24 dezembro 2016

O TOC é uma montanha russa

Eu me sinto como uma montanha russa. Na verdade eu acho que todo tocado é como uma montanha russa. Horas estou deprê, para baixo. Hora recebo uma enxurrada de hormônios do tipo adrenalina, serotonina, neuroadrenalina, fico excitado, eufórico e começo a ter mil ideias, quero colocar as mil ideias em prática mas não sei por onde começar. Daí fico ansioso, tento começar por uma das ideias sem perder o foco das demais e começam as frustrações. Penso: não vou conseguir terminar uma ideia num só dia, que dirá terminar 10 ideias no mesmo dia do jeito que eu quero e estou empolgado para fazer. Então os atrasos começam, delego 5 ordens para colocar as ideias em prática aqui no trabalho e depois de semanas descubro que só duas das 5 tarefas foram realizadas e mesmo assim não viram vantagens, as outras 3 ninguém deu retorno e........ aquela euforia já passou e voltei a deprê, sem vontade de fazer nada e com a culpa na cabeça de que sou um inútil e não consigo realizar as coisas. Isso até a próxima euforia onde eu começo a sonhar tudo novamente e querer colocar em prática meus sonhos. Acho que muitas pessoas se sentem assim mas quem tem toc tem o agravante de serem mais intenso esse sobe e desce. Quem tem transtorno bipolar muda mais rápido de humor mas quem tem toc não muda apenas o humor mas também os pensamentos, os rituais, as vezes até o modo de viver. Eu consegui diminuir os rituais e até os pensamentos ruins que vem a minha cabeça mas ainda não consegui mudar o meu jeito tocado de ser. Não consegui mudar essa oscilação de humor e sentimentos mas isso talvez seja nato meu e não tenha como mudar mesmo. Eu comecei a fazer exercícios regulares que ajudam em muito a saúde, comecei com algumas caminhadas sozinho ou com os meus cachorros onde eu consigo divagar um pouco os pensamentos para longe do toc e pensar em questões inúteis da vida que não vão me levar a lugar nenhum. Pode parecer perda de tempo mas é isso que não só nós tocados precisamos mas o mundo como um todo nessa era tecnológica e imediatista precisa. Já somos ansiosos, já perdemos tempo com os pensamentos e rituais e o mundo ainda fica cobrando que sejamos mais rápidos, mais eficientes, ou seja, que façamos mais em menos tempo e tudo isso só piora a nossa ansiedade e nossa situação então de vez em quando é bom voce "perder tempo" e ganhar mais qualidade de vida. Antigamente eu ligava meu aparelho de som no quarto e gastava algumas horas ouvindo a música e divagando o pensamento. Hoje ouvimos música no celular trabalhando, fazendo exercícios, dirigindo, fazendo de tudo!!! Só não ouvimos música fazendo nada pois não podemos perder tempo ouvindo uma música, precisamos produzir enquanto escutamos!!! Eu tinha muitos pensamentos e ficava muito focado nele, focado nos rituais e preocupado que estava perdendo tempo, que ia me atrasar, que precisava otimizar meu tempo e não podia perder com pensamentos e rituais. O único jeito de eliminar o toc é através da exposição + prevenção = habituação ou seja, voce se expõe ao que provoca toc de modo controlado. Não vai no meio de várias pessoas, com a ansiedade ao máximo e com pressa, se colocar em situações que desencadeie vários pensamentos obsessivos. Nessas horas voce tem mesmo que deixar os pensamentos virem e ir fazendo rituais conforme for possível. Você precisa relaxar, estar sem pressa, deitado na cama, ouvindo música, vendo um filme, caminhando, algo que te de prazer e voce começa trazer a mente pensamentos obsessivos, passar por lugares que desencadeie rituais, fazer atividades que voce costuma evitar pois sabe que vai te trazer ansiedade ou vai desencadear o toc - exposição. Ai nesse ambiente controlado você vai trabalhar na prevenção, seja deixando os pensamentos ruins virem a mente e pensando racionalmente que eles não são verdades, que são obras da sua própria mente e que eles não tem poder como deixando que esses pensamentos elevem sua ansiedade e que voce sinta vontade de fazer um ritual para baixar a sua ansiedade mas não o faça! - prevenção. Fazendo isso várias vezes voce vai habituando a sua mente a não reagir aos pensamentos ruins com o aumento da ansiedade e com rituais, desse modo mesmo que futuramente os pensamentos venham voce não vai dar tanta importancia e muitas vezes nem vai fazer rituais. Essa é a base da terapia cognitiva comportamental e é essencial fazer esses exercícios porém são muito difíceis de um dia para outro voce começar a praticar e de forma radical portanto voce precisa "perder tempo" com essas técnicas e esperar resultados graduais ao longo de 1 ou 2 anos. Sei que é muito para uma comunidade imediatista como a nossa porém já perdemos tantos anos com o toc, não custa nada "perder" mais 1 ou 2 anos, deitados, caminhando e trabalhando nossa mente de forma devagar e gradual. Já indiquei aqui um ou dois livros que são manuais da terapia cognitiva para terapeutas e pacientes, um livro que voce pode comprar, ler e praticar mas se quiserem posto novamente. Além dos exercícios, alimentação mais saudável como chia, vinagre de maça, frutas e outras coisas que eu comprovei serem eficazes por testar e funcionar, eu também comecei a levantar 10 minutos mais cedo para acordar menos ansioso, comecei a trabalhar devagar os pensamentos enquanto escovava os dentes, me trocava, tomava café de que não adiantava eu correr, que não importava chegar 15 mais tarde no trabalho e sair 15 minutos depois, que não importava parar numa vaga perto, ou longe, ou mesmo demorar 10 minutos para encontrar uma vaga no trabalho, que tanto fazia a cor da roupa que eu ia, que se eu quisesse podia tomar café em casa ou no trabalho. Pensamentos que para uns parecem bobos mas eu vi que para mim eram cruciais, aumentavam muito a minha ansiedade e me fazia ter pensamentos e rituais de forma descontrolada. Cada um tem que ver quais pensamentos e situações desencadeiam mais o toc e começar a trabalhar nele, desconstruindo as mentiras inventadas pelo toc e pensando em coisas agradáveis enquanto vai diminuindo os rituais.

17 comentários:

  1. Oi Miguel!Assim como vc tenho TOC desde criança.Atualmente os rituais estão bem controlados, quase que sumiram 100%, porém ainda tenho pensamentos obsessivos e tricotilomania (vc já ouviu falar?). Infelizmente depois de dois anos sem arrancar um fio de cabelo, tive nova crise e agora não estou conseguindo parar. Em 2016 tive duas crises de pânico também, que achei que iria morrer de tanta taquicardia. Graças a Deus melhorei muito e muito dessa melhora se deve a atividade física (comecei a caminhar e depois a fazer hidroginástica). Continuo com a terapia e medicamentos, porém agendei uma nova avaliação com psiquiatra porque a tricotilomania me pegou em cheio novamente. Tenho medo é dele trocar a medicação e eu piorar ao invés de melhorar...Tem hora que acho melhor ficar como está, porque já tive fases insuportáveis; outra hora acho que tenho que me curar totalmente e não apenas alguns sintomas. Enfim...vivemos com medo de novas crises né? Abraço!Lili

    ResponderExcluir
  2. Oi Miguelito ! Boa noite
    Ha alguns anos visito seu blog, sempre leio os depoimentos pois isso me fortalece, nunca comentei, porém estou numa crise q acho q n vou ssair mais, estou sem forças para lutar, n aguento mais, n consigo dormir, ne alimentar e ate tomar banho ta complicado... perdi 10 em duas semanas e estou acababdo com minha pele d tanto caminhar no sol pra ver se me livro dessa sensação horrível d estar suja e sujando a todos, vivi passando álcool no meu corpo pra tirar essa sensação e isso ta me desgastando muuuuito estou fisicamente irreconhecível...tive algumas terapeutas e psiquiatras fez tratamento por um tenpo, estabilizou um pouco porém não pude continuar pois n tinha grana pra medicação e o amaldiçoado TOC n me deixa trabalhar pra pagar minhas contas, vivo d pensão q mal da pra comer... perdi minha casa, meu companheiro, e estou perdendo aos poucos meu filho q esta tendo q ficar longe d mim pois posso contamina-lo .. estou desesperada. ....n sei mais o q fazer....ja orei, rezei , clamei a Deus mas acho q ele tbm me abandonou....antes trazia paleativos hj esta me deixando amarrada num canto e vivo evitando contato d todos... axho q pra mim ja deu... quando acho q ta tudo bem o maldito TOC vem e me paralisa d novo e tudos os meus sonhos evaporam....n consigo trabalhar, abandonei a faculdade e tinha ótimas notas e desempenho ......n sei mais o q fazer :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Inconsciente, vc é de que estado/cidade? Onde vc mora não tem tratamento pelo SUS, um posto de saúde com psiquiatra e com remédios gratuitos? Realmente sem remédios, em casos graves do TOC, fica difícil voce melhorar. Temos tendência a culpar Deus em tudo mas não sabemos quais os propósitos de Deus em nossas vidas, principalmente quando nos sentimos abandonados dessa maneira mas saiba que aqui no blog vc nunca está abandonada. Tenho um grupo de whatsapp com vários portadores de TOC e conversamos as vezes, as vezes apenas nos calamos e lemos o que os demais escrevem, se quiser que eu te adicione ou quiser conversar no particular pode me mandar um email.
      Terapia em grupo ou individual ajuda muito quando não se tem remédio e é o que tento fazer com os amigos tocados :D
      Beijos

      Excluir
    2. Olá eu adoro este blog e costumo ler com frequências pois as histórias me emocionam.
      Quero participar do grupo no whats. Sou brasileira do Rio Grande do Sul. Tenho TOC a uns 10 anos. Você não tem escrito nada no blog? Você pode me add no whats? Obrigada e parabéns por essa iniciativa especial de criar o blog e ajudar tantas pessoas.

      Excluir
    3. Sim, posso. Passe seu número de telefone por email que eu adiciono vc no grupo do whatsapp. Tenho escrito no blog mas com menos frequencia.

      Excluir
  3. Ja ouviu sobre a cirurgia para TOC de Gamma Knife?

    ResponderExcluir
  4. Não, já ouvi falar de cirurgia mas não essa

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Olá, por acaso comecei ler o seu blog e me identifiquei com os relatos de todos, fui diagnósticado com toc à uns 7 anos, fiz tratamento com sertralina más não estava me fazendo bem. Minha história é complexa, quando eu "reviro meu passado, vejo que sempre fui ligado à algum timpo de toc, quando era criança, eu contava os degraus da minha casa toda vez que subia e descia a escada e apostava "corrida" comigo mesmo, sempre tive "tiques" manias, uma delas que tenho até hoje é evitar números pares e tudo ser número ímpares de preferência o 3, por exemplo: fazer o sinal da Cruz 3x ou repetir palavras 3x, só que isso nunca me incomodou. Com o passar dos anos, já na adolescência eu tive toc de morte, defuntos, cemitério, velório,etc por ex: se uma pessoa da minha casa fosse em um velório ou cemitério, ela não podia chegar perto de mim, se ela entrasse no meu quarto eu brigava com ela ferozmente, se eu fosse num cemitério,a roupa, tênis, até meias que usei, eu já colocava longe de mim e só depois de muito tempo iria usá-las de novo, se uma pessoa que por acaso fosse em um velório me encostasse, enquanto eu não tomasse banho eu não ficaria bem, más isso por incrível que pareça não me incomodava. Já mais velho, com uns 20 anos eu cheguei a ter toc de querer agredir fisicamente, ou menosprezar pessoas do nada, por ex: conversando com uma pessoa, vinha o pensamento de querer dar um soco nessa pessoa ou pegar uma criança pelos pés e bater com ela no chão,etc, esses pensamentos me incomodavam um pouco más consegui supera los. Agora hoje estou com toc sobre eu ser gay, homossexual, esse sim tem me arruinado, porque vai contra meus próprios valores, fico mal, com muita ansiedade, pânico, fobia social, choro, da vontade de morrer, é horrível. Eu fico revirando meu passado achando coisas que me torne um gay, se uma pessoa faz uma brincadeira comigo eu já acho que ela pode sim achar que sou gay, se vejo um homem na rua e vem pensamentos homossexuais eu fico profundamente triste,com vontade de sumir, fico achando que estou enganando todos ao meu redor, tenho vontade de dormir e não acordar mais. Eu tenho uma namorada estou junto dela à mais de 5 anos,sou apaixonado nela e sinto minto "tezão" nela, me masturbo pensando nela e por outras mulheres, já transei com várias mulheres e todas as vezes foram muito prazerosas. Nunca tive relação sexual com homem, o mais próximo disso foi "brincadeira de criança" na infância mesmo, o famoso troca troca, más sempre gostei de fazer com os meninas e não com os meninos e eu tinha uns 7 à 10 anos. Nunca me masturbei pensando em homem, nunca tive vontade de me relacionar com homens, só de pensar isso eu fico triste, eu sei que tenho prazer em mulheres, que sou hetero, más os pensamentos que vem a, as obsessões que vem e vem a todo momento me causam essa dor, tristeza, ansiedade, falta de apetite. Pra resumir é como vem o pensamento de toc por agressão, você pensa: vou dar uma facada nesse cara, só que o de toc gay você pensa: nossa já pensou você transando com esse cara. E isso é surreal, eu fico deprimido mesmo, não quero de forma alguma fazer isso, prefiro morrer.sei que é o toc, más é a pior coisa que já senti, trocaria qualquer doença física por isso se pudesse escolher.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei exatamente como você se sente, pois sofro do mesmo mal. Temos histórias parecidas, na infância tive toc de limpeza e desde a adolescência sofro com o toc sobre sexualidade. É desgastante, faz a gente se sentir a pior pessoa do mundo. Mas dá pra seguir a vida apesar de tudo. Eu sigo a minha, mesmo sendo difícil. No TOC nós temos as "crises", períodos em que ficamos mais suscetíveis aos pensamentos. Estou passando por uma dessas já há um ano, e estou bem melhor, mas ainda longe do que gostaria. Desejo-lhe toda a sorte do mundo, tenha fé e persista que a melhora virá!

      Excluir
  7. Boa tarde estava pesquisando sobre tudo o que fala sobre TOC achei esse blog , eu estou a tentar perceber sobre esta doença pois o meu namorado estamos juntos há 6 meses e ele me contou que sofre de TOC agora eu consigo entender muita coisa que vem acontecendo....eu só não sei se consigo lidar com esta situação desde que me contou está com mais crises ele está a ser medicado com paroxetina mas os efeitos secundários também desanimam o tratamento....não sei como será o nosso futuro não quero desistir dele ....me ensinem como posso ajuda lo

    ResponderExcluir
  8. Boa noite,estava pesquisando sobre essa doença,e me onde fiquei com o blog,sofro com essa doença a muitos anos desde 12,13 anos de idade.Ja sofri muito com os pensamentos que inundam minha mente,e já tive muitas compulsões e a ansiedade e insuportável,mas nunca tinha sido diagnósticado,até alguns anos atrás.Minhas crises ia e vinham dependendo da situação,fiz tratamento com sertralina que deu muito certo e meu médico passou donarem pra que eu dormisse melhor,esse medicamento também aumentou muito minha libido,dei muito certo com a medicação,com um tempo sai do donarem e alguns meses sai do sertralina mas a uma semana veio nova crise não estou aguentando não tenho mais compulsões mas os pensamentos são horríveis,não quero deixar com que isso afete minha vida com minha família,pois tenho dois filhos que amo muito e uma ótima esposa mas às vezes a gente quer conversar mas tem medo por que sabe as pessoas possam não entender o que se passa com a gente,se puder me add no watts,33)984507843

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não desista. Você não tem culpa destes pensamentos que vem contra a sua vontade e são totalmente contrários à sua índole. Só tente seguir adiante. Há bons materiais na internet pra lhe ajudar.

      http://ocdla.com/doubt-denial-ocd-5342 (é inglês, mas deixa o google traduzir)
      http://www.anamariasaad.com.br (bom site pra lhe dar uma visão ampla da sua CURA)

      Excluir
  9. Olá, Miguelito. Vi seu relato no YouTube e procurei o blog pois tenho toc e queria conversar com alguém que também tem toc, não aguento mais sofrer sozinha...
    Desde pequena tenho umas compulsões como "tenho que tocar tantas vezes em um objeto ou alguém vai morrer", tenho que rezar várias vezes quando alguém que eu amo viaja para o avião não cair. Mas essas compulsões eu até consigo controlar. O problema é que a partir da adolescência comecei a ter pensamentos obsessivos que, ultimamente, tem me incomodado muito e estão me atrapalhando para realizar tarefas do dia a dia. Por exemplo: se alguém me fala que tem uma prova eu já penso "tomara que vá mal", ou, pior, de alguém me fala que tem um familiar doente eu chego a pensar "tomara que morra", mesmo sem querer pensar nessas coisas, porque não desejo o mal para a sua pessoas. E o pior pensamento, que está me incomodando muito é o medo de ter traído meu namorado, mesmo sabendo que não traí, porque tenho um medo de perdê-lo. Li sobre isso e de encaixa em duvida obsessiva, mas mesmo assim me consome uma boa parte do dia me sentindo culpada por algo que eu nem fiz... enfim, preciso conversar com alguém

    ResponderExcluir
  10. EDIT: além disso, quando estou quase me convencendo que é um pensamento absurdo, vem outro pensamento "e se você fez e está usando o toc como desculpa?", mesmo sabendo que eu não teria feito, porque amo meu namorado e não sinto atração por mais ninguém. Aliás queria conversar com ele sobre isso mas tenho medo dele não entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônima, se quiser me escrever o email é: miguelito_obsessivo-compulsivo@yahoo.com.br
      Realmente é TOC e como já disse num post meu o toc só nos coloca dúvidas daquilo que não somos e não fazemos. Se vc tem pensamento de ser pedófilo é porque vc odeia pedofilia e jamais seria um pedofilo. Se vc pensa em desejar o mal para as pessoas é porque vc jamais faria isso se não fosse o toc afinal a graça para o TOC é te perturbar então tem que fazer vc pensar o contrário do que vc é

      Excluir
  11. Oi, tenho toc por favor me ajude, li seu posto "manias" e parecia que você estava escrevendo sobre mim, tenho pensamentos ruins e faço rituais para me livrar deles e da ansiedade, lavo as mãos várias vezes, as vezes não quero fazer nada em casa por que acho que é dia de azar e que tudo vai dar errado, passo eu acho 8 horas por dia fazendo esse rituais, lavo as mãos, evito fazer coisas se estou pensando em coisas ruins e tento fazer de novo só que pensando em coisas positivas, só que a mente fica tão perturbada que não para de pensar em coisas ruins e eu não consigo sair daquele ciclo vicioso dos rituais e a ansiedade aumenta e parece que vai dar uma coisa em mim, são tanto rituais que invento do nada, pensamento ruins e ansiedade se eu não faço eles, por favor me ajude, Obrigada

    ResponderExcluir