14 junho 2010

O Menino Que Não Conseguia Parar De Se Lavar



Depois de muito tempo achando que somente eu tinha algumas esquisitices fui a um psiquiatra - excelente por sinal - e após ele me diagnosticar com TOC me indicou a leitura do livro "O Menino Que Não Conseguia Parar De Se Lavar".
Esse livro é ótimo, pena que parece não ser mais comercializado, somente em sebos e outros lugares que vendem livros antigos.
Nesse livro a autora relata sua pesquisa sobre o TOC. A edição é de 1990 e aparentemente foi nessa década que começaram as pesquisas sobre TOC nos EUA. O livro contém o relato de alguns rituais de seus pacientes com TOC - claro que sem identificá-los - e conforme a leitura vc vai percebendo que tudo se encaixa com as atitudes que vc tem. Claro que algumas vezes chega a ser engraçado os relatos mas assim que damos conta que também somos assim perde a graça :)
Esse livro me ajudou a entender o TOC, a aceitar a minha doença e não mais ter vergonha dela e a divulgar essa doença a todos para que as pessoas que ainda sofrem com a falta de informação possam entender o que se passa com elas e explicar para os demais.
Quem tiver a oportunidade de ler esse livro, não deixem de ler. Seja vc portador de TOC, seja vc alguém que desconfia que tem TOC ou alguém que convive com quem tem TOC.

28 comentários:

  1. Boa noite...nossa,fiquei super curiosa pra ler...nunca procurei por livros sobre o TOC,mas agora estou me interessando mais pelo assunto...acho que faz parte da aceitação desse transtorno.
    Obrigada pela dica...bj Débora

    ResponderExcluir
  2. Oi Miguelito.
    Adorei teu toc de humor. Desculpe a piadinha mas sabemos que assim é mais fácil ir levando. Teu espaço vai ajudar muita gente pois todos temos alguma mania, alguns mais outros menos, mas é sempre bom saber que não estamos sozinhos. Estou colocando teu link nos meus favoritos para acompanhar tuas novas postagens.
    Abraços
    Joana

    ResponderExcluir
  3. Olá Joana, tá desculpada já :). Como eu disse num post anterior, realmente algumas situaç~eos são engraçadas, o que podemos fazer? Nada além de rir junto com a situação ;)
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Débora, infelizmente acho que não tem mais esse livro a venda em livrarias, só em sebo mas há outros livros bons tb. Vou postar mais para frente
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. oi por curiosidade entrei nesse blog procurando meio ao vago alguem, que tivesse o que teno que sinta o que eu sinto não e facil para mim falar disso com clareza e lendo voce vejo tudo mais facil sofro muito faço psicoterapia e fazem uns 9 meses que descobri toc.na minha casa e muito complicado pois minha irma me xinga quando me ve fazendo rituais eu acabo fazendo mais ainda por que fico nervosa eu não pedi para nascer assim eu não pude escolher eu não tenho culpa disso é muito poder falar disso.

    logo apareço de novo beijo

    ResponderExcluir
  6. Eu sofro muito por alguém que amo e que gostaria que casasse comigo, porém essa pessoa tem TOC, não sei o que fazer para deixá-lo confiante de que vai dar certo. Não sei o que fazer

    ResponderExcluir
  7. Olá Anonimo, peça a ele que leia esse livro ou então que começe lendo alguns posts desse site. De repente ele vendo que existem outras pessoas com o mesmo problema que ele, pessoas casadas e com filhos, ele se convença

    ResponderExcluir
  8. olá anomina :). Que bom que vc criou coragem para falar, nem que sejma um pouco, sobre o seu sofrimento com o TOC. PAra mim tb era muito dificil no começo falar sobre meu TOC. Eu achava que era a única pessoa no mundo que sofria disso e tinha medo de falar pois as pessoas iriam pensar que eu sou louco. Claro que tive problemas na família, meu pai chegou até a me bater para eu parar com isso mas não há como. Quanto mais eles me davam broncas mais ansioso eu ficava e os rituais aumentavam. Não é algo que a gente escolhe, é uma doença causada pela falta de serotonina no cérebro, um neurotransmissor que quando tem em pouca quantidade nos faz fazer essas coisas inexplicáveis. Essa falta de serotonina pode ser causada por uma infecção que tivemos quando criança, ou uma febre reumática ou outras doenças que acabaram provocando essafalta de serotonina. Se quiser me escrever por email para falar do seu problema e tirar suas dúvidas fique a vontade, meu email é: miguelito_obsessivo-compulsivo@yahoo.com.br. Só quem tem TOC pode entender outra pessoa com TOC. Quem nunca teve não tem como saber pelo o que passamos
    Beijos e aguardo outra visita sua
    Junior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Miguelito, tenho Toc...VC TEM MSN?

      Excluir
    2. Boa noite, eu também tenho toc e estou fazendo um trabalho da faculdade sobre isso pois sei o quanto isso pode atrapalhar no trabalho, se quiser pode me mandar email: juliana.falcrh2012@hotmail.com

      Excluir
  9. meu neto tem 13 anos e convive com conflitos e família,após a perda do avózinho súbitamente,teve alopécia,melhorou com ajuda de psicologa e vários tipos de toques,é inteligente,estuda a nona serie,joga bola como hobbyies...mas o toc que acometeu agora é horrivel derepente ele grita como um porco,rir estranhamente,eu chamo atenção dele ,mas ele disse que ñ consegue parar...outra oura fica asim..hum...hum...hum...repetivamente,sou vó choro escondida desesperadamemnte....que faço???
    Tenho em casa sertralina dou a ele???de 50mg???
    meio e-mail sc-fangueiro@bol.com.br...

    ResponderExcluir
  10. Blog bastante esclarecedor! Parabéns!!! Sou terapeuta ocupacional e já estou seguindo!!! Abraços!!!

    ResponderExcluir
  11. Sei como é isso, mas não quero tomar antidepressivos, eles me dão muito sono e tenho medo do que eles podem causar, mas sei que posso me tratar e vou conseguir, penso em uma coisa: não podemos ficar parados. Achava isso uma besteira, mas não, fiquei aí, sem conhecer o mundo, presa e agora acho que isso me dá uma nova vontade pra fazer o que eu realmente gosto sabe, ocupar minha cabeça com outras coisas, dizem que banana aumenta o nível de serotonina, exercício físico, vou conseguir, torçam pra que eu fique bem, eu torço por você viu!

    ResponderExcluir
  12. Olá Anonimo,
    Não é somente com antidepressivos que se cura o TOC. Depende de caso a caso. Existem varios tratamentos para o TOC, antidepressivos é um deles, Terapia congnitiva comportamental é outro e claro que exercicios fisicos ajudam sempre assim como esportes, hobby, fazer o que gostam tudo isso contribui para eliminar o TOC mas acho que vc devia procurar um psiquiatra para ele analisar o seu caso e ver o que é melhor para vc. Antidepressivos estão bem modernos, não deixam a gente dopado como antigamente. E pense se vc fosse hipertenso? Teria de tomar remedio para pressão o resto da vida. Mais vale tomar medicamentos e ter uma qualidade de vida melhor do que viver 100 anos nesse caos que é o TOC

    ResponderExcluir
  13. Olá, Miguelito!
    Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo blog! Que pena que não o encontrei antes! Teria ajudado mto no início do meu tratamento!
    Também gostaria de compartilhar um pouco da minha história com vcs...
    Tenho 29 anos, sou médica e, nos últimos 3 anos, desenvolvi TOC com idéias obsessivas de limpeza. Passei a ter medo de tudo. Mesmo situações cotidianas em um ambiente hospitalar como o simples fato de ter que puncionar uma veia ou ver sangue me deixavam em pânico. Não queria nem mais tocar nos pacientes...Com o passar do tempo, passei a ter medo tb de ir ao shopping, à academia. Até o supermercado tornou-se um local potencialmente perigoso. Só deus sabe o inferno que minha vida se tornou.
    Para aliviar um pouco a imensa ansiedade que sentia, lavava as mãos incontáveis vezes (a ponto de lesar a pele), tomava banhos de horas e depois ainda passava álcool pelo corpo.
    Lavava e limpava as coisas a minha volta inúmeras vezes... Quase todo o meu dia era gasto com rituais de limpeza. Já não conseguia trabalhar, sair para festas, namorar e fazer coisas normais para uma pessoa da minha idade.
    Nem preciso dizer como a minha auto-estiva ficou abalda. Comecei a deprimir, parei de me alimentar, emagreci mto na época. E, como a maioria dos portadores de TOC enfrentei a ignorancia e o preconceito das pessoas que mais amo...
    Bem, agora vem o lado bom da história: estou em tratamento há 6 meses- Faço psicoterapia cognitivo-comportamental e uso medicação antidepressiva (um inibidor da recaptação da serotonina)- e minha vida tem voltado ao eixo! Voltei a trabalhar e tenho feito cada vez menos rituais! É claro que nem todos os momentos são fáceis e ainda me deparo com muitas situações difíceis em meu ambiente de trabalho, mas tenho conseguido superá-los, aos poucos, respeitando sempre minhas limitações. Além disso, tenho um anjo da guarda em forma de mãe que muito me ajuda.
    De alguma forma, o TOC tornou-me uma pessoa mais sensível ao sofrimento do outro. Caracteristica essencial e cada vez mais rara no meio médico...
    Enfim, toda essa história é para dizer que é possível conviver bem com o toc. Mesmo que vc esteja se sentindo no fundo do poço, sempre é tempo de pedir ajuda!

    Deus fique com todos vcs!

    ResponderExcluir
  14. encontrei este site por acaso, e pelos vicios q tenho identifiquei q tenh toc, isso esta me prejudicando no relacionamento com minha família.Preciso de ajuda. Preciso ler este livro.

    ResponderExcluir
  15. Olá Anonimo, realmente esse livro esclarece se vc tem TOC ou não mas não é um manual de auto-ajuda. De qualquer maneira vc precisa procurar um psiquiatra para ter certeza do diagnóstico se começar a tomar remedios e fazer terapia. LEia meu post que fala sobre o preconceito a psiquiatras: psiquiatras, medico de loucos? Lá vc verá que psiquiatra não é só para loucos mas para aqueles tb que são muitos inteligentes, inteligentes a tal ponto de conseguir enganar o próprio cérebro.
    Abraços
    Miguelito

    ResponderExcluir
  16. oi sofro de toc desde os 6 anos nao tenho esperança de cura ja tenho 24 anos vem o meu tipo de toc é aquele que pensa que vai se matar pensa que prometeu matar alguem eu sofro muinto queria que um dia acontecece um milagre e eu conseguice me curar

    ResponderExcluir
  17. Olá Anonimo, não perca as esperanças de cura. Tenho TOC desde os 6 anos tb e estou com 38 e ainda não perdi as esperanças :) Vc toma medicamento? Faz terapia? Eu acho que a chave para a cura é começar um tratamento com medicamentos e quando vc sentir que os pensamentos estão diminuindo começar a fazer terapia congnitivo-comportamental. Me culpo por não ter começado a TCC antes, senão tenho fé que já estaria curado. Espere um milagre sim mas não fique parado enquanto espera.
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. realmente devemos lidar contra a doença a cada dia e não aceitar de nenhuma maneira,mas sendo forte resistimos qualquer coisa. Pois Deus é bom e sei que nos ajuda a superar!Mas o que faz vencer o toc , é a força de vontade, yoga ,natação , hidroginástica tb é muito favorável para combater essa patologia. Tem um curso de meditação gratuito em São paulo/sp muito bom. tel (011)2386-0623 só ligar quem estiver interessado e perguntar sobre a inscrição para o curso. Meditação é muito bom para controlar os pensamentos ruins e invasivos.

    ResponderExcluir
  19. Oi eu sou isabela eu pensava que so eu tinha isso eu tenho mania de ficar repetindo nomes e penso em coisas horriveis todos falam para com isso mas vc n tem controle eu acho que a danca ajudou a diminuir meu toc eu n dontei pra ninguem mas as pessoss percebem aki eu me sinto segura tenho medo de ir em um psicologo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabela, te adicionei no facebook, espero que possamos conversar lá. Porque vc tem medo de psicologos?

      Excluir
  20. I ѕtumbled upon this sіtе on the internet anԁ wе have been happу you needeԁ couрons

    mу webpage: green smoke promo code

    ResponderExcluir
  21. Hey there! Dо you knоw if they make
    anу plugins to help with SEO? ӏ'm trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I'm not ѕeеіng very gooԁ gainѕ.
    If you know of any pleasе sharе. Cheerѕ!


    Fееl free to surf tо my ωеb site V2 Cigs Reviews

    ResponderExcluir
  22. Ola a todos, desde já um muito obrigado por este blog tão instrutivo.
    A minha namorada tem 40 anos e tem Toc desde novinha, neste momento esta a terminar um tratamento que por sinal não esta a correr muito bem , o problema sou eu que não a sei ajudar e talvez a esteja a prejudicar .Por vezes nao tolero algumas coisas e por isso sinto me muito mal e envergonhado por isso.
    Acho que nunca consegui encarara nem entender a serio o que representa a doença toc. Estamos quase a perder uma ao outro , sinto me incompetente pois tenho saúde e deveria ajuda la pois a amo muito.
    Nao sei que fazer alguém me pode aconselhar livros ou documentos esclarecedores sobre toc?

    Obrigado a todos

    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Paulo, não sei de onde você é mais procure a ASTOC ou PROTOC para entender um pouco mais sobre este problema que temos.

      Excluir
  23. Ivan Carlos19 julho, 2013

    Bom dia, foi muito bom ler seu depoimento, pois realmente aumentou a minha esperança de cura. Cheguei realmente em vários momentos a acreditar que eu era a única pessoa no mundo que tinha este problema. É um problema que nos causa uma sensação de solidão extrema e nos remete a uma isolação do mundo exterior. Tenho 38 anos e sofro de toc desde que tinha 9 ou 10 anos, só agora estou começando a pesquisar sobre o assunto, pois até então pensava ser um louco diferente dos outros loucos mais tradicionais. rsrs, ou pelo menos mais evidentes. Ultimamente não estou conseguindo disfarçar mais meus rituais ridículos e absurdos, a gente sempre acha que de alguma forma vai conseguir se livrar do problema de uma hora pra outra e por isso nunca procura ajuda, custamos admitir que somos doentes, só agora estou conseguindo admitir isto, Não poder controlar a própria mente?? É demais para um ser humano admitir isto. Porém, admitindo, sinto ter dado o primeiro e mais importante passo para minha cura!! Muito obrigado, tenho certeza que postarei novas mensagens com boas novas!!

    Abço!!

    ResponderExcluir