06 julho 2010

Não brinco mais

As vezes a vontade que temos é de desistir e parar de brincar de salvar as pessoas que amamos. Aí me pergunto: por que não tenho pensamentos ruins com as pessoas que odeio? Por que se eu não cumprir meu ritual algo de ruim acontece com quem amo e não com quem nem conheço? E logo me vem a sobriedade e faço mais alguns rituais para me livrar dessas perguntas horríveis que assombraram a minha cabeça afinal esses "desejos" são considerados imprórpios ou antinaturais e contrariam os próprios desejos e princípios dos portadores de TOC.
Todo portador de TOC é muito pudico e certamente ele seria a última pessoa a realizar o que seus pensamentos sugerem ou "desejam". Ele jamais transformaria em realidade qualquer pensamento de conteúdo agressivo ou violento, impróprios relacionados com sexo ou então de conteúdo blasfêmo por isso todo portador do TOC fica chocado com tais pensamentos, que sempre são seguidos de de grande aflição. Ele interpreta a presença desses pensamentos como indicativa de existir algum risco de que algum dia possa a vir praticá-los e tenta, sem sucesso, tirá-los de sua mente. Ele começa a vigiar os próprios pensamentos e quanto mais tenta afastá-los ou  mais importância da a esses pensamentos, mais intensos eles se tornam.
Mas as vezes cansamos de tentar afastar esses pensamentos, queremos desistir e dizer: não brinco mais, cansei. Mas infelizmente não desistimos, suspiramos e voltamos aos rituais até completá-los. Digo infelizmente porque cada vez que completamos o ritual e conseguimos o alívio dessa angústia que os pensamentos nos causam somos tentados a repetí-los e com isso nos viciamos. Claro que existe também o lado neurológico e não somente o lado psicológico no TOC, como a deficiencia de serotonia, pois drogas inibidoras da recaptação da serotonina são efetivas em reduzir os sintomas do TOC. Mas ao redor de 20% dos pacientes apenas, conseguem eliminar por completo seus sintomas e entre 40 e 60% dos pacientes obtem uma redução significativa porém dificilmente os sintomas desaparecem por completo. Concomitante com os medicamentos a terapia cognitivo-comportamental tem se mostrado efetiva na redução ou eliminação dos sintomas do TOC.
A TCC baseia-se no fato de que se o paciente enfrentar seus medos se expondo às situações que ele evita ou tocando em objetos, pessoas que ele considera contaminados (exposição) e deixar de realizar os rituais ou verificações que está acostumado (prevenção da resposta), embora inicialmente a aflição e ansiedade aumente, com o tempo ela tende a diminuir até os pensamentos e rituais desaparecerem por completo de forma espontânea (habituação).
Podemos entender por exposição como sendo o ato de tocar em objetos, móveis, roupas, partes do corpo, evocar frases, palavras, imagens ou cenas que normalmente o portador de TOC tenta manter afastadas da mente por causa do desconforto que provocam.
Já prevenção da resposta é a atitude de não realizar os rituais ou compulsões, rituais mentais ou quaisquer outro tipo de atitude com o intuito de diminuir a ansiedade associada a obsessões ou ao não cumprimento das compulsões.
 A mente humana é e ainda será por muito tempo um mistério para os homens. É incrível que simples exercícios de exposição e prevenção da resposta possa nos curar de algo tão terrível e tão temível que é o TOC mas, deixando de lado a serotonina, todo o resto é criado pela nossa mente. Podemos dizer que 90% dessa doença é criada pela nossa mente. Claro que ela cria isso devido a uma deficiencia de um neurotransmissor mas resolvido isso com medicamento, a nossa mente tem o poder de desfazer o que ela mesma criou.
Por isso criei esse blog, para divulgar essa doença e debater exaustivamente sobre o TOC. Acredito que trocando experiências, relatando casos de sucessos e fracassos na tentativa de eliminar o TOC, comparando situações, etc, chegaremos à cura de uma maneira mais rápida.
Existem vários especialistas pesquisando e procurando melhorar a vida de quem tem TOC até chegar a cura mas ninguém melhor para entender o TOC do que nós mesmo.
Comentários, relatos, desabafos são bem-vindos nesse blog
Uma boa cura a todos :)

8 comentários:

  1. Boa noite Junior...td bem com vc?rs acho que o problema era hormonal mesmo,pois estou uma pilha...mas faz parte...por isso estava sem vontade de escrever no meu blog,mas passei aqui ontem e li seu post,que por sinal ta ótimo...bem minha cara rsrsrs...eu vivo dizendo isso(não brinco mais)...mas tirando essa fase da(Treinada Para Matar)rsrsrs ta td bem sim,hj a tarde eu conferi as tampas das panelas e tbém toquei umas 7 vezes na torneira da cozinha...sem contar os rituais matinais...mas ta td certo...um dia de cada vez né?!?
    Vou pegar na limpeza da casa agora,pois meu marido trabalha à noite,então limpo a casa à noite...amanhã tenho um dia cheio...mas estou de olho aqui na net...rsrsrs só me esqueço sempre de ligar o msn aí o pessoal fica bravo pq me vê no orkut e não no msn...mas no blog eu to sempre de olho!!!Obrigada por sempre me visitar tbém!!!
    Bjs e boa noite...ótima quinta,Débora

    ResponderExcluir
  2. Oi Junior!!!
    Vim conhecer seu blog finalmente.
    Você viu um comentario meu no blog da Debora que alias está aí em cima e me mandou um email.
    Hoje vim procurar saber mais sobre tudo isto.
    Sempre achei que convivia bem com isto de ter que andar em cima dos risquinhos da calçada,ou se são aquelas calçadas de quadradinhos,tenho que passar dentro deles senão pode acontecer algo de ruím com alguem que amo.
    Ou ter que passar todos pelo mesmo caminho,eu e meus filhos,se um passa do lado direito primeiro tenho que passar também e meu outro filho pego pelo braço para que passe também.

    Nossa e tem outras coisas,mas não sabia que era toc,convivo com isto e vou levando a vida.

    Foi muito legal você abrir este blog onde podemos desabafar , saber mais sobre o assunto e trocar ideias.
    Vai ajudar muita gente.

    Obrigada por me convidar a conhecer seu blog e mais sobre o assunto.

    Depois volto mais para conversar,hoje quero ler tudo que está aqui no seu blog.

    Beijos,
    Mônica Beatriz.

    ResponderExcluir
  3. Oi Júnior...como está?
    Não postou esses dias e nem me visitou...vim ver se está td certinho...espero que sim!!!
    Eu tbém to meio sem vontade de postar,mas logo logo isso passa...òtimo fim de semana!!!
    Bjs...Débora

    ResponderExcluir
  4. Coincidências junior. tenho toc desde os 6 anos e tbm amo os animais.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Parece que o meu comentário anterior foi inspirado neste seu post! Que giro... mas a verdade é que eu tenho que levar a cabo a leitura do seu blog respeitando a cronologia, caso contrário posso não integrar tudo da forma correcta e tenho que evitar dores de cabeça hehe...
    O meu TOC reflecte-se, acima de tudo, na necessidade de controlar tudo o que me rodeia... se eu não o fizer temo cair na pobreza extrema, por exemplo. Ou seja, eu sou do tipo ruminante... não tenho exactamente que cumprir rituais tão específicos como a maioria de vós refere. Contudo, sinto-me de mãos atadas, pois desde que o meu esquema de funcionamento entrou em ruptura que não cumpro 90% das tarefas a que me devia propor. Através do método da exposição, reaprendi a fazer muito pouco. O resto, não sei fazer. Na verdade, não sei bem como é que consigui a minha independência. Julgo que cumpro o exclusivamente necessário para me manter à tona, essencialmente, para não ser um fardo para ninguém. Deve estar relacionado com instinto de sobrevivência... mas, contrariando o meu perfeccionismo absurdo, ainda intrincado nos meu circuitos neuronais, não há dia que não sinta o vazio de quem se está a trair e a exaustão consequente da contrariarão da minha natureza. Ou seja, tenho que cometer sacrilégio em troca da integração mínima indispensável que permita a minha autonomia. Será que algum de vós se identifica com o que descrevi?
    Com amizade!

    ResponderExcluir
  6. ou alguem pode me add no msn tenho 16 anos e acho q tenho isso mais nao sei como verncerr isso eh gabriel_baltazar@hotmail.com me ajudem se possivel

    ResponderExcluir
  7. OI MOÇO, ESTAVA PROCURANDO ALGO QUE FALASSE SOBRE O TOC, E ENCONTREI SEU POST...TBM SOFRO, E MUITO, SINTO QUE O TOC ESTÁ PREJUDICANDO MEU RELACIONAMENTO...É TRISTE, MAS NÃO CONSIGO LIDAR COM A SITUAÇÃO...

    ResponderExcluir
  8. Olá moça, entre em nosso grupo de discussão e lá vc encontrará pessoas como nós :D

    ResponderExcluir