da tal necessidade de explicação! No que eu tinha escrito antes, eu começa dizendo que sou exagerada :o devido ao desenrolar da minha prosa acima, mas agora com mais calma, eu li tudo o que escrevi e não achei tão exagerado, a verdade é que eu tinha essa ideia pq não tinha lido antes de publicar, mas agora vejo q não falei nada absurdo. Mas, eu voltei aqui para falar sobre o que causa transformações como essa pela qual eu estava passando e trata-se da "revolta". Sabe quando vc se revolta e vc assume uma postura diferente da que está mantendo. No meu caso funciona assim (até mencionei nos comentários de hj, mas não associei diretamente à revolta): OU eu fico revoltada, mas tão revoltada que eu simplesmente digo que não to nem aí mais, que não vou mais resistir às bobagens do TOC, blá blá blá (o Mig já viu eu passar por isso, rs, e disse que sabia que logo ia passar essa minha fase e realmente passou, não é grave, sempre supero e logo estou lá lutando de novo) OU fico tão revoltada que eu busco fazer justamente o contrário: resisto e sigo adiante, se penso algo que gostaria de “despensar”, eu me convenço a não perder tempo fazendo o impossível, q é “despensar” um pensamento que já foi pensado e sigo, sigo em frente. Qdo eu falo “despensar” não estou errando no português não, ta? Não tô dizendo “dispensar”, estou dizendo “despensar” msm, no sentido de fiz/desfiz – pensar/despensar, rs. Pois é, qdo o TOC tá puxado, ele fica tentando me fazer anular um pensamento com outro pensamento, despensar um pensamento pensado e impossível de ser despensado, eita!!!Mas, queridos, já foi absurdamente pior! Vcs não podem mensurar o quanto hj eu sou livre deste tipo de TOC em comparação a tudo q já passei! E, puxa não queria me estender de novo, mas eu vim aqui novamente para escrever sobre minha fase que estou chamando de “adolescência tardia”, tipo eu estou com sentimentos, comportamentos, desejo de liberdade, vontade de assumir o controle da minha vida, os sentimentos típicos de quem tá mudando, se transformando... só que to vivendo agora e a revolta se encaixa aí tbm, sabem? Eu fui sempre muito superprotegida e, ao mesmo tempo que, é uma sensação única ser cercada de tantos cuidados, há o lado em que me tornei tão indecisa, tantas vezes incapaz de tomar minhas próprias decisões, de seguir meu caminho, minhas vontades... Recentemente, sofri com pensamentos sobre essas coisas e é tão difícil, gente! Sentir que queria tudo tão diferente! Mas, caramba, não sou a única culpada em ter me tornado acomodada, indecisa... e não consigo mudar uma vida inteira de costumes em um curto espaço de tempo! Boa noite, queridos! Sigamos em frente com fé em Deus e lembrando tudo o que já vencemos, resistimos... E que a lembrança de que somos capazes sempre nos leve a lutar de novo e de novo! Beijos! :)

      Excluir
  48. Eu vou ler tudo quando chegar em casa, MAS FIQUEI TÃO FELIZ EM VER TEUS COMENTÁRIOS MINHA QUERIDA ETERNA!!!!!!! <3 :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu fiquei mais feliz em ver o seu comentário e mais ainda que vc ficou feliz em ver os meus! Espero que goste! A ansiedade e a necessidade em tentar deixar tudo bem explicado resulta em comentários grandes e que algumas vezes acabam abordando sentimentos além do TOC, mas é como eu já disse: somos mais que o TOC, não somos apenas TOC, mas os sentimentos intensificam-se muito devido a termos TOC, então acaba que abordamos os efeitos de tantos sentimentos que ocorrem em um ritmo muito acelerado dentro de nós! Sabe que, ao lembrar desses enormes comentários do meu retorno ao blog, ainda surge em mim um pouquinho de um pensamento que acha que super-exagerei, mas hj em dia já não me martirizo por algo assim, pq minhas intenções são sempre boas, busco fazer o melhor, mas anos de TOC imprimindo culpa muito intensa desde os mínimos gestos até os relacionados às ações mais decisivas, acabou deixando resquícios, mas eu vejo minha realidade hj nesse sentido dos sentimentos de culpa como uma super-vitória, uma grande progresso, pois eu fui me convencendo a não exigir tanto de mim, comecei aos poucos e fui progredindo positivamente. Às vezes, penso que exagerei, pois fui atropelando a culpa de um jeito para me defender, que dificilmente eu sofro por culpa e fico refletindo sobre isso, pq sei lá, a culpa em alguns momentos é necessária para refletirmos sobre nossos possíveis erros e evoluirmos, mas tipo é como se eu tivesse esgotado meu estoque de culpa nos anteriores anos de vida até aqui e agora é só seguir praticamente livre dela. Mas, com certeza eu sou mais feliz agora e, até poderia corrigir ou complementar a ideia da seguinte forma: não é que não sinta culpa, acho que na verdade é que de um tempo pra cá, eu deixei o exagero típico do TOC, mas como eu antes não encarava as situações dessa maneira saudável, fico refletindo muitas vezes que estou "desculpada" demais! O importante é que nessa nova e boa fase, eu permaneço consciente dos meus atos, eu tenho muito cuidado com meus gestos, ações, palavras e a culpa existe na necessidade de esclarecer tudo com as pessoas, de não deixá-las com impressões erradas sobre algo que eu possa ter falado ou feito! Enfim, o mais importante é ter discernimento entre o adequado e o exagero, sermos mais nossas próprias amigas e confiar, ter fé em Deus e em Seu Precioso Tempo, que um tempo diferente do nosso! Sei que a fé algo delicado para muitos TOCados, mas Deus nos conhece, não nos desesperemos! Beijos, querida! :)

      Excluir
  49. Bom dia, queridos! Como estamos? Aproveitamos bem o feriado prolongado? Ou ficamos em estado de alerta procurando onde estaria o problema dessa vez? Eu tinha digitado boa parte do comentário e fechei a página sem querer, mas não vou contar esse detalhe para vocês, pq isso de ficar explicando tudo é coisa do TOC... ops, já contei! :o
    Sabe, eu acho que se nós nos resignarmos e refletirmos diante das situações pelas quais passamos, nós conseguiremos aproveitar todas as ocasiões, especialmente as mais adversas, para crescermos, melhorarmos positivamente, avaliar as condutas e ver o que queremos ser, como queremos agir! Puxa vida, as palavras são poderosas! As palavras podem ser tão decisivas! "As palavras podem aliviar dores emocionais", conforme disse Shakespeare, mas eu sei que as palavras também podem provocar sofrimentos emocionais, caramba, como determinadas palavras doem... Eu sempre busco pensar muito antes de falar, pois compreendo a necessidade dessa preocupação com o outro, eu sou muito da filosofia "não faça aos outros o que não querem que te façam" :)! Mas, obviamente, não sou perfeita e cometo, algumas vezes, meus vacilos! Mas, acho importante ser capaz de olhar as situações nas quais nos envolvemos e avaliar o que queremos ser! É importante avaliar nossas condutas e as condutas das outras pessoas tbm, para assim melhorarmos cada vez mais nosso jeito de ser e agir! Não estou falando em julgar o outro, mas com certeza, avaliando a conduta do outro, nós colocamos em nós o sentimento de querer ser igual ou diferente ao que encaramos! Eu tenho sentimentos muito intensos! Hj msm eu me questionava se havia passado na fila da sensibilidade 4 ou 14 vezes, rs! :) Não sei dizer, mas sei dizer outra coisas: ainda sou a mesma de muitos anos atrás! Claro, em tantos aspectos estou mudada, mas percebi meu jeito de ser tão nítido e evidente, o mesmo sentimento de sempre e confesso que é bom, saber que eu ainda sou assim! Tá, eu queria ser mais forte, pois às vezes, pareço frágil, mas entre ser como eu sou e ser de outras formas, com as quais definitivamente não concordo e não fazem meu perfil, eu prefiro ser absolutamente assim. Somos julgados até por nossos familiares, pessoas próximas, muitas vezes, mas eu parei de me importar, pq é fácil para outra pessoa te olhar, destacar uma característica sua e te expor, te definir como uma coisa só. por exemplo: "Ela é boazinha", "Ele é esquentadinho", "Ele é egoísta", "Ele é estranho", "Ele tem TOC"... É muito fácil julgar assim, mas acontece que ninguém é uma coisa só e só quem nos conhece integralmente é DEUS e só Ele pode nos julgar! Eu tenho essa confiança e me importo muito com todos vcs, eu sempre estou lembrando ao postar aqui que a fé é algo delicado para alguns de vcs, eu sei! Mas, busquem não sofrer, encham o coração de vcs com luz, é preciso muito esforço, mas persistam! E coloquem no coração de vcs que se as dúvidas relacionadas à fé de vcs causam tanto sofrimento em vcs, significa que vcs possuem de fato essa fé, pq se não fosse assim, não doeria tanto! A gente costuma sofrer apenas pelo que é importante para nós! Bom, vou ficando por aqui, pois era pra ser só um "oi"! Até mais! Fiquem com Deus! Beijos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Augusto Rodrigues18 novembro, 2013

      Oi Eterna, ótimas palavras, parabéns.
      Você poderia me ajudar, meu TOC ataca mais na área religiosa, sexual, na leitura e mania de lavar as mãos. Creio sim na cura dessa enfermidade. Jesus tem a capacidade de nos curar de todo mal. Esse blog é muito bom, agente realmente tem muito em comum, n so relacionado ao TOC, mas também na inteligência.

      Abraços.

      Excluir
    2. Oi, Augusto! Obrigada!
      Espero poder ajudar sim! Olha, apesar de não possuir esse TOC que sei que muitos têm sobre a fé em Deus, eu consigo compreendê-los, pq sei como o TOC é cruel e sempre resolve atacar naquilo que ele percebe que 'balançou' a gente. Por isso, eu busco ter esse cuidado qdo falo de Deus aqui, pq sei que muitos estão lutando para manter sua fé, q é algo tão precioso q nós temos e para muitos o TOC tenta distorcer! Mas, eu reparo tbm que o TOC age de diferentes formas sobre a nossa fé. Para alguns, ele impõe constantemente dúvidas sobre a crença em Deus... E, muitas vezes, por outro lado, percebo o TOC tentando estar presente na nossa fé, mas de um outro modo, ou seja, tentando nos submeter ao exagero, fazendo preces para garantir que tragédias não ocorrerão, como tentando fazer com façamos preces e orações por obrigação, entendem? Acredito q todos já viram depoimentos onde sentimo-nos muitas vezes obrigados a dizer palavras, frases, pequenas orações para garantir que tudo estará bem .Nesse sentido, eu luto para não deixar o TOC influenciar, pois eu quero fazer as minhas orações sem o peso de estar sendo obrigada ou algo assim!
      Bom, o TOC sempre acaba mexendo com um pouco de tudo. A temática sexual acaba surgindo de formas muito variadas, tendendo a tantas vezes nos envergonhar, constranger, confundir, etc. Na leitura, hum... tendemos a ler várias vezes o mesmo trecho... É a isso que se refere? E, sobre a lavagem de mãos, nesse tipo de TOC eu sou campeã! Mas, como eu já disse aqui algumas vezes, a meu TOC de lavar as mãos não está simplesmente relacionado à necessidade de evitar contaminação, etc. É que é muito delicado, pois eu repito tanto esse gesto em tentativas, muitas vezes, em "lavar uma ideia", quer dizer, se fosse apenas para limpeza/higienização das minhas mãos, uma lavagem bastaria, tenho consciência disso, pois as lavo muito bem já na primeira vez. O problema é que quando lavo minhas mãos, estou tentando tirar de mim uma ideia devido ao toque de alguém, por exemplo... e isso é o prejudicial, pois desencadeia em mim a necessidade de lavar as mãos mais de uma vez e eu digo para mim exatamente isso: "Suas mãos já estão limpas, já estás livre do que querias, o que vc quer lavar, não pode ser lavado com água e sabão", pois não se lava um pensamento! Essa lucidez é muuuito necessária para minimizar esse TOC! E eu continuo lutando!
      Confio sim com toda certeza, fé e esperança na nossa cura! Acho que se conseguirmos enquanto lutamos ir desenvolvendo essa serenidade que eu estou tentando manter agora, nós veremos que existem outras direções para onde olhar, quer dizer, sei o quanto dói ter TOC, mas ficar perseguindo a cura não nos permitirá ver mais nada, nós precisamos olhar para os lados e ver, por exemplo, as outras pessoas que precisam de nós e do nosso apoio e ir caminhando, buscando resistir aos pensamentos de TOC e viver. Não podemos deixar de viver enquanto lutamos e começar a viver e aproveitar as outras coisas da vida só quando estivermos curados!
      Abraços fraternais! :)

      Excluir
    3. Augusto Rodrigues21 novembro, 2013

      Obrigado pelas palavras.
      O TOC realmente ataca naquilo que te gera fortes sentimentos, em coisas que vc da muito valor, como religião, opção sexual, saúde e pessoas queridas. Em relação ao meu TOC Eterna, posso t dizer q ele está mais para muitos pensamentos obsessivos e algumas compulsões, sendo q a maioria das compulsões se baseiam em repetições mentais d coisas q já aconteceram. Em relação ao TOC religioso, oq mais me ataca são pensamentos q me fazem duvidar q Deus é bom, esses pensamentos me fazem sentir como se Deus nos tivesse criado somente para sermos tipo "escravos" Dele, e eu sei q Ele nos ama e luto bravamente contra esse TOC (algo q me da muita força é saber q Deus sabe pelo q eu estou passando, sofre comigo e está sempre me ajudando) um pensamento q me da muita força é saber q as melhores características q eu possa imaginar q Deus tenha , ainda é pouca, q o q eu entendo por amor ainda é pouco se comparado ao q Ele sente por mim. Em relação ao TOC sexual, te digo q é muito doloroso !!! Gosto de mulheres, e as vezes vem pensamentos e sentimentos q me fazem pensar q sou gay, ae eu sinto muito nojo, pois tenho certeza q n sou, n sinto nenhum prazer nisso............ É UMA TORTURA............. Na leitura tenho mania d reler as coisas com medo d n ter entendido algo importante.... E meu TOC d lavar as mãos se baseia mais no medo d estar com a mão suja e quando for cumprimentar os outros tipo, sujar as mãos deles, tipo como se eu tivesse sendo mal com os outros........

      Excluir
    4. Oi, Augusto! Que bom que vc escreveu! De nada, não há o que me agradecer! Eu fiquei comovida com seu relato, especialmente no momento em que vc falou de Deus! É possível sentir que, apesar do TOC tentar constantemente fazê-lo acreditar no contrário, vc sabe que Deus é Bom, que seu Amor é incondicional a ponto de ter enviado seu Filho Único para nos salvar! Eu sinto muito pelo sofrimento, pq sei o quanto é difícil conviver com pensamentos totalmente contrários às suas vontades, ideias, opiniões... Sei do sofrimento que é lutar para se convencer que as ideias que surgem por causa do TOC não refletem o que sentimos realmente e isso não é por preconceito na questão da opção sexual, por exemplo! É que simplesmente não reflete a realidade, mas o TOC joga justamente assim, tentando persistentemente nos expor às ideias contrárias às nossas e quanto mais tentamos nos desviar, mais ele se intensifica! Mas, eu quero colocar uma luz nos corações de vcs, compartilhando meus bons resultados graças ao esforço que dediquei nas pequenas coisas! Da mesma forma que o TOC nos ataca diariamente e muitas coisas, nossa luta tbm precisa ser proporcional, acredito que devemos lutar nas pequenas coisas e vencendo-as certamente teremos sucesso nas coisas maiores tbm, pois se a essência do TOC é a mesma para TOC menos severos e para os mais graves, se ele mexe com as mesmas áreas do nosso cérebro, logo se nos dedicarmos a desacostumar nossa mente em acreditar e obedecer àquele TOC mais simples, conseguiremos lutar contra esses mais dolorosos, absurdos e que nos fazem sofrer mais! Exercite-se para vencer o TOC gradativamente! Convença-se que compreendeu o conteúdo lido e não fique relendo tantas vezes dando atenção a essa ideia que pode estar deixando de entender algo importante! Repare, amigo, que vc sabe diferenciar as situações, ou seja, sabe a diferença entre quando vc realmente não entendeu o que leu e qdo faz isso por causa do TOC. Tanto vc sabe que vc escreveu aqui que isso é TOC, então vc precisa se esforçar para seguir adiante sem dar ouvidos a este TOC... Vc vai sentir que precisa ler, vai ficar ansioso, mas se vc persistir, eu te garanto que a ansiedade passa e vc esquece! Claro, é mais fácil ceder e proceder a leitura repetidas vezes, com certeza é mais fácil, mas dessa forma não nos livramos da compulsão! E, se vc resistir uma vez, vai sentir vontade de resistir outra vez e outra e vai querer resistir nos outros TOCs tbm e vai sentir muita, mas muita vontade de contrariar o TOC! E, qdo vc confrontá-lo, vai ver que és tão forte, tão maior perante o TOC! Tipo, vai mostrar quem manda, sabe? Não é mesmo, R.I.C.?

      Excluir
    5. Ah, o meu TOC de lavar as mãos, acho que é o mais crônico, mas até nesse que eu pratico há um bocado de tempo, eu senti minha melhora! Meu Deus, quando eu comparo o jeito que era antes com o que é agora, nossa, a diferença é nítida! Pq eu tenho uma dificuldade de lidar com essa questão de contato com as outras pessoas, isso de cumprimentar apertando a mão, abraçar, receber um beijo na face, esbarrar... enfim, é algo delicado, mas eu percebo o quanto melhorei, sabe? O quanto consigo aceitar mais o contato físico com as pessoas! E isso me deixa satisfeita, pq eu gosto das pessoas! Mas, o TOC mexe com as minhas ideias, cria uns pensamentos distorcidos e eu passei muito tempo tentando tirar de mim as "impressões" deixadas pelo contato com as pessoas, mas à medida que melhoro em um aspecto, eu vou melhorando nos outros também! E, eu percebo, naturalmente, como um presente, como resultado da minha luta de anos... E, é tão bom! Anime-se, pois eu já sofri um bocado com pensamentos repetitivos e eu sofri pq tinha necessidade de anular um pensamento com outro pensamento, como se um pensamento "adequado" pudesse apagar o pensamento que tive antes, como se eu não tivesse pensado aquilo, é o que eu chamo de "despensar" um pensamento (assim, bem redundante). E, hj, aqui estou, milagrosamente, cada vez mais capaz de ignorar os pensamentos que o TOC joga aqui para eu ler, pq é tanta coisa que ele faz passar por nossa mente, que realmente parece que não nos pertencem e realmente não pertencem, mas aí ficamos confusos, pois como podem não ser nossos se estão em nós? Mas, simplesmente não são! Eu digo que estou conseguindo milagrosamente ignorar os pensamentos de TOC e não sofrer por eles, pq realmente acredito nos milagres em nossas vidas, mas esse milagre é conquistado com nossa dedicação também, pois precisamos fazer a nossa parte, seguindo adiante e lutando, confiando, mesmo quando o TOC diz que não, que Deus está ao nosso lado! E não desanimar quando vacilarmos e sentirmos vontade de ceder ao TOC, pois existem dias nublados, mas o sol sempre chegar para aquecer e iluminar nossas mentes, nossas ideias e nossos corações! Vc não é mau e não estará fazendo mal aos outros! Lembre-se de se concentrar no que é TOC e buscar superar! Vc consegue!

      Excluir
    6. Oi Eterna, me desculpe pela demora, é que ando bem ocupado. Realmente Eterna, creio que Deus é maior do que tudo e que nos ama tanto, mais tanto, que deu seu filho unigênito para nos lavar do pecado. Essa técnica de resistir ao TOC é extremamente eficaz, tenho usado ela constantemente.Quando vem o TOC eu desvio minha atenção dele e logo a ansiedade passa, e quanto mais se pratica, melhor ficamos. O que me dá mais força é lembrar que Jesus está comigo. E clamo pelo poder que há no sangue de Jesus para que Ele me cure dessa enfermidade...............mas lembre-se, se Deus permitiu que fossemos atingidos por essa doença, há um propósito, há um motivo, e eu consigo ver inúmeras jóias que Deus me deu que veio decorrente do TOC, como por exemplo, uma amizade maior com nosso Ele. Fique com Deus, e que Deus te ilumine, ore por mim e orarei por você,pois é extremamente importante que os irmãos orem um pelos outros. Gostaria de escrever mais frequentemente, vou tentar. Abraços.
      A paz do Senhor Jesus esteja convosco.

      Excluir
  50. Miguelito, de uns 4 meses pra cá, aconteceu algo estranho. eu consegui me livrar "magicamente" de rituais que me incomodavam. vou explicar. eu estava muito, muito estressada com vários problemas pessoais e, de repente, me deu um acesso de raiva muito grande, em que eu "prometi" que iria simplesmente aceitar o toc e não mais tentar me livrar dele, ou qualquer coisa parecida. Desde esse dia, só tenho um TOC: o de "desfazer" essa promessa que fiz, pois, não estou conseguindo lidar com a vida sem os rituais que eu tinha. e, pior, pensar que sumiram "magicamente", quase sem nenhum esforço, isso é muito estranho pra mim!! em compensação, penso nisso de que preciso desfazer esse pensamento o tempo inteiro, eu diria 24h do meu dia, pois até dormindo eu penso nisso, e fico angustiada vários e vários dias. é como se houvesse uma mudança no ritual. tinha rituais diversos, antes, que mudavam, mas que eu consegui desfazer, ou refazer, e ficar "bem". agora, estou presa nesse, em que não consigo agir de forma alguma para superá-lo. tento recordar do dia em que isso ocorreu, e tento desfazer, mas é tudo vão. Não tomo nenhuma medicação, e nem faço terapia. Será que a terapia me ajudaria nisso? especificamente nisso? acredito que também tenho medo de pensar em como seria minha personalidade sem o TOC. achei que só eu tinha isso, até ler o que você escreveu. enfim, estou muito confusa.... obrigada.

    ResponderExcluir
  51. ah, esqueci de mencionar uma coisa. desde que isso ocorreu, há 4 meses, eu ando constantemente me sentindo apática. nao vejo mais graça em nada, cheguei a pensar que estava com início de depressão. e já pensei, também, que poderia ser certo "agravamento" do toc... pois, antes, conseguia realizar os rituais. e agora, sem eles como antes, estou perdida e fixada na ideia de desfazer o que prometi há 4 meses. acredito que essa promessa foi toda baseada num ritual da minha cabeça, mas estou tão angustiada. tenho toc há dois anos. enfim, é isso. obrigada novamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônima, sei do que está falando! Me identifiquei especialmente em: "prometi que iria simplesmente aceitar o toc e não mais tentar me livrar dele, ou qualquer coisa parecida" e "eu ando constantemente me sentindo apática". Incrível, mas já passei por isso! E também acho que melhorei do TOC, não sei dizer se com essas fases de "rebeldia e revolta contra o TOC" que me deixam com vontade de simplesmente "deixar rolar" sem me esforçar para resistir e ao mesmo tempo sem lutar para obedecer o TOC e esse sentimento de apatia. Achei muito curioso vc escrever "apatia", pq há muitos meses, eu escrevi em uma agenda sobre os sentimentos pelos quais eu estava passando e eu defini exatamente com esse termo (apatia). Agora que vc escreveu este fato, vou ver se depois transcrevo aqui no blog esse relato que escrevi aqui na minha agenda! Fique com Deus! Eu entendo perfeitamente essa reação diante do TOC. Chega um ponto que simplesmente... sei lá... ele nunca faz sentido, mas chega um momento em que ele realmente não faz sentido algum e a gente cansa e parece que foi repentinamente! Beijos! :)

      Excluir
  52. Eu vou compartilhar com vocês algo que escrevi faz um tempo já. É a passagem a que me referi no comentário acima, que transcrevo da agenda agora. Eu não me sinto da forma conforme o relato que segue. Na verdade, eu me sinto muito bem ultimamente. Eu percebo minhas intenções de ser uma pessoa boa e me sinto muito serena e de bem comigo. Acho que estou amadurecendo realmente e lindando melhor com as coisas da vida! Eu quis compartilhar esse relato, pois me identifiquei com o relato de uma das nossas amigas e lembrei que já senti coisas parecidas. Já havia até pensado em compartilhar, mas como tudo acontece no tempo certo graças a Deus, a ocasião mais oportuna surgiu com o comentário da Anônima. Segue o relato. Ah tem umas passagens entre parênteses, porque não me contive e comentei algumas coisas no momento da transcrição:
    Parte 1:
    Geralmente, eu sou cheia de sentimentos aflorando e se manifestando em meu íntimo. São sempre tantas sensações, que essa indiferença me deixa indignada. Eu não nasci para deixar a vida me levar, mas a vida está me levando agora e eu não estou resistindo. Por quê? Porque acho que é o correto. Essa sensação de vazio é nova para mim. Me acostumei com a intensidade dos sentimentos e mesmo que eles de tão intensos me transformassem em uma pessoas especialmente ansiosa, eu me reconhecia mais quando as coisas eram assim, porque eu parecia mais viva e empolgada com as coisas. Mesmo com as adversidades, eu contava comigo mesma e com meu alto astral para seguir adiante mesmo atropelando tudo... Mas sobrevivia... Sabia que nada importava, que nada poderia me fazer desistir, que sempre lutaria bravamente por mim e por minha felicidade! Não significa que agora eu não queira e nem lute mais para ser feliz, mas eu estou em um estado indefinido de apatia. É como se eu tivesse trocado uma paixão avassaladora, que faz loucuras com seus sinais vitais, que mexe absurdamente com seus sentimentos e com quem você é ou pensa que é, para me entregar a um amor sereno e tranquilo de um amigo que não te desperta os intensos sentimentos de outrora, mas que te faz tão bem que você decidiu dar uma chance a ele e a si mesma. Tudo isso é apenas uma alusão. Para tentar entender porquê eu mudei.

    ResponderExcluir
  53. Parte 2:
    Estou passando por uma fase que não fui prevenida que existia. Eu sabia das transformações e sentimentos exagerados da adolescência, mas essa fase pela qual estou passando está revelando a minha ‘adultez’. É estranho que eu até pareço uma recordação de mim mesma. Eu não sou a menina que era ainda ontem. E, quando reconheço sentimentos, gestos, risos e lágrimas típicos dessa menina que representa a minha versão original de mim mesma, eu me emociono e fico feliz com o reencontro. Mas é desesperador pensar que a versão original de mim mesma possa não ser a versão verdadeira de mim mesma, porque parece que quanto mais o TOC me abandona, mais diferente de mim eu vou ficando (rs, interessante como esse trecho que acabei de transcrever se assemelha tanto ao que o Mig escreveu neste post. Ei, Mig, eu escrevi isso aqui primeiro! Mas parece até que combinamos : !). Agora tento calcular há quantos anos o TOC decidiu ser meu inimigo fiel. Porque sempre digo que o tenho desde a infância, mas mensurar e expressar o número de anos é pelo menos assombroso (mas não quero assombrar ninguém, vejam que na ocasião eu trazia comigo esses sentimentos e hj me sinto tão bem). Estou tentando recordar quantos anos tinha quando aconteceu aquele episódio, que considero como o início do TOC para mim. E, ao mesmo tempo, mesmo sendo essa lembrança decisiva, eu era tão criança que talvez o TOC já estivesse presente antes (e eu não tinha me dado conta).

    ResponderExcluir
  54. Parte 3:
    Mas, o que estou tentando compreender é que a necessidade de lutar por mim sempre fez ser uma pessoa otimista e alegre em meio a toda a ansiedade e conflitos que o TOC me impôs. E eu fico pensando: será que o TOC vai me deixar e como preço irá levar consigo a minha força de vontade? (hoje tenho a resposta: nan nan nin nan não, não vai não!). Será que o TOC está me enganando? Porque eu ainda ajo como uma típica transtornada-obsessiva-compulsiva (não parecendo, dessa forma, que o TOC foi embora). É tão cruel que mesmo quando a gente melhora em algum aspecto do TOC, a gente quase não aproveita. É um tipo de TOC crônico (acho que eu quis dizer “É tipo um TOC crônico). Outro dia eu estava na igreja e comecei a devanear sobre meu TOC (olha, Mig, escrevi “meu TOC”) e concluí que eu sou como um cavalo preso pelos arreios a vida toda. De tão acostumado aos arreios que lhe privaram a liberdade por tanto tempo, mesmo livre o cavalo não sai do lugar, pois sente-se preso e não sabe que pode gozar plenamente da sua liberdade. Pois eu, mesmo não estando totalmente livre dos arreios, não consigo sair do lugar mesmo que estes arreios tenham sido um pouco folgados.

    ResponderExcluir
  55. Encontrei esse trecho em um e-mail que enviei para um grande amigo meu e fiquei com vontade de compartilhar aqui. Pode ser que seja da época em que meus sentimentos estavam da forma conforme relatei nos trechos transcritos acima. Percebi que em diferentes momentos eu relatei meu sentimento de conformação perante o TOC, a minha não-vontade de lutar contra ele, ao mesmo tempo de obedecê-lo, meu sentimento de revolucionária adormecida, qdo eu acabei dizendo que havia desistido de lutar contra o TOC. Segue na sequência:

    "Eu não gosto muito de me sentir assim! Porque eu sempre tive uma gana muito grande de lutar. E mesmo com o TOC bem presente e me azucrinando, eu estava sempre me animando e lutando! É tipo assim: estar no meio de uma tempestade, um vendaval, mas ter alguém ao seu lado ou estar em um ambiente tranquilo e estar sozinho, tipo aquela música: "é melhor se sofrer junto do que ser feliz sozinho!". Eu acho que sinto falta de mim, do meu jeito... Falta de lutar por mim, porque uma coisa é estar conformada e se sentir bem, se tratando e buscando a melhor qualidade de vida possível e outra coisa é me transformar nessa versão de mim mesma tão diferente de mim, da minha versão original! Eu tipo pousei, meus pés estão no chão e não gosto da realidade! gosto de sonhar e de ver o lado positivo das coisas. Eu sempre via o lado positivo das coisas, mas agora as coisas me parecem simplesmente coisas com um lado só! Eu estou sinistra, percebe-se? Mas, às vezes as coisas balançam-se aqui dentro de mim e tenho medo, pois quantos sentimentos cabem dentro de nós?! Em algumas situações, sinto meus sentimentos aflorando, se manifestando e me reconheço! Outra dia me assustei com meu riso. Estava assistindo a um seriado e ele me fez rir de forma tão surpreendente que eu chorei em seguida! Bom, acho que vc não se assustará independente do que eu escreva, mas ultimamente estou prezando pelo meu bem-estar e estou falando o que bem acho necessário, mesmo que para desabafar corra o risco de ser considerada um tanto quanto louca! Enfim, tudo tem seu preço!"

    Ele respondeu que "Se no email tivesse um botão de curtir igual no facebook, iria curtir essa minha atitude de falar o que vem na cabeça mesmo correndo o risco de ser tachada como louca", rsrs. Mas, estou aqui para dizer que passamos por fases e precisamos saber lidar com elas, pois o mais importante é que eu consegui superar esse sentimento que me oprimia, me fazia sentir estranha e insatisfeita e consegui melhorar, sobretudo, melhorar! A cada situação eu me esforço e me sinto livre desses sentimentos! A gente passa por muitas coisas é claro! Vem ansiedade, vem sentimentos intensos... mas temos que ser fortes! E essa força existe naturalmente em nós! Se eu estou conseguindo, vcs também conseguem! Acreditem nisso! Ah, outra coisas, acabo de me dar conta que consigo sorrir de novo, sem que isso me cause estranheza a ponto de me emocionar. Mas, ainda me emociono fácil! Mas, é meu jeito de ser! Mas, pelo menos não estou mais chorando depois das risadas! Hahahaha :)

    ResponderExcluir
  56. Estava ali vendo umas notícias desnecessárias para mim, mas interessantes para o TOC. Interessante que ele curte tudo o que eu não curto parece! Eram só aquelas notícias de sempre que tornam-se destaque cotidianamente... Não estou sofrendo por isso, nem nada! Só estou escrevendo, pq escrevendo aqui eu me sinto tranquila, útil, satisfeita, enquanto que navegando em páginas cheias de notícias, eu ainda fico um pouco ansiosa, pq enquanto leio uma notícia, vejo não sei quantos destaques de outras tantas e uma vai me chamando a atenção, quer dizer, chamando a atenção do meu TOC e eu quero ver essa tbm, depois outra e... aff, fico cansada! Aqui me sinto confortável e também lendo as leituras e o Evangelho do dia online, acho ótimo! :)

    ResponderExcluir
  57. Gentem, preciso fazer outro comentário. Preciso confessar uma coisa: minha TV está ligada nas "Chiquititas". E sabem porquê estou compartilhando isso com vcs? Pq tem uma personagem que, aparentemente, tem TOC! Mas, de novo, como acontece na maioria das abordagens sobre o transtorno, apenas mostra a personagem com insistente mania de arrumação, de querer os objetos em seus respectivos lugares, irritada quando alguém muda de lugar... Mas, na minha opinião, na ficção não conseguem abordar o mais decisivo: os pensamentos que motivam todo o nosso comportamento, sabem? Olhando só para as manias não fundamentadas, a pessoa fica parecendo mesmo esquisita e até chata, pq quem não conhece não sabe que por mais que os fundamentos para realizarmos as compulsões sejam absurdos, eles existem e os pensamentos são a parte mais dolorosa! E quase ninguém entende isso, nem na vida real, nem na ficção! Sem querer ofender as iniciativas em tentar mostrar o TOC para a população, mas é que realmente eu destaco que estão falando do TOC, mas não me sinto assim tão representada, digamos assim!

    ResponderExcluir
  58. Sabem, há alguns anos eu assitia uma novela da Record que se chamava "Prova de Amor". Nessa novela tinha uma personagem que tinha TOC. Ela lavava as mãos mais que o necessário por causa do TOC e tbm sentia necessidade de tomar muitos banhos em um dia apenas. Lembro de uma vez que ela disse que estava com vontade de tomar um banho com bastante shampoo e, em outra ocasião, a mãe dela queria proibi-la e regular os banhos que ela tomava. A mãe dela não era má, acho que apenas estava tentando ajudar, mas acontece que os banhos eram a forma que a personagem havia encontrado para se sentir limpa, pois a justificativa para o TOC dela se devia ao fato de ela ser apaixonada pelo marido da própria irmã e esse sentimento a fazia sentir-se culpada e suja. Era isso que a novela abordava. E, sabem qual o efeito que exerceu sobre mim? Eu aprendi com ela, com a personagem, só que a aprendi a coisa errada, desenvolvi o TOC de lavar as mãos compulsivamente! Apesar de ter gostado muito da novela e tê-la acompanhado em sua reprise, ela acabou me ensinando algo que até hj estou lutando para diminuir!

    ResponderExcluir
  59. eu sofro muito com o toc!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo (a), o TOC causa sofrimento mesmo, independente do quanto ele nos afeta! Mas, não desanime! Vc não está só! Se quiser escrever mais para desabafar, sabe que aqui pode encontrar outras pessoas que podem se identificar com vc e vc vai se sentir bem em compartilhar! Fique à vontade! E, mantenha a esperança! Nós temos que lutar por nós mesmos, pois vamos aprendendo a lidar com o TOC e chega um momento que vc consegue inspirar as outras pessoas a continuarem a luta! Os resultados serão bons para todos nós! Vamos confiar! Vamos seguir com fé! Beijos! :)

      Excluir
  60. E novamente ele conseguiu me derrubar... Estou de novo aos prantos... Incrivel como o toc conhece todos os meus pontos fracos e sabe usá-los tão bem contra mim. Excelente estrategista, isso não posso negar. A culpa me consome, e não pensem que por coisas grandes, não culpas por coisas tãos sem sentido, culpa por não fazer o que ele quer que eu faço, e tudo porque acho que estou contrariando a Deus quando não faço o que a cabeça quer, por medo puro e unicamente medo. Comparo o Toc ao vicio do alcool...
    Então vamos do começo Eu tenho Toc... A quanto tempo? Eu não sei, acredito que como muitos desde a minha infância lembro das minhas brincadeiras todos seguidas de rituais... O Toc dominou a minha vida, e de uns tempos para cá ele está pior, basta eu dizer o quanto está sendo dificil escrever aqui, não posso escrever certas palavras... Meu Toc é o religioso, penso demais no contrário de Deus, além de muitos maus pensamentos com Deus, e com morte, acho que tenho um misto de Tocs, tudo de ruim que se possa imaginar eu penso, desejo mal as pessoas por pensamento, me afastei do meu pai por causa do Toc, tinha pensamentos de cunho sexuais com ele, que prefiro não comentar no momento. Desejo a morte das pessoas por pensamento, principalmente aos que eu Amo. Atualmente pedi minha liberdade de tudo não posso mais escrever, não posso mais baixar vídeos de internet, não posso mais ler, não posso mais nada tudo me faz pensar no contrário de Deus, e o medo me paraliza, fico com medo de fazer as coisas, chego agora ao ponto de fazer as coisas e desfazer por exemplo fui obrigada a apagar coisas que tinha feito por medo de está contrariando a Deus. Por mais qe eu saiba que isso é loucura que Deus me ama quando o pensamento vem vem com uma força tão grande, fica me atormentando horas e horas e não sai até eu fazer o que ele quer
    Eu sinto tanto vontade de fazer as coisas, sem medo de está fazendo algo errado, sem culpas, sem medo de algo ruim acontecer, mas... Não consigo, todo dia acordo dizendo que vou lutar, puro ilusão pensamentos atacam pronto. E pior ainda são quando os meus pensamentos acontecem, mesmo que seja uma coisa simples... Conviver com algo lhe atormentando 24 horas por dia, não é fácill. O clima aqui em casa tbm não é fácil, o que piora tudo. Queria falar mais mas não consigo, a cisma com as palavras é mais forte... Me sinto paralisada.

    ResponderExcluir
  61. Gostaria só de resaltar que esse blog me faz muito bem, andei lendo uns comentários e me indentifiquei muito com o do dementor do filme Harry Potter, bem assim mesmo.
    Eterna realmente as novelas só abordam um lado do Toc, o pior lado não abordam...
    Miguelito parabéns pela iniciativa gostaria de saber suas dicas quem sabem me ajudam...
    Aos que me responderam anteriormente não não uso medicamentos nem tomo remédios, moro muito longe de médicos que entendam da minha situação. Último que fui queria me internar como louca... Outros mandaram eu rezar e ler a Biblia. Sou muito religiosa, Amo a Deus acima de todas as coisas, e outra coisa que me atormenta tbm é o fato de ter feito muitas promessas e não poder não querer cumpri-las como por exemplo baixar um vídeo de novo um deteminando número de vezes.
    O Toc tem acabado com a minha vida. Me identifico muito com um trecho do Filme E se fosse verdade (não sei se já viram), onde a Lizzie diz mas o que foi que eu fiz com o resto do meu tempo? Adpatando esse trecho para mim: O que foi que eu fiz com ao minha vida? O que eu tô fazendo com ela? Queria tanto , ser como as outras garotas da minha idade: estudar em paz, ler, escrever, ajeitar meu quarto etc sem medo, sem culpas, sem a tortura. Costumo falar que o Toc é a Tortura obssesiva compulsiva. Coisas simples que fazem faltam.
    Acho que por hoje é só quem sabe com o tempo eu consigo falar mais. Queria saber de vocês como foi os primeiros dias de luta de vocês, quanto tempo o pensamento fica martelando na cabeça de vocês quando não fazem o que ele quer, dicas, essas coisas...
    Bom é isso por enquanto, e não estranhem se esse comentário sumir, será apenas mais uma “cisma” minha como tantas outras....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Letícia, primeiramente quero que vc se sinta acolhida em um fraterno abraço de quem se solidariza com você e já formou uma prece especial no coração pelo seu bem-estar. Depois quero te parabenizar, dizer que é vitoriosa, que apesar de nem se dar conta, vc conseguiu se superar e escrever coisas importantes. E, amiga, não se condene pelos comentários, vc disse que vc pode apagá-los, mas confie no que eu vou te dizer: vc não escreveu nada de absurdo, nada com que sentir-se condenada e culpada! Vc abriu um pouco seu coração e contou fatos comuns a mim e a tantos TOCados! Eu sinto muito que a sua tentativa de buscar auxílio profissional não tenha tido o resultado esperado! O mínimo que se espera de um profissional é respeito! Pois te tratar como louca faz parecer que o médico parou no tempo e não sabe nem o que é um transtorno psíquico! E claro que rezar e ler a Bíblia são gestos maravilhosos e necessários, mas as pessoas precisam entender que somos acometidos por uma moléstia como qualquer outra que acomete outras partes do corpo e que o fato de termos TOC não significa que não temos Deus em nossa vida! Se não tivéssemos, não teríamos a força de seguir adiante e lutar todos os dias! Nós precisamos de um equilíbrio. A fé é necessária para validar todo o nosso esforço e tratamento! E, se Deus concedeu aos profissionais a capacidade de estudarem e compreenderem fenômenos como o TOC, eles devem exercer sua profissão com consciência, pois uma palavra pode distanciar um paciente com ótimo potencial de melhora. Vc não devia desistir, sabe? Vc já leu o "quando tudo começou" e as "primeiras tentativas em procurar ajuda" do Miguel que estão disponíveis aqui no blog? Vc vai ver que no começo o Miguel tbm encontrou "profissionais" pouco profissionais, mas que vale a pena não desistir em encontrar o médico mais adequado! Eu desejo paz no seu coração! Quero te dizer novamente que não está sozinha com esses tipos de pensamentos e que vc devia insistir no auxílio profissional. Essa coisas todas que vc já sabe, que não é culpada, que não está indo contra Deus, pq vc precisa exercitar sua mente para confrontar esses pensamentos! Pq se vc conseguiu ao longo dos anos convencer-se que vc é a errada da história, com certeza, com persistência, vc pode se convencer do contrário. Não é de uma hora para outra, é aos poucos, mas vc vai conseguir! E, o TOC pode até ser um 'dementador' do filme do Harry Potter, como eu já disse, mas nós estamos aqui para ser o seu 'expecto patronum'! Fique com Deus e acredite: vc é uma pessoa boa! Uma pessoa má não sentiria um por cento da culpa que vc sente, mas ao mesmo tempo, precisa ser mais sua amiga, pois essa culpa é excessiva e não condiz com a realidade! Beijos e não suma daqui! Vc está ajudando outras pessoas! Vc é importante para nós! :)

      Excluir
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  63. Ótima essa da Letícia : "Tortura Obsessiva Compulsiva"

    ResponderExcluir
  64. Tenho rituais mas são poucos, tipo voltar de carro pra ver se fechei o portão(as vezes),conferir se o portão social ta fechado a noite(varias vezes),lavar as mãos , não gosto de pegar nas mãos das pessoas, preciso lavar rápido, manias com doença, já fiz vários exames de HIV,mas não são minhas manias que me incomodam. O problema é a sensação de turbilhão de pensamentos simultâneos sobrepostos, se meu cérebro fosse olhos seria vesgo entende? Os pensamentos se sobrepõem. Sinto que estou “emburrecendo”, não consigo absorver nada , tudo que leio é superficial, não guardo nada, a ponto de por exemplo voltar ao consultório medico pegar uma revista , ler a mesma matéria e não perceber que já li. Fico o dia todo esgotado mentalmente, o sono parece não ser reparador, acordo cansado. Sensação constante de que algo ruim vai acontecer principalmente com meus filhos. Desisto de tarefas, viajo quando estão falando comigo. Quando vou procurar algo, vem um pensamento dizendo “desiste você sabe que não vai achar”, e não acho mesmo. Vou conferir a mega sena fico olhando para o resultado na tela e para o papel por muito tempo sem ter certeza que não deu nada, que posso rasgar o bilhete, sensação de que me mandam conferir de novo. Dificuldade para elaborar raciocínio,medo de chegar perto de janela de apto e pular, medo de jogar o carro na frente de ônibus, de pular na frente de ônibus na rua. Medo de passar a Mao em mulheres na rua. Sensação que sou 2 em 1 . Muita irritação no transito. Medo de surtar. Cara toda ajuda será bem vinda, não agüento mais sofrer, procuro ajuda há 30 anos (tenho 50). Se o cérebro normal fosse um dia com sol o meu seria nublado. Dentre tantos médicos que passei, um me diagnosticou como TDAH, tomei ritalina, conserta e até um importado que não me lembro o nome, fiquei super magro e nada. Tudo que leio sobre o TOC o que mais incomoda as pessoas são as manias, preciso ler coisas com o meu perfil (cabeça embolada),sabe onde ?? Valeu pelo menos por ler esse email enorme, Obrigado!!!!!!!

    ResponderExcluir
  65. "Senhor
    Eu sei que tu me sondas
    Sei também que me conheces
    Se me assento ou me levanto
    Conheces meus pensamentos
    Quer deitado ou quer andando
    Sabes todos os meus passos
    E antes que haja em mim palavras
    Sei que em tudo me conheces

    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas

    Deus, tu me cercaste em volta
    Tuas mãos em mim repousam
    Tal ciência é grandiosa
    Não alcanço de tão alta
    Se eu subo até o céu
    Sei que ali também te encontro
    Se no abismo está minh'alma
    Sei que aí também me amas

    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas
    Senhor, eu sei que tu me sondas

    Senhor, eu sei que tu me amas
    Senhor, eu sei que tu me amas
    Senhor, eu sei que tu me amas
    Senhor, eu sei que tu me amas"

    Às vezes, como há pouco, me deparo com uma realidade que ainda é difícil de acreditar! E, simplesmente busco consolo nos braços de Deus! Então, rezo! E imediatamente começo a enxergar o Sol novamente, a senti-lo me aquecendo a alma!

    ResponderExcluir
  66. Lucas, vc me trouxe de volta ao blog e depois sumiu! Agora é a minha vez de perguntar "Onde está você?"

    ResponderExcluir
  67. Sempre que eu me sinto mais ansiosa por conta do toc eu acabo vindo para o blog, tornou-se meu porto seguro, o local para salvar-me de mim mesma.
    Eu padeço do toc desde a infância, mas só há três anos quando a temática mudou que eu fui procurar ajuda, ou melhor eu estava me sentindo em níveis estrondosos da hipocondria e a acabei voltando ao tratamento quando já não cabia em mim de tanto medo e temor.
    Eu sei que de lá para cá (três anos) eu melhorei, mas em muitos momentos eu sinto que há cada ano passado eu fico mais fraca e que essa batalha esta perdida.
    Me incomoda muito a temática sexual dos pensamentos obsessivos que me atormentam. Dói muito ver dar-se conta de pensamentos intrusos quando você está a abraçar um familiar. Dói muito evitar as pessoas que você mais ama. Tem momentos que eu sinto uma grande vontade de desistir.
    Aí eu venho para cá e sei que não serei julgada, e consigo expor mais minha dor, dúvidas e temores mais que na terapia.

    Sempre vou te agradecer Miguel por ter criado este espaço, e a vocês amigos de luta diária por me fazerem saber que lutamos juntos.

    ResponderExcluir
  68. Oi Aparecida, tudo bem?
    Me interessei sobre o que voce falou sobre o CAPS e fui revisar as políticas públicas de atenção a saúde e o CAPS não pode ser particular, por ser um programa do governo à atenção da saúde mental

    Nesse link fala sobre os tipos de CAPS e o telefone 136 para você se informar

    http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=33882

    Abraços!
    http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=33882

    ResponderExcluir
  69. Não estou conseguindo ver todos os comentários. Só aparece carregando =(

    ResponderExcluir
  70. Muito bom o teu site, Miguelito. Parabéns por expor a tua história de forma clara e instrutiva. Tenho 34 anos. O toc me assombrou desde a infância, passando pela adolescência até a fase adulta. Hoje estou com 34 anos. O que sobrou do toc em mim é quase nada. Consegui ser mais forte que ele.Mas sofri muito até aqui.
    Hoje, tenho um filho, de 7 anos, que tbm tem TOC. Vejo o sofrimento dele dia após dia. Porém, ele tem uma vantagem. Ele se abriu pra mim. Me contou sobre suas manias e como funcionavam. Como eu ja conhecia a doença, ele foi logo diagnosticado e esta sendo tratado, mas ainda não com muita eficiência. Mas enfim, essa é minha nova luta. O que me motiva é que, se pude curar a mim mesmo, posso ajudar ele a se curar tbm.

    ResponderExcluir
  71. Não estou conseguindo ver os últimos comentários, mas sei que existem novos! Deve ser o meu browser! :)
    Sabe, ter TOC me faz ser sensível e ao mesmo tempo que as minhas emoções boas são intensas e me fazem uma moça amável e solidária, os sentimentos destrutivos são igualmente intensos e isso me perturba um pouco... essa sensação de que não consigo estabelecer um nível de normalidade nos meus sentimentos! E, nessas horas, eu sempre penso que gostaria que as coisas fossem diferentes!

    ResponderExcluir
  72. Só estou aqui pq realmente estou desesperada, não sei o q fazer, tenho 16 anos e não consigo mais estudar, simplesmente pelo fato d q tenho medo de gostar de mulheres, toda vez q vou a sala de aula e esta cheio de mulheres e etc da vontade de sair correndo, atrapalha meus estudos e não tenho paz nem quando estou dormindo, não eu nao sonho q estou fazendo sexo com elas nem nada, só sonho q estou me justificando no próprio sonho, (isso é quando eu consigo dormir). Além disso td desenvolvi um medo de gostar de um parente e os pensamentos q vem junto me deixam louca, não posso sair pra rua pq vou ver mulhres e não posso ficar em casa pq a simples presença da pessoa me incomoda muito, me faz tão mal sentir isso, esse parente era uma das melhores pessoas e agora... pf alguém ajuda, não sei o q fazer

    ResponderExcluir
  73. Boa tarde , pq pararam de comentar aqui, foi todo mundo pra outro blog do Miguelito e eu não estou sabendo?? Me avisem!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  74. Oiii galera me adicionem aqui nesse Facebook https://www.facebook.com/felipe.guerreirodecristo?ref=ts&fref=ts Lá estarei conversando e tentando ajudar a vcs q passam por isso. Pois tbm já passei e O Nosso DEUS ele pode nos ajudar JESUS ele cura mesmo e pode te curar tbm.. DEUS nos usa apenas pela sua misericórdia creio q pelo poder do ESPIRITO SANTO ele fará o sobrenatural na tua vida tbm amém... melhorei bastante graças a DEUS ele está me curando aos poucos.. :D Creiam e entrem em contato comigo a reposta está na fé e na palavra de DEUS. Estarei os consolando como DEUS tem me consolado tbm amém..

    ResponderExcluir
  75. Oiii galera me adicionem aqui nesse Facebook https://www.facebook.com/felipe.guerreirodecristo?ref=ts&fref=ts Lá estarei conversando e tentando ajudar a vcs q passam por isso. Pois tbm já passei e O Nosso DEUS ele pode nos ajudar JESUS ele cura mesmo e pode te curar tbm.. DEUS nos usa apenas pela sua misericórdia creio q pelo poder do ESPIRITO SANTO ele fará o sobrenatural na tua vida tbm amém... melhorei bastante graças a DEUS ele está me curando aos poucos.. :D Creiam e entrem em contato comigo a reposta está na fé e na palavra de DEUS. Estarei os consolando como DEUS tem me consolado tbm amém..

    16 dezembro, 2013

    ResponderExcluir
  76. Oiii galera me adicionem aqui nesse Facebook https://www.facebook.com/felipe.guerreirodecristo?ref=ts&fref=ts Lá estarei conversando e tentando ajudar a vcs q passam por isso. Pois tbm já passei e O Nosso DEUS ele pode nos ajudar JESUS ele cura mesmo e pode te curar tbm.. DEUS nos usa apenas pela sua misericórdia creio q pelo poder do ESPIRITO SANTO ele fará o sobrenatural na tua vida tbm amém... melhorei bastante graças a DEUS ele está me curando aos poucos.. :D Creiam e entrem em contato comigo a reposta está na fé e na palavra de DEUS. Estarei os consolando como DEUS tem me consolado tbm amém..

    ResponderExcluir
  77. Bom dia por que não postam mais aqui ???

    ResponderExcluir
  78. Olá a todos!!!
    Depois de uns 3 meses sem visitar ou postar nada no blog, tô de volta!

    Resolvi ter um tempo pra min, longe do TOC. Não que o blog me faça mal, mas quis me afastar um pouco disso tudo, ou tentar, rsrs!

    Estou tomando agora a Fluoxetina de 20mg (3 comp ao dia). Não sei se foi coincidência ou efeito do remédio ou os dois, rsrs, mas tive uma boa melhora. Acho que a época dessa crise tá no fim.
    Estou tomando também Lexotan, não todos os dias, mas tomo toda semana uns 3 a 4 comprimidos, acho que tá me ajudando...
    Só não deu pra começar a TCC, por outros motivos...
    Realmente me sinto aliviado, mas ainda estão aqui! E têm dias que, querem aparecer outros, mas duram muito pouco em minha mente, isso deve ser efeito da Fluoxetina.

    Desde que aumentei a quantidade do remédio pra 3 ao dia, sinto algumas vezes uma fortíssima azia (uso os 3 de vez), o que me fez parar de usar algumas vezes, mas ainda não procurei informações com a psiquiatra sobre isso...

    Alguém que usa a Fluoxetina sente isso também?!

    E como estão todos???
    Dinha, Eterna, como vão!?!?

    ResponderExcluir
  79. Gente me ajudem! Meu ultimo pensamento obssessivo eh a certeza que vou morrer amo que vem, pois sonhei com isso! Por mais que seja absurdo, minhas manias se intensificaram, e agora descobri que estou gravida estou mais ansiosa ainda e isso nao esta me fazendo bem! Alguém já vivênciou algum pensamento assim? Helpppppp! ANGELICA

    ResponderExcluir
  80. Gente, meu ultimo pensamento obsessivo é que vou morrer ano que vem, sonhei com isso e por mais absurdo que seja não consigo que desvencilhar dele. E agora passo meus dias sofrendo angustiada como se isso fosse uma verdade. Descobri que estou grávida o que piorou a situação fazendo o sofrimento aumentar e as manias também. Alguém já passou por algo parecido? Me ajudem! Beijo. Angélica.

    ResponderExcluir
  81. Gente, meu ultimo pensamento obsessivo é que vou morrer ano que vem, sonhei com isso e por mais absurdo que seja não consigo que desvencilhar dele. E agora passo meus dias sofrendo angustiada como se isso fosse uma verdade. Descobri que estou grávida o que piorou a situação fazendo o sofrimento aumentar e as manias também. Alguém já passou por algo parecido? Me ajudem! Beijo. Angélica.

    ResponderExcluir
  82. Boa noite a todos!
    Em alguns momentos me pego achando graça de frases que leio por aí... li uma outro dia: "não insista em tentar explicar se a pessoa não está disposta a entender"... muito lindo...mas...Eu tenho TOC...insistir e insistir faz parte de quem eu sou... acho que seria tão legal conseguir deixar pra lá... tudo que queria era conseguir "deixar pra lá"... sei que muitos ou alguns devem sentir o mesmo que eu... Tá... passada o momento breve em que acho graça... vem a realidade como uma bomba e me pega de repente... um de repente previsível... conviver com uma pessoa portadora... palavra feia... enfim, que sofre esse Transtorno é difícil... as pessoas vão embora e deveria me acostumar com isso ao invés de insistir... insistir... insistir... quase implorar para não ter que lidar com o sofrimento da perda e rejeição.
    Eu não sou uma pessoa ruim... acho que não... mas sou "demais"...entendem?
    É tão triste ouvir uma pessoa que ama (amor homem/mulher, amor de amizade, etc.) dizer que te ama muito mas que conviver com você faz mal... Eu escutei isso na última semana e meu mundo deu aquela desabada... ciclo vicioso: tentar fazer a pessoa reconsiderar... ficar no chão... ficar com raiva... e nessa fase agora...que vergonha...mas eu ainda tenho esperança de ter essa amizade de volta... me sinto a representação de tudo de mais ridículo nesse mundo mas... eu não importo... aliás, me importo... mas não o suficiente para me amar em primeiro lugar.
    É muito lindo saber que temos que nos amar em primeiro lugar...mas eu nem gosto de quem eu sou: uma pessoa instável, fraca, dependente, sem autoestima, indesejada...errante.
    Vocês viram aquele poema que está no youtube de um cara com TOC (OCD em inglês) chamado Neil Hilborn? Quando ele diz que a pessoa pode simplesmente ir embora mas ele não (não é uma citação exata), descreve tanto o que eu sinto... as pessoas não estão presas ao meu mundo de TOC... apenas eu estou... não tenho como escolher "deixar pra lá"... "deixar pra trás"... a pessoa me diz com todas as letras que não quer conviver mais comigo, apesar de me amar, e eu não consigo ir embora numa boa... claro que jamais faria algo para prejudicar outra pessoa... prejudico apenas a mim.
    Estava lendo sites, conversei com meu psiquiatra e perguntei se posso ter TOC com pessoas...em relação às pessoas... ele disse que sim... que poderia gerar uma dependência em relação à alguém. Bem, retomando o site, li o seguinte (vou consertar o português):

    " Em alguns casos, essa relação de dependência é tão grande que pode representar o que os especialistas chamam de transtornos obsessivos-compulsivos (TOC).

    A origem do TOC para uma grande maioria dos especialistas é a necessidade de contar com coisas externas para alcançar segurança interna.

    Ou melhor, a pessoa transfere a necessidade de autoafirmação para outra coisa, que pode ser um objeto ou pessoa."...


    O que acham disso?

    O site é: http://fernandesassis.blogspot.com.br/2012/07/dependencia-emocional-muletas.html

    Agradeço a cada um que se dispôs a ler meu desabafo e se quiserem responder, toda palavra é bem vinda... enquanto isso vou tentar ir em frente... mas com a fagulha de esperança de voltar a ser uma pessoa querida...

    Link do youtube (com legenda)....quem não tiver visto o poema do Neil Hilborn... vale a pena:
    http://www.youtube.com/watch?v=iObLT-jxUQs


    ResponderExcluir
  83. me ajudem! Angélica.

    ResponderExcluir
  84. Me ajudem, meu pensamento atual é que ou morrer com 33 anos ou seja ano que vem. E a partir de então tenho vivido angustiada e com mais manias. Descobri que estou grávida e não paro de sofrer. Alguém já passou por isso? Angélica.

    ResponderExcluir
  85. Não consigo visualizar meu último comentário nem os outros. Angélica.

    ResponderExcluir
  86. TOC, TOC

    Só pela direita me levanto
    Nunca deixo vazio um canto

    Antes da descarga dou sempre uma espiada
    Toda vez seco a pia, nunca a deixo molhada

    Jamais abro uma janela
    Nunca raspo a panela

    Na mesa sempre sento no mesmo lugar
    Mas nunca deixo a comida se misturar

    Sempre desato qualquer laço
    Nunca como o último pedaço

    Sempre confiro se tranquei a porta
    Nunca deixo qualquer chave torta

    De costas eu nunca ando
    Degraus? Vivo contando

    Só entro em um lugar com o pé direito
    Nunca voto em quem possa ser eleito

    Só saio por onde entrei
    Jamais admito que errei

    Com um gato preto eu jamais cruzo
    Em jogos a mesma roupa sempre uso

    As placas dos carros eu sempre somo
    Escovo os dentes toda vez que como

    Não passo pelas faixas das estradas
    Nunca atravesso debaixo de escadas

    Em igreja nova eu sempre entro
    Em banco de praça nunca sento

    Nunca dou um aperto de mão
    Abraço? Jamais, sem exceção

    Nas riscas das calçadas eu evito pisar
    Sempre me limpo se alguém me tocar

    Dou ao menos três checadas
    Se as janelas estão fechadas
    Se as luzes foram apagadas
    Se as TV´s estão desligadas

    Nunca deixo calçados virados
    Não jogo fora objetos usados

    A todo momento lavo minha mão
    Nunca deixo uma bolsa no chão

    Sob as camas dou sempre uma espiada
    Todas às vezes, conto a mesma piada

    Tudo o que falo, repito mentalmente
    Nunca rasgo embrulho de presente

    Enfim, como se vê,
    Algumas dessas coisas faço sempre igual
    Então, assim como você,
    Também não passo de uma pessoa normal

    258276/tumblr.com

    ResponderExcluir
  87. Esse blog é maravilhoso, foi uma descoberta pra mim! Outra hora faço um resumo da minha história, é sempre bom dividir, assim como gosto de ler a dos outros, acredito q vão gostar de ler a minha tb. Mas agora, quero fazer uma pergunta; faz tanto tempo, q tudo vai se confundindo; sei q o TOC deixa tudo mais intenso, as coisas sempre aparecem maiores do q são. Mas quero saber se realmente isso faz parte (como imagino q faz): às vezes, quando uma pessoa me humilha (sinto raiva, discuto, enfim...), às vezes, é tudo normal, sinto q me defendi e posso apenas ñ gostar da pessoa, sem sentir nada de demais, mas em outras vezes, ñ consigo me libertar da sensação ruim e, isso vai se modificando. Primeiro me sinto mt triste, depois me sinto idiota, depois sinto medo da pessoa me atacar novamente e acho q as demais pessoas, q viram a discussão, caçoam de mim ( e isso, ñ é quando acho q perdi a briga), ñ, seja como for, sinto assim, de qualquer maneira. Isso acontece quando a pessoa vem brigar comigo por uma coisa sem sentido, quando quer me pisar e eu ñ fiz nada, sempre tenho mt respeito por todos e fico mt triste quando uma pessoa me trata mal, ñ sei pq tem gente q gosta de fazer isso com os outros, enfim, mas ñ é essa a questão; o fato é q, coisas q ñ fazem sentido sempre me deixam com uma sensação ruim. E isso, de certas brigas, me deixa mt envergonhada, me sinto mt idiota; e sinto culpa, mesmo q eu ñ tenha, sempre dou um jeito de me culpar. Penso mt mal de mim, e acho q Deus tb pensa. Me sinto triste e humilhada e choro sozinha, e acho q estou sozinha, sem apoio de ninguém; todos me acham idiota, tudo o q acredito em termos de espiritualidade, toda a espiritualidade me acha ridícula, sinto q todos falam mal de mim, e as pessoas tb me acham ridícula, as pessoa q presenciaram minha discussão. A pessoa q briguei se torna um pensamento intruso, tudo remete a ela, e a mesma parece qualificada e eu ñ. Ñ tenho mecanismos psicológicos pra me defender, como a maioria das pessoas normais. Sei q características pessoais de cada um, influencia nas crises de toc, eu por exemplo, sou mt tímida, taí mas um fator pra sentir vergonha, mesmo se tiver levado "vantagem" na discussão, acredito q caçoam de mim. Não é em toda discussão q isso acontece, como já disse, mas é em algumas, determinadas, q eu ñ sei pq.

    ResponderExcluir
  88. oi miguelito faz temo que não vejo nenhuma postagem mas lendo essa com calma vc fala em exercícios para eliminar os rituais, queria saber mais saber isso ?

    ResponderExcluir
  89. Oi, meus amores!
    Que saudade!
    Infelizmente sigo sem conseguir ver os novos comentários! O último comentário que visualizo é o da Aparecida do dia 03/12 que termina com "Fé e paciência", rsrs, estou praticando os dois! Espero que estejam se comportando bem sem minha supervisão, rsrsrs!
    Lembrem de seguir firmes e confiantes! Vamos cultivar a nossa fé em Deus, a nossa força de vontade, o nosso desejo de melhorar, o amor ao próximo... Enfim, vamos aproveitar o ano que se inicia para estabelecer nossas metas e mais que sonhar, vamos aprender a traçar bem os nossos objetivos e o que precisamos fazer para conquistar tudo o que queremos!
    Saúde, paz, amor, fé, coragem, prosperidade, alegrias, felicidades e que o TOC fique cada vez mais distante de nós!
    Beijos da amiga de sempre! :)

    ResponderExcluir
  90. Tem alguém ainda por aqui? Preciso tanto falar com alguém que passe pelo mesmo que eu

    ResponderExcluir
  91. Não visualizo mais os comentários aqui

    ResponderExcluir
  92. Olá a todos!

    Depois de praticamente 3 meses sem postar nada, estou de volta.

    Quis me distanciar um pouco. Não do blog, mas de tudo relacionado ao TOC.

    Estava muito atordoado (quem ler minhas postagens vai saber) e precisava de um "basta" ou algo do tipo, rs.

    Ainda estou na crise, mas depois que comecei a tomar a Fluoxetina tive uma boa melhora.

    Porém, tudo ainda está aqui. Em alguns momentos mais forte, em outros nem tanto.

    A partir dessa semana postarei mais coisas, ensinarei e aprenderei com vocês.

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  93. Olá a todos!

    Depois de praticamente 3 meses, estou voltando a postar.

    Quis me distanciar, não do blog, mas do TOC em si. Estava atordoado demais e precisava de uma válvula de escape.

    O medicamento novo, a Fluoxetina, tem em ajudado muito, porém ainda estou sem a TCC.

    Ainda estou na crise, mas de uma maneira bem mais fraca. Contudo, em alguns momentos, fica tudo mais forte!

    Nessa semana já irei postar mais a esse respeito e espero ensinar e aprender com vocês.

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  94. Eu sofro de Toc desde que sou criança, porém ele se intensificou a dois anos, quando tive que procurar um psiquiatra e ele diagnosticou minhas obsessões e compulsões como sintoma deste mal. Já fui em centro espiríta, psicanalista, psicologo, e posso dizer que todos contribuem de uma forma para amenizar os pensamentos, o que percebo no entanto é a urgência que sentimos de nos livrarmos a qualquer custo do toc para a felicidade, o que não acontece e nos gera frustração. Assim como um deficiente visual teve que se adaptar a viver sem visão, ou um cadeirante sem o movimento das pernas, devemos nos adaptar a vida com toc, até que ela vá desaparecendo com nosso amadurecimento, tranquilade e experiência. Não sei se alguém já comentou nesse blog, mas algo que me ajudou e me ajuda muito com o Toc é a meditação. Faço 10 minutos por dia, no começo costuma ser dificil, as vezes os pensamentos se intensificam, mas com o tempo, você aprende a ter mais controlhe de sua mente, e dar uma pausa no cotidiano turbulento de um portador de Toc. Além disso comecei a frequentar centros budistas, e posso dizer que trazem bastante paz interior, algo que tanto buscamos.

    ResponderExcluir
  95. Por Favor, Aparecida Almeida, Eterna, enfim, membros do site , eu já escrevi aqui, meu nome é Andrea , deixo meu email: andybrasilspain@hotmail.com. Tenho toc religioso grave e indentifiquei-me com o depoimento de vocês. Quero saber se fazem terapia e que remédio tomam obrigada Fiquem com Jesus Andrea

    ResponderExcluir
  96. Eu tenho uma namorada que sofre de TOC,eu ajudo ela sempre ela não contou para ninguém da familia que sofre de TOC,só eu o namorado dela que sabe,eu queria muito ajudar ela ainda mas amo ela e jamais quero perdela eu e ela enfrentamos o TOC juntos a cada dia que se passa é dificil mas sempre estou ao lado dela,mas tenho medo que ela se afaste de min por conta do TOC e queria muito um conselho de alguém que me ajudasse amo ela demais e não quero perdela.

    ResponderExcluir
  97. Alguém já passou por situação semelhante, pergunto: dificuldade de engatar um relacionamento íntimo devido a estar atrelado a uma quebra de regra em relação a pureza sexual. Só em pensar em ter um relacionamento íntimo, já surgem as eternas dúvidas de que sofrerei consequências negativas por não obedecer a tal princípio do sexo só após casamento. Isso é horrível, pois a evitação e sentimentos de culpa vem acrescidos de pensamentos ruminativos que não deixam em paz paralisando a mente e trazendo prejuízos a rotina.

    ResponderExcluir
  98. busquem no google, ou no facebook

    Falando de toc

    e curtam minha p[agina, mandem perguntas e estorias por inbox, caso queiram privacidade, ou publiquem na p[agina.

    ResponderExcluir
  99. Como faço pra fazer parte de blog

    ResponderExcluir
  100. Bom, meu nome e Thiago, e ja pssei pelo mesmo problema, uma das causas do toc religioso, e que voce por mais que ame a Deus, nao entende o quanto pode blasfemar e pensar coisa obscenas sobre as coisas de Deus, ou até mesmo sobre ele, bom primeiramente, Muitas veses (Digo isso por experiência própria) O Diabo tenta contra você com esses pensamentos intrusivos, principalmente quando voce estar se aproximando de Deus, está tendo mais intimidade com ele, oque ele faz e colocar esses pensamentos intrusivos na sua cabeça para que em um momento voce pense consigo mesmo: ( Acho que vou parar de adorar a Deus e deixar de lado um pouco, para que eu nao posso desagrada-lo com esses pensamentos) o satanas que isso , a palavra de Deus fala que : Ele veio para, roubar,matar e destruir. E outra nao se julgue, não se condene por esses pensamentos, repita para si mesmo quando eles vim: Eu anulo esse pensamento em nome de Jesus, tenho certeza que vocÊ irá se livrar dessa culpa, O senhor ele conhece o seu pensamentos ele sabe a intenção do seu coração, e peço a vocês se mantenham com súplicas e orações ao senhor, principalmente com jejum e oração. Peça a juda a ele, e uma dica que deixo a voces, Confeesse pra ele, se tranque no quarto fale pra ele, Deus to sofrendo etc.., fale pra ele principalmente os pensamentos que vocee tem, isso ira ti ajudar, E outra nao pare de lutar, Mesmo que tropece varias veses se ponha de pé e tente prosseguir, não desista !, a batalha e ganha e o diabo ja está derrotado, quando eu passei por isso, o senhor me falou com sonhos e por meio de profeta, Falando que eu ia sair dessa, e que ele queria posição, queria que eu me reergue fica de pé, e pra nao ficar so em minhas palavras quero deixar dois textos biblicos: Hebreus: 4.12 Porque a palavra de Deus e viva e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espirito, das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
    Efésios: 6.17 Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito que é a palavra de Deus.
    porque que o apostolo Paulo pediu que se revestisse com o capacete da salvação ?, pense nisso.. e aqui deixo o meu facebook, pra quem quiser entrar em contato, pedir ajuda etc..: thiago09.2011@hotmail.com.br

    ResponderExcluir
  101. Passei por aqui! :)
    ps: tinha esquecido dos códigos de confirmação (não gosto deles rsrs)

    ResponderExcluir