22 junho 2010

Invisivelmente visível

Eu sempre tentei esconder o TOC de todos, inclusive das minhas namoradas (principalmente das minhas namoradas). Não é nada fácil tentar tornar invisível algo tão visivel.
Dá para esconder das pessoas estranhas, elas olham para vc, te acham estranho mas não sabem exatamente o que se passa. No trabalho consigo disfarçar, toco em todos os objetos por onde passo e quando alguém aparece finjo estar verificando se tudo está bem fixo, se nada está balançando. Se um colega me toca sinto a necessidade de tocá-lo no mesmo lugar em que ele me tocou e para disfarçar, em seguida passo a repetir tudo o que ele fala assim ele vai achar que estou imitando ele :). É ridículo mas menos constrangedor do que explicar essa necessidade bizarra de tocá-lo onde ele me tocou para poder evitar um cataclisma de proporções enormes onde várias pessoas que eu amo seriam afetadas.
Mas das pessoas próximas não tem como esconder. Cedo ou tarde ela vai criar coragem e te perguntar: Porque vc faz isso? Então crie coragem vc primeiro e conte a ela sobre o TOC.
Com minha última namorada foi assim, contei a ela sobre o TOC, suas possíveis causas, a falta de serotonina e o exemplo de várias pessoas famosas que também tem. Essa menina deixou de ser minha namorada e virou minha esposa :). Estamos nós três juntos - ela, eu e o TOC - a quatro anos já. Ela me ajuda abrindo a porta quando não posso tocá-la, descendo a escada quando, após penar muito para subí-la descubro que esqueci algo lá embaixo ou fazendo algumas atividades que para mim seriam muito penosas em troca de eu fazer outras que não me custam muito.
Temos uma filha de 1 ano e hoje vivo na expectativa de que minha filha não herde isso de mim mas sempre atendo a qualquer sinal para tratar logo cedo. Penso no dia em que terei que explicar a ela sobre o TOC e fico entre o fogo e a frigideira: se eu não contar um dia ela irá me perguntar na frente das pessoas. Se eu contar fatalmente ela ira contar a todos o que o pai dela tem :)

30 comentários:

  1. Bom dia Júnior...td bem?
    Adorei ler o texto...pra nós isso é muito importante que tenhamos pessoas que nos apoiam...eu também tenho uma filha de onze anos...e sempre ela me pega em algum ritual,mas ela ja sabe do que se trata,pois contei à ela...eu não tenho muito com quem conversar sobre isso,pois meu marido não aceita que seja doença...diz q é frescura minha...mas eu entendo ele,pois eu sou cheia de manias mesmo...escondi isso muito tempo e agora que tomei coragem de me expor parece que estou querendo chamar atenção...mas isso passa e muda com o tempo...graças à Deus eu estou firme no tratamento...as vezes da um desanimo,pois não tenho apoio,mas sei que vou conseguir sozinha...tenho fé nisso...eu sei que deve ser muito difícil pras pessoas admitirem que isso é uma doença...só quem tem sabe o martirio que é...a sensação de não cumprir um ritual é horrivel...parece que estão enfiando uma faca no meu peito...e quando eu cumpro,sinto um alívio tão grande que parece que tirei um fardo das costas...ontem eu fui ao médico...ele me encaminhou à outro psiquiatra,pois disse que meu caso ja tem vários anos,e tenho que passar com um especialista mesmo...continuo com a sertralina,e dia dois de julho vou ao psiquiatra...não sei o que vai acontecer,só espero que ele me entenda rsrsrs...vou anotar todas as minhas manias rsrsrs(vou precisar de um imenso caderno)...preciso desabafar...ontem eu comecei a falar com meu marido, mas ele não deu muita bola,então nao insisti...depois,estava guardando os remédios e ele me olhou,mas não disse nada...eu fico apreensiva e depois me acabo de chorar,pois a sensação é de vazio completo...ontem eu estava muito nervosa...minhas mãos suavam frio, e meu coração palpitava...e hoje estou assim também...mas sabe pq estou assim???
    Porque ontem eu fui ao médico,e tinha um paciente la que quis passar um óleo na minha testa para me ungir...aff eu deixei, pois não sou uma má pessoa e sei do problema dele,mas depois quase arranquei minha testa fora...fiquei imaginando,e se alguem que eu amo muito me beijar,encostar em mim,e se eu estiver infectada por esse óleo...aiaiai...mas hoje eu estou assim,pois estava olhando no espelho e vi que tenho uma mancha orrivel branca em torno do olho...td mundo diz que nao tem nada, mas eu vejo...ai meu Deus...era só o q faltava né...essa mancha começar a tirar meu sono...bom,vamos ver o que vai dar no psiquiatra...mas mesmo com as dificuldades eu não vou desistir...pois quero viver bem comigo mesma...bjs e uma ótima quinta-feira...Débora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de manter contato com vcs amigos de luta... Zap... E mails etc...

      Excluir
  2. BOM DIA DÉBORA!
    Vc não está sozinha, muito menos sem apoio!!! Vc tem esse blog para desabafar, vc tem novos amigos que estão dispostos a te ouvir, aconselhar ou apenas lamentar junto com vc. Eu sou um deles e aposto que tem mais pessoas que leem esse blog que tb estão ;) Que bom que vc entende seu marido mas acho que está na hora de ele também entender vc, entender que essas manias não são frescuras, que elas são causadas pela falta de serotonina e que como em toda patologia, não depende de vc. Não é psicológico o que sentimos, é algo físico como uma deficiencia de vitaminas. Seria ótimo se ele lesse o livro: O menino que não conseguia parar de se lavar. Lá ele ia descobrir que existem muitas pessoas assim como vc e que, apesar dessas pessoas nunca terem se conhecido sempre dão relatos iguais. Até parece que combinaram.
    SE quiser posso dar um jeito de emprestar o livro a vc :)
    Beijos e fique tranquila que o psiquiatra vai compreender vc afinal ele estudou anos para isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Bom dia Júnior.
    Tenho acompanhado tuas postagens e acho que teus artigos estão sendo muito bem apresentados, apesar de novo teu blog já tem um perfil bem definido, com certeza vai ser de grande utilidade para quem tem toc e quem convive com portadores, por isso coloquei teu link no meu blog porque é um assunto que interessa a muitos e espero estar ajudando a divulgar e chegar aos que precisam de uma palavra, um esclarecimento, uma ajuda. Abraços
    Joana

    ResponderExcluir
  4. é realmente é um grande feito o seu...sem dúvida...e eu sei pelo o k você passa,não tão grave mas sei...as melhoras e boa sorte com a sua vida ;)

    ResponderExcluir
  5. Obrigado anonimo por sua visita e seu incentivo. Se quiser contar um pouco da sua estória seria muito útil para mim e para as demais pessoas que leem esse blog. É bom saber que não estamos sozinhos nessa doença e somente quem tem TOC pode compreender outro portador de TOC
    Abraços,
    Junior

    ResponderExcluir
  6. já agr eu sou o mesmo que fez o comentário das "matriculas dos carros" ;) e tb este aki por cima ;)

    ResponderExcluir
  7. tb kero dizer k realmente os animais ajudam muito...eu tenho uma cadela,e ela realmente serve de terapia nso dias piores..pk sentimos k temos alguém k realmente gosta de nós incondicionalmente :) Sérgio

    ResponderExcluir
  8. Boa Tarde
    Junior
    Meu nome é Flávia e só tenho a dizer o seguinte faz pouco tempo que descobrimos que a minha mãe tem TOC ou seja começou com mania de limpeza depois com mania de comprar, comprar aquilo que viu e se não comprasse aquilo consumia.
    E hoje ela está pior porque ela se tornou incapaz de limpar uma casa, de lavar roupa de tirar um lixo do banheiro e sou que faço tudo, e o pior é o banho ela entra no banheiro as 9:00 da manha e sai entre 2:00 ou 4:00 da madrugada, e esta semana ela adoeceu e eu nunca pensei em minha vida ter que ajuda-la a terminar de tomar banho foi muito triste, porque ele se lava e lava até achar que esta limpa, chega a gastar 7 sabonetes e 1 pedra de sabão, são anos e anos meu pai correndo para encontrar recursos para ela mas parece tão dificil, eu ja digo que a minha vida parou, para ter que sempre ajuda-la em momentos dificeis, ela sempre se tratou em particular, mas em nossa cidade na area publica disseram que tem um medico muito bom ele receitou ANAFRANIL, e estamos com esperança que ela melhore...
    E o que te digo eu nao sei mais o que fazer queria ver minha mae curada levando um vida normal, saindo de casa, minha ajudando nas tarefas domesticas e é por isso que eu digo que não podemos desistir temos que dar um grito para a liberdade do TOC... PQ SINCERAMENTE NÃO QUERO QUE SUA FILHA PASSE COM VOCÊ O QUE ESTOU PASSANDO COM MINHA MÃE É MUITO TRISTE E DOLOROSO...
    ABRAÇUSS....

    ResponderExcluir
  9. Olá Flávia,
    Compreendo perfeitamente o que vc está passando, na verdade compreendo melhor o que sua mãe está passando. Se para vc é difícil cuidar dela imagina para ela como deve estar sendo? Teoricamente ela deveria cuidar de vc e não vc dela portanto não deixe transparecer para ela que está sendo dificil para vc aguentar tudo isso. Com certeza ela é a pessoa que mais quer ficar curada e voltar a vida ao normal. Tambem tenho esperanças que ela melhore com Anafranil. Existem 5 anti-depressivos com ação anti-obsessiva que são usados para a cura do TOC mas o Anafranil (clomipramina) é um dos melhores e mais aceito pelos pacientes. Eu mesmo tomo anafranil a 11 anos, foi o único que eu me adaptei, já tomei todos os outros 4 tipos de anti-depressivos mas com anafranil me senti melhor e consegui melhora em 85% o meu TOC. Hoje ainda tenho alguns pensamentos que me incomodam, faço alguns rituais mas não é incapacitivo, consigo levar minha vida de uma forma quase normal. Nâo sei se vc já ouviu falar de TCC (terapia Cognitivo-Comportamental) mas ela ajuda muito os pacientes com TOC. Aos poucos essa terapia vai eliminando os rituais e pensamentos que ainda persistem mesmo tomando remédio.
    Espero que sua mãe melhore em breve e que vc possa escrever novamente sobre ela mas com alegria :D
    Seja paciente pois a melhora não é rápida e nem de uma hora para outra, ela é gradativa. Enquanto isso fique a vontade para perguntar, comentar ou mesmo desabafar.
    Fique com Deus
    Junior

    ResponderExcluir
  10. Para Falvitia

    fique Tranquila. meu primo toma anafranil há mais de 3 anos e sentiu melhora logo nas primeiras semanas. Mas claro, no começo uma melhora pequena. pore´m, depois gradativamente aos seis meses tinha melhorado 90 por cento do seu toc. Pode pesquisar, o cloridrato de cloripramina (anafranil)é um dos remédios das gerações mais antigas contra o toc, mas para a maioria das pessoas é até hoje o remério maius eficaz.

    ResponderExcluir
  11. Não tinha lido esse também! Tô começando a perceber que mais "não li" do que "li" os posts. Ou então li há muito tempo quando ainda era oculta e não estou me lembrando! Impossível, porque eu tenho super-memória. Lembro inclusive do que gostaria de esquecer.
    Mas, enfim, é sempre bom poder desvendar o TOC para quem nos é tão próximo! Afinal, isso faz parte de nós! E aqueles que amamos e que nos amam o fazem inteiramente!
    Quando o momento certo chegar, você vai saber fazer sua filhinha compreender. É o tipo de coisa que sempre se ajeita! A natureza ajuda! É Deus na verdade que conduz tudo! Então, não se preocupe!

    ResponderExcluir
  12. Luiz

    Preciso muito de uma ajuda.
    Minha mãe sofre com o toc.
    Ela aperta uma torneira seja qual for até parar de cair a última fora, aperta a tampa das garrafas de refrigerante que nem ela mesma,co segue abrir depois.
    Na hora de dormir,eu escuto do meu quarto ela o do verificar às portas ,ela abre e fecha o tempo todo. Às maçanetas estão todas quebradas,molengas.. Ela fica batendo com uma janelinha que tem na porta da sala e só mesmo tempo ela faz uma contagem 1 2 3 4 5 6 7 8.9 ....
    Não seu Oq fazer . Me ajudem
    Moro no rj bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Whatsapp 21 982818355

      Excluir
  13. Ola sofro de Toc a mais de 10 anos vou deixar meu whatssap para quem quiser trocar uma ideia 51-92053996

    ResponderExcluir
  14. Ola boa noite :)
    Vcs tem um grupo no whatzapp ?
    Gostaria de participar.
    Toc é tratado com pisicoterapeuta, pisicologo ou pisiquiatra ?

    ResponderExcluir
  15. Boa noite junior.
    Eu sofro com toc já tem mais ou menos 15 anos, anos atrás fiz tratamento com pisiquiatra tomando remédios, passou se dois anos depois parei de fazer a terapia e consequentemente tomar remédios, pq meu tratamento era pelo meu plano de saúde da empresa que sai, sem dinheiro parei de vez, meu sintomas voltaram fortes demais, que atrapalham minha concetracao para ler, cobstumando fazer rituai lendo, tipo lendo a mesma frase varias vezes, imagina o sofrimento q é pra ler, fora pensamentos e sensações ruins q acho q vao acontecer. Efim queria saber se algum meio de saúde que posso procurar, publico ou outro meio que vc conheca?
    Grato
    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  16. Olá pessoal, estou escrevendo nesse momento enquanto lágrimas caem sobre meu teclado, é bom saber que não estou sozinha, porém nunca tive coragem de contar sobre o TOC a ninguém, nem mesmo a meu esposo (talvez porque eu saiba como ele é incompreensivo e não me entenderia), pois bem, estou sofrendo já faz alguns anos. Tem sido difícil viver com esses pensamentos que me atormentam. Me sinto ridícula por essas manias que tenho. Cara, eu só queria ter um dia normal sem parecer um disco arranhado, repetindo sempre as mesmas. Bom, essa é minha rotina. Grata a todos...

    ResponderExcluir
  17. Olá pessoal, estou escrevendo nesse momento enquanto lágrimas caem sobre meu teclado, é bom saber que não estou sozinha, porém nunca tive coragem de contar sobre o TOC a ninguém, nem mesmo a meu esposo (talvez porque eu saiba como ele é incompreensivo e não me entenderia), pois bem, estou sofrendo já faz alguns anos. Tem sido difícil viver com esses pensamentos que me atormentam. Me sinto ridícula por essas manias que tenho. Cara, eu só queria ter um dia normal sem parecer um disco arranhado, repetindo sempre as mesmas. Bom, essa é minha rotina. Grata a todos...

    ResponderExcluir
  18. Bom dia! Gente sou portador desse transtorno horrível à 13 anos. Não é fácil! Só quem vivencia na pele p/ saber o tamanho sofrimento... Por isso acho de grande importancia, grupos de apoio; Os portadores de Toc precisam de um canal de comunicação, pra trocar informações, experiencias, obter apoio e ajuda mutua. Juntos, aprendemos um com o outro, e fica + fácil conviver com o transtorno. Juntos somos + fortes!! Estou criando um grupo no whatsapp com esse propósito.. Quem tiver interesse em participar, basta enviar o número para: leco.apoio/toc@outlook.com ou deixar o número aqui mesmo. Forte Abraço a Todos! Juntos Somos + Fortes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo o E-mail é leco.apoio-toc@outlook.com

      Excluir
  19. cade os grupos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAsse seu numero que adiciono vc ao grupo do whatsapp

      Excluir
    2. Gostaria de entrar no grupo.
      18988179582

      Excluir
  20. Me add no grupo

    ResponderExcluir